Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Café, Canela & Chocolate

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Café, Canela & Chocolate

16
Fev13

Sónia Morais Santos: escrever com o coração


Sofia Serrano

Chama-se Sónia Morais Santos.
Nasceu e cresceu em Lisboa. Em pequena, dizia que queria ser jornalista e escritora. Brincava a fazer jornais e vendia-os na rua aos vizinhos. E também imaginava que fazia programas de rádio ao mexer nos muitos botões do seu - abria e fechava vias, dizia os noticiários e punha música.
A paixão pelo jornalismo não desapareceu quando cresceu, e licenciou-se em Ciências da Comunicação pela Universidade Autónoma de Lisboa. Durante o curso, fez um estágio na SIC e adorou. 
Começou a trabalhar como jornalista no Grupo Fórum, detentor da Forum Estudante e Fórum Ambiente, entre outros, onde fez alguns CD-Rom sobre os Castelos de Portugal e sobre os acontecimentos mais importantes de 1995. 
Saiu ao fim de algum tempo, depois de ter respondido a um anúncio para uma micro-empresa de Comunicação Social, de Pedro Rolo Duarte. Foi escolhida entre 600 candidatos. Diz que foi este momento que deu início a uma relação incrível e a oportunidades de trabalho em programas de televisão e rádio - e fez dupla com Pedro Rolo Duarte no seu programa da Comercial "Mundo de Aventuras". 



Quando Pedro Rolo Duarte foi convidado para lançar o novo suplemento do Diário de Notícias, foi convidada para fazer parte da equipa e aceitou. Diz que o DNA foi o sítio mais apaixonante para trabalhar: foi ali que cresceu, que fez entrevistas e grandes reportagens, que ganhou prémios de jornalismo. Quando o suplemento terminou, ficou integrada no Diário de Notícias, onde continuou a fazer reportagens.
Decidiu sair do Diário de Notícias para fundar a Time Out Lisboa. Em simultâneo, trabalhou na rádio, na Antena 1 : teve um programa com o professor Eduardo Sá e mais outros três a solo, "A Viagem da Cegonha", "Portugal dos Pequeninos" e "Nós Vencedores".
Quando a sua terceira filha nasceu, saíu da Time Out e tornou-se freelancer.
Actualmente escreve todas as semanas no Jornal de Notícias e na Notícias Magazine, tem uma rubrica mensal na Revista Pais & Filhos e outra nas Selecções do Reader´s Digest e escreve no seu blogue.
Começou o blogue quando estava na Time Out, desafiada pela Ana Garcia Martins ("A Pipoca Mais Doce"), com quem trabalhava. Sentia que como editora escrevia pouco. 
Nasceu assim o "Cocó na Fralda", um blogue com desabafos sobre as coisas dos miúdos e resolveu pôr-lhe este nome para que se percebesse que não era um baby-blogue no sentido tradicional, com uma mãe a elogiar loucamente as suas crias, pretendia mostrar o outro lado também.
Depois foi convidada para escrever o livro com o mesmo nome, que se tornou rapidamente um sucesso.

Diz que sempre adorou escrever. É uma paixão. Acha que quando escrevemos, temos sempre toda a nossa história atrás - nos dias que está mais nostálgica, os textos saem de uma maneira, se está mais voltada para o presente e para a vida boa que tem o privilégio de ter, saem prosas mais divertidas e soltas. E gosta acima de tudo de escrever reportagens.
Tem três filhos e nem sempre é fácil conciliar trabalho e família. Admite que há dias em que só lhe apetece fugir e outros em que tudo parece bem simples. Mas acima de tudo, sente que tem uma vida cheia e que todos os momentos são enriquecedores.
Se pudesse mudar alguma coisa na sua vida, gostava de fazer mais reportagens fortes. Diz que são essas que nos fazem pensar, nos mexem por dentro, que nos mudam. A imprensa está numa fase em que o que interessa são os assuntos "cool, trendy, fashion". Mas ela queria fazer menos textos light e engraçados. Queria fazer a diferença na vida das pessoas.
Daqui a 10 anos vê-se mãe de três adolescentes ( e isto assusta-a um bocadinho...) e a escrever. E espera estar com outro livro em mãos. Neste momento, está a escrever um. Aguardem que vai valer a pena!

