Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Café, Canela & Chocolate

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Café, Canela & Chocolate

21
Mai13

Prendinhas para as nossas crianças (no dia deles!)


Sofia Serrano

O dia da criança sem pre foi um dia especial para mim. Um dia bom. E agora que tenho as minhas crianças, quero que também tenham um dia especial. E um miminho, uma prendinha simpática, com significado.
Por isso, fui procurar algumas prendas que eu gostaria de receber se fosse miúda. E deixo-vos aqui as minhas sugestões: 




Boneca de papel Beatriz que vem acompanhada de 7 roupinhas + oferta de uma roupa surpresa, Lovelab






Cavalinho Céu, Carrossel




Ou então podem simplesmente dar aos vossos filhos um GRANDE beijo e um abraço muito apertadinho, e passar o dia com ele : na praia, no campo, no zoo, ir fazer um pic-nic, ir a uma quinta pedagógica, andar de bicicleta.... O que importa são os bons momentos!
Para seguir o Café, Canela & Chocolate no Facebook é aqui.

20
Mai13

Como eles crescem


Sofia Serrano

O mais pequeno:
...diz que não com a cabeça.
...consegue andar no escorrega da irmã (com ajuda!)
...salta na cama agarrado às grades enquanto ri às gargalhadas!
...aponta para tudo (para onde quer ir, para o que quer comer, para os brinquedos)
...dá beijinhos, muuuitos beijinhos!
...gatinha a alta velocidade, põe-se de pé, anda agarrado às coisas e às vezes larga as mãos
...diz "mãmã" muuiitas vezes
...adora jogos de encaixe e perceber como funcionam as coisas
...é doido por bolas, consegue atirar e agarrar bem uma e de pé tenta dar pontapés

A maior:
...é uma princesa linda, vaidosa, com argumento para tudo, esperta que só ela
...diz que quer ser médica e bailarina e já consegue adormecer sozinha.


Eles crescem num piscar de olhos. 



Para seguir o café, canela & Chocolate no Facebook é aqui.
19
Mai13

A Arte e a Ciência de Educar Crianças Felizes - no Algarve


Sofia Serrano

Pessoal do Algarve!
Quem é que ainda não se inscreveu para o Workshop "A Arte e a Ciência de Educar Crianças Felizes"?
Leiam aqui mais sobre a Magda (Mum´s The Boss), que está por detrás desta acção, que se dirige a pais e educadores, que querem saber mais sobre Parentalidade Positiva.
É já em Setembro, em Faro.
Vamos aprender muito! Quem alinha?
Mais informação aqui.




Para seguir o Café, Canela & Chocolate no facebook é aqui.
18
Mai13

Razões porque os meus miúdos só dormem uma noite completa lá para os 2 anos


Sofia Serrano

Não sei.
Mas aqui fica uma lista de potenciais razões:

1. Porque ADORAM a mãe e não aguentam estar mais de 3-4 horas sem colinho e mimos.
2. Porque a chucha se perdeu.
3. Porque os peluches os acordam.
4. Porque têm fome.
5. Porque têm sede.
6. Porque a chucha se perdeu outra vez.
7. Porque têm fome outra vez (ou não, mas o colinho é bom).
8. Porque a fralda deixou passar o xi-xi e têm de ser mudados (miúdos e cama) - e assim dá para ficarem na cama dos pais.
9. Porque querem ir para a cama dos pais.
10. Porque tiveram um pesadelo.
11. Porque está calor.
12. Porque está frio.
13. Porque a chucha se perdeu OUTRA vez.

Para seguir o Café, Canela & Chocolate no Facebook é aqui.
17
Mai13

Coisas que se aprendem quando nasce o segundo filho


Sofia Serrano

1. Que um brinquedo tão simples como uma torre de argolas, para um serve como pulseiras, para o outro serve como arma de arremesso.

2. Que os rapazes podem usar toalhas com bonecos rosa depois do banho e não lhes acontece nada.


3. Que quando são muito pequenos, se estão a dormir há 15 minutos e despertam ligeiramente, é má ideia fazer uma festa e pô-los bem acordadinhos - o melhor mesmo é tentar suavemente adormecê-los outra vez, para aprenderem a dormir boas sestas ( e nós podermos descansar!).


4. Que afinal há mais marcas de fraldas e de toalhitas para além das mais caras e que funcionam igualmente bem (depois de um primeiro que só usava Dodot, perdoem-me a publicidade, o segundo já rodou por todas as marcas existentes no mercado e confesso que os resultados são os mesmos: ensopam xixi e cocó, às vezes lá se tem de trocar a roupa, mas o balanço global para a carteira é melhor)(....correndo o risco de a Dodot nunca na vida me enviar amostras ou me convidar para eventos, mas a verdade é a verdade!)