Para seguir o Café, Canela & Chocolate no Facebook é aqui.





16
Fev13

Cozinhas charmosas


Sofia Serrano

O antigo está na moda. 
E remodelar, conservando o traço característico dá um toque de charme. 
A cozinha é um dos locais mais acolhedores da casa, onde acabamos por passar muito tempo. 
Entre refeições ou conversas ao café.
A fazer panquecas para os miúdos ao som da Norah Jones.

Inspirações aqui:












Para seguir o Café, Canela & Chocolate no Facebook é aqui.
15
Fev13

É hoje.


Sofia Serrano

Caíu um meteorito nos Montes Urais. 
Dizem que foi um meteorito, mas bem podemos estar perante uma invasão de ETs. 
E nem é preciso ser-se extraterrestre para perceber que as coisas não andam bem neste planeta e estamos a precisar de uma remodelação, um refreshing. Completo. E sem factura.
Pelo menos na AR já ouviram a música da mudança. A ver se ao jantar ainda se lembram da letra ou se continua tudo na mesma.
E na blogosfera mais um blog  a tornar-se num baby-blog potencial. Parabéns Pipoca! (sempre podes vir ao Café, Canela & Chocolate ver as dicas para as grávidas).

E o dia ainda não acabou. 
A ver vamos.









Para seguir o Café, Canela & Chocolate no facebook é aqui.

15
Fev13

Grávidas #11: contar os movimentos fetais


Sofia Serrano

Existem várias maneiras de percebermos se o bebé está bem, dentro do útero materno.
O médico pode fazer uma ecografia ou um CTG (cardiotocografia), dependendo da idade gestacional, mas uma boa maneira de a própria grávida controlar o bem-estar do feto é através da contagem dos movimentos do bebé.

A contagem dos movimentos fetais é um teste simples, realizado no 3º trimestre de gravidez. Permite à grávida conhecer o seu bebé e perceber quando há alterações no padrão dos movimentos - este pode ser um sinal de alerta e levar a uma intervenção e prevenção de potenciais problemas.
Sabemos que cada feto tem o seu próprio padrão de movimentos, em relação a comportamentos espontâneos e em resposta a estímulos.Por isso, é importante que cada grávida conheça o seu bebé.




Quando é que se começa a fazer contagem dos movimentos fetais?
Numa gravidez de baixo risco, às 35 semanas ( e se repararem, o livrinho da grávida tem lá o local para o registo).
Numa gravidez de alto risco, às 28 semanas.

Como é que a grávida deve avaliar os movimentos fetais:
- deitar-se de lado, de preferência para o lado esquerdo e notar os movimentos do feto
- é uma boa ideia fazer a contagem 1 vez por dia, na mesma altura do dia em que o bebé geralmente está activo, como por exemplo após as refeições, ou à noite
- anotar a hora do 1º e do 10º movimentos ( a maioria dos bebés demora menos de 30 minutos)
- atenção que o bebé pode estar a dormir (ou seja num ciclo de sono); neste caso, deve-se repetir a contagem

A maioria dos bebés saudáveis demora menos de 2 horas para realizar os 10 movimentos. Mas atenção que cada bebé é diferente e daí a importância da grávida conhecer o padrão de movimentos do seu bebé.

E o que fazer se houver diminuição dos movimentos fetais?
Deve-se recorrer à Urgência da Maternidade ou Hospital, ou contactar de imediato o Médico Assistente. Provavelmente será necessário avaliar o feto com uma ecografia e CTG.





A contagem dos movimentos fetais pode ajudar a grávida a manter uma gravidez saudável, proteger a saúde do bebé e a reduzir o risco de morte fetal.

Para seguir o Café, Canela & Chocolate no facebook é aqui.
14
Fev13

O amor aos 4 anos


Sofia Serrano

Véspera de São Valentim e mesmo na hora de ir para a cama, a M. lembra-se que precisa MESMO de fazer uma coisa.
A "coisa" era um desenho para oferecer ao namorado H. no dia seguinte. Lá esteve entretida a desenhar e depois pediu-me para lhe dizer como se escreviam as palavras "amizade" e "amor". E escreveu.
Hoje na escola, lá foi oferecer o desenho ao H.
Conversa dela: "H., fiz este desenho para ti. Olha, é a nossa casa no Brasil, onde vamos morar. É mesmo junto à praia, para lá podermos ir todos os dias!!! Gostas?"
Resposta do H. : um belo dum beijo na bochecha da M.

(educadoras e mãe derretidas com a conversa...e a morrerem de inveja por não serem convidadas para ir para o Brasil também!)


Para seguir o Café, Canela & Chocolate no facebook é aqui.
13
Fev13

In the mood for...London


Sofia Serrano

Hoje era daqueles dias em que me apetecia ir a Londres. 
Sentir o fresquinho. 
Comer croissants acabados de fazer. Ir ao London Eye.
Passar uma tarde no Museu de História Natural.
Comer noodles à beira do rio.
Ir a um pub comer nachos e beber um gin tónico.
Ir ver um musical.






Para seguir o Café, Canela & Chocolate no facebook é aqui.


12
Fev13

Multiusos


Sofia Serrano

Eu já sabia que um sling dava jeito.
Ou melhor, descobri depois de nascer o P. que realmente dá muito jeito para quem tem mais de um filho.
É óptimo para passear sem andar com a tralha toda atrás - e por tralha refiro-me a carrinho e acessórios, malas e malinhas e etc.
É fantástico para levar os dois miúdos para a escola - o mais pequeno vai a dormir no sling, quentinho, e a maior vai de mão dada (esta parte é muito importante para não acontecerem disparates). E ainda sobra uma mão para carregar as mochilas.
E quando os vou buscar ele vem no sling mas sentado, porque adora ir vendo tudo.
Mesmo com chuva, o sling dá um jeitão : guarda-chuva numa mão (gigante!), M. na outra e P. no sling.
E hoje descobri outra potencialidade:
quando temos a casa a precisar de limpeza e o mais pequeno a insistir que quer colo, nada como pô-lo ao colo, no sling, e continuar o trabalho!....Obrigada Maria Café, pela ajuda diária!

...e espreitem só alguns dos novos slings Maria Café!





Para seguir o Café, Canela & Chocolate no facebook é aqui. 
11
Fev13

Rita Tojal Quintela e a paixão pela fotografia


Sofia Serrano

Chama-se Rita Tojal Quintela.
Nasceu em Lisboa e cresceu entre a capital e São Pedro do Sul.
Tem uma paixão enorme por animais, cães em particular, e em pequena dizia que ia ser veterinária.
Acabou por tirar uma Licenciatura em Engenharia do Ambiente, mas decidiu também trilhar o caminho da fotografia. 
Na verdade, a paixão pela fotografia já era antiga: esteve sempre muito presente na sua vida, desde a infância - os seus pais adoravam e adoram fotografia, e todos os momentos marcantes da sua vida estão registados em películas.


Acabou por fazer um Curso Profissional de Fotografia e agora é Fotógrafa e Gestora de produto, e é ela que está por detrás do CV Love
O CV Love começou por ser uma forma de mostrar o seu trabalho num blog, e fazia sentido que os momentos que registava fossem o seu "curriculum do amor" - assim surgiu o nome do seu projecto.
Um projecto que cresceu e que está em constante evolução, que se transformou no viver de um sonho. 
Admite ser uma sortuda, por poder registar momentos únicos na vida das famílias, desde o casamento, a gravidez, a chegada de um bebé. Sente as pessoas que fotografa como amigas, e diz que o CV Love é uma família, que cresce todos os dias.
Espera poder chegar cada vez a mais famílias com a fotografia e também ajudar pais a fotografar filhos no dia-a-dia, para que a magia possa ser sempre registada.
E o seu trabalho é reconhecido: o CV Love ganhou recentemente o 1º prémio no Concurso Blog do ano de 2012, na categoria "Fotografia".