5. Que assim que um bebé esfrega os olhos, é ir pô-lo a dormir ou  corre-se o risco da festa durar até às tantas.


6. Que cada filho tem um ritmo de crescimento e desenvolvimento próprio. E que nós não conseguimos deixar de fazer comparações, mesmo sabendo isto ( "a M. nasceu com x de peso, mas o P. pesou mais, espreita aí no boletim quanto tinha na primeira consulta no pediatra" ou " por esta altura a M. já dizia muita coisa...o P. só aponta!"...and so on)


7. Que as noites românticas vão ser (MUITO) provavelmente interrompidas umas 10 vezes (no mínimo) porque é EXACTAMENTE nessas alturas que se lembram de perder a chucha, enfiar um pé numa grade da cama, tossir, destapar, que têm sede, que têm xi-xi, que têm pesadelos ou que querem ir para a cama dos pais.


8. Que o amor pelos filhos é incondicional e enorme. GIGANTE. E que quando pensávamos que nunca conseguiríamos amar mais nenhum como amávamos o primeiro, eis que o amor se multiplica.






15
Mai13

A nossa família (pela M.)


Sofia Serrano


A M. desenhou a nossa família, há uns dias atrás.
Só para perceberem, ela é a da esquerda, a rosa e com caracóis e ao lado está o mano P. Ela diz que o tentou desenhar ao colo dela, mas era difícil, por isso desenhou-o um bocadinho mais crescido, ao lado dela!
Depois eu sou a verde dos cabelos compridos (talvez por ser do Sporting?hum?) e finalmente o pai R. Já lhe expliquei que era mais bonito fazer-nos umas barrigas mais magrinhas (para podermos continuar no chocolate sem preocupações!). Uma foto de família para recordar! :)

Um Feliz Dia da Família para todos!

Para seguir o Café, Canela & Chocolate no facebook é aqui.
14
Mai13

Angelina Jolie e a coragem


Sofia Serrano

A fabulosa Angelina Jolie, mãe de 6 filhos, casada com o fantástico Brad Pitt, fez hoje uma revelação: que se submeteu a uma dupla mastectomia profilática, depois de ter descoberto que tem uma mutação no gene BCRA-1, um gene que regula a proliferação celular e cujas mutações predispõem ao desenvolvimento de cancro da mama e do ovário. A mãe faleceu de cancro da mama, depois de 10 anos de tratamentos e Angelina quis mudar o seu destino. Um acto de coragem, com o apoio do marido, para ver crescer os seus seis filhos.
A genética é um assunto complicado - genes e ambiente concorrem no aparecimento de doenças e tudo acaba por se resumir a probabilidades. Mas uma mãe sabe que fará tudo para ver o seu filho crescer, para o proteger, para o ajudar a ser uma boa pessoa. A Angelina Jolie demonstrou que é mais que uma cara bonita e que é uma mulher de fibra.



O que ela escreveu:

“A minha mãe lutou contra o cancro (de mama) durante quase uma década e morreu com 56 anos. Viveu o suficiente para conhecer o seu primeiro neto e para o segurar nos seus braços. Mas os meus outros filhos nunca tiveram a hipótese de a conhecer e de saber o quão amável e ternurenta ela era.
“Falamos muitas vezes sobre a ‘mamã da mamã’ e tenho sempre dificuldade em lhes explicar a doença que a roubou à sua família. Perguntaram-me se o mesmo me poderia acontecer a mim. Respondi-lhes sempre que não se preocupassem, mas a verdade é que tenho em mim um gene, BRCA1, que aumenta consideravelmente o meu risco de desenvolver cancro de mama e de ovário.
“Os meus médicos estimam que eu tenha 87 por cento de risco de sofrer de cancro de mama e 50 por cento de risco de cancro de ovário, embora o risco seja diferente para cada mulher.
“Apenas uma percentagem dos cancros de mama resultam de um gene hereditário. As mulheres que possuem o gene BRCA1 têm, em média, 65 por cento de risco de o contrair.
“Quando tomei conhecimento de que esta era a minha realidade, decidi ser proactiva e minimizar o risco o máximo que conseguisse. Tomei a decisão de fazer uma dupla mastectomia preventiva. Comecei pelo peito, uma vez que o risco de cancro de mama é maior do que o de ovário, e a cirurgia é também mais complexa.
“No dia 27 de abril finalizei os três meses de procedimentos médicos que as mastectomias envolvem. Durante este tempo consegui manter o assunto privado e continuar com o meu trabalho.
“Decidi escrever agora sobre o assunto porque espero que outras mulheres possam beneficiar da minha experiência. Cancro ainda é uma palavra que produz muito medo no coração das pessoas e que nos transmite uma enorme sensação de impotência. Hoje em dia é possível, através de um teste sanguíneo, saber quais são as suas hipóteses de vir a sofrer de cancro de mama ou de ovário e tomar medidas preventivas.
“O meu processo começou no dia 2 de fevereiro com um procedimento conhecido como ‘atraso do mamilo’, que exclui a hipótese de doença nos ductos mamários por detrás do mamilo com uma irrigação sanguínea extra dessa zona. É um procedimento que causa alguma dor e muitos hematomas mas que aumenta consideravelmente a hipótese de salvar o mamilo.
“Duas semanas mais tarde fiz a cirurgia que envolveu a remoção do tecido mamário e a colocação de implantes temporários no seu lugar. A operação pode demorar cerca de oito horas. Acordamos com tubos e drenos nas mamas. Parece que estamos numa cena de um filme de ficção científica. Mas alguns dias após a cirurgia podemos voltar à nossa vida normal.
“Nove semanas mais tarde, completei o processo cirúrgico com a reconstrução total da mama, através da colocação de implantes. Nos últimos anos existiu um enorme desenvolvimento nesta área e os resultados são magníficos.
“Quis escrever este texto para explicar a todas as mulheres que a decisão de me submeter a uma dupla mastectomia não foi fácil. Mas é uma decisão com a qual estou muito feliz. As minhas hipóteses de vir a desenvolver cancro de mama baixaram de 87 para 5 por cento. Já posso dizer aos meus filhos que não precisam de ter medo de perder para o cancro de mama.
“Naturalmente que nunca os deixei ver nada que os pudesse deixar desconfortáveis ou perturbados. No máximo podem ver algumas pequenas cicatrizes e nada mais. Em tudo o resto sou apenas a mamã, como sempre fui. E sabem que eu os amo mais do que tudo e que tudo farei para estar junto deles o máximo de tempo que me seja possível. Como nota pessoal, posso garantir que não me sinto menos mulher agora do que antes. Sinto-me mais fortalecida por ter tomado uma decisão importante que em nada diminuiu a minha feminilidade.
“Tenho a sorte de ter ao meu lado um companheiro, Brad Pitt, que me ama e me apoiou em tudo. Para os homens que têm uma esposa ou namorada a passar por este processo, saibam que são verdadeiramente importantes durante esta transição. Brad esteve comigo no Pink Lotus Breast Cancer, onde fui tratada, até minutos antes de todas as cirurgias. Conseguimos de alguma forma encontrar uma maneira de rir juntos. Sabíamos que estávamos a fazer o que era melhor para a nossa família e que isso nos uniria mais ainda. E uniu.
“Para as mulheres que lerem este texto, espero que ajude o facto de saberem que podem fazer as vossas escolhas. Gostava de encorajar todas as mulheres, especialmente as que têm antecedentes de cancro de mama ou de ovário nas suas famílias, a procurarem ajuda médica e informação que vos possam guiar neste aspeto da vossa vida e informar-vos sobre as vossas opções.
“Quero que saibam que existem muitos médicos de medicinas não convencionais, maravilhosos, que trabalham diariamente em alternativas às cirurgias. O meu processo será colocado no site do Pink Lotus Breast Cancer. Espero que seja inspirador para outras mulheres.
“(…) Escolhi divulgar a minha história porque sei que existem muitas mulheres que não sabem que vivem sob a ameaça e a sombra do cancro. A minha esperança é que todas elas tenham a possibilidade de fazer o teste genético e que no caso de risco elevado de cancro saibam quais são as suas opções.
“A vida apresenta-nos muitos desafios. Os que não nos devem assustar são aqueles que podemos assumir e controlar”.
13
Mai13

Magda e a Parentalidade Positiva


Sofia Serrano

Chama-se Magda.
Nasceu e cresceu no Porto. Desde pequena, sempre quis estar ligada ao ensino e comunicação. 
Lembra-se de escrever uma redação na escola, onde dizia que quando fosse grande, queria ser professora. Mas em casa, brincava a apresentar o noticiário e adorava ler o jornal. 
Crescia com ela a capacidade de ensinar, mas também a necessidade de estar sempre à procura de coisas novas e de saber o porquê das coisas.
Acabou por se dedicar à Área de Recursos Humanos e, a par disso, tornou-se coach parental, formadora nas áreas da Educação e Parentalidade Positiva, Felicidade e Entusiasmo, Liderança e Comunicação. 



Ouviu falar pela primeira vez em Parentalidade Postitiva quando começou a pensar na hipótese de ter filhos.  Ao trabalhar na área comportamental , sabia que comportamento gera comportamento, por isso sabia que podia ajudar os filhos a serem mais felizes. E começou a estudar o tema de forma mais profunda. 
Ficou completamente absorvida e nunca mais parou. Fez cursos, leu livros, criou um blogue e um site para partilhar ideias e divulgar o seu trabalho. 
O Mum´s The Boss e o site www.parentalidadepositiva.com surgiram do gosto pela escrita, da necessidade e desejo de deixar o mundo melhor. 
O lema é "A mão que embala o berço é a mão que embala o mundo", a célebre frase de Roosevelt. Neles, procura inspirar os pais para a sua missão enquanto educadores, para deixar um mundo com pessoas mais sãs e melhores. Porque educar pela positiva e para a felicidade é um trabalho muito sério e é estar a criar futuros adultos que não vão complicar, que vão