A sua inspiração vem das pessoas que fotografa, das suas relações e interacções, dos sorrisos e dos sentimentos que transparecem. 
Fotografa com uma Canon 5D Mark II, adorava fazer um upgrade para a III e diz que uma objectiva 50mm F1.2 a tornava uma mulher feliz.
Adora viajar, principalmente de avião. Adora ver o pôr-do-sol na praia. Gosta de decoração e de remodelar móveis antigos. E adora ler.
Se pudesse fotografar qualquer pessoa no Mundo, escolhia as mais importantes : o seu marido Bernardo, os seus irmãos, e o seu cão Balu. É ao marido e à família que agradece pelo sucesso do seu projecto.
E adorava fotografar na Provença Francesa em Maio, na altura em que os campos estão cheios de alfazema. Ou a Nova Zelândia, com os seus cenários naturais magníficos.

(fotos: Rita Quintela/ CV Love)

Podem saber mais sobre o CV Love aqui ou no facebook aqui.

Para seguir o Café, Canela & Chocolate no facebook é aqui.



10
Fev13

Grávidas #10: quando ir ao serviço de urgência


Sofia Serrano

Estar grávida pode ser uma experiência maravilhosa...ou nem tanto.
Na verdade, apesar de termos expectativas de uma gravidez fabulosa, e de a maioria das grávidas passar as 40 semanas lindamente, nem sempre as coisas correm bem, e há situações mais graves que outras.

É sempre boa ideia recorrer ao Serviço de Urgência do Hospital ou da Maternidade mais próximas se ocorrer algum do seguintes:

- dor abdominal forte
- perda de sangue por via vaginal
- perda de líquido amniótico
- dores de cabeça, dores de estômago ou visão turva
- vómitos intensos ou persistentes
- face, pálpebras e mãos inchadas ou aumento de peso súbito não relacionado com a alimentação
- diminuição dos movimentos fetais ( a grávida deve sentir o bebé mexer pelo menos 10 vezes, num período de 12 horas)
- pressão pélvica/dores nas costas/contracções antes das 37 semanas

Não vale a pena ficar à espera que qualquer uma destas situações passe, mais vale ir à Urgência e ter a certeza que está tudo bem com a grávida e feto.
Nalguns casos poderá ser necessário o internamento, noutros poderá ser só um susto.
Mas é muito importante estarmos todos alerta, e podemos fazer a diferença para termos mães e bebés saudáveis.
E mais vale a grávida ser cautelosa e mesmo que não tenha um dos sintomas atrás descritos, mas haja alguma coisa que a está a preocupar, deve contactar o seu médico assistente ou quem o substitua.
Para seguir o Café, Canela & Chocolate no facebook é aqui.
09
Fev13

Trabalho, Carnaval...e sonhos de Verão!


Sofia Serrano

A verdade é que tenho andado numa roda viva.
Os ordenados reduzem mas o trabalho não (apesar de se notar a olhos vistos a redução das grávidas que se traduz neste declive abrupto da taxa de natalidade). 
E isto de ter ficado sem aquela querida senhora que me vinha dar uma ajuda na limpeza transformou a casa num caos constante.
E claro,há brinquedos (a dobrar) em todos os cantos da casa - por isso ai de quem cá entre e se distraia sem pôr a tocar uma melodia do tipo "...na quinta do tio manel, ia,ia,ou!...".
Ah, já me esquecia do Carnaval!
Pois o bebé não se mascarou - não sou fã de os por de fatinho sem perceberem patavina do que se passa.
A M. já se vestiu de Capuchinho Vermelho e princesa - desta vez foi aquela ruiva da Disney do arco e flecha (acessórios que achei por bem não comprar, para segurança do pessoal cá de casa, da escolinha e de qualquer pessoa que passe por nós na rua!).
E eu só me mascarei mesmo de mãe atarefada - eu que até adoro o Carnaval e que ainda andei a pensar numa roupa gira para me mascarar, mas não tive mesmo tempo.

A conclusão é: férias e verão, cheguem depressa, please!!!

Esta semana espreitei a nova coleção Primavera/Verão da Maria Concha, que está muito gira, como sempre - e os meus olhos fixaram-se nos calções e fatos de banho, para o P. e a M., a condizer! E deixo-vos aqui um preview!
Digam lá se não são giros (e se não dá vontade de ir já para a praia?):
São os preferidos para a miúda e para o miúdo esta semana!
Para seguir o Café, Canela & Chocolate no facebook é aqui.



Os meus livros

Captura de ecrã 2016-09-20, às 20.46.51.png

capa_formato_real-04.jpg

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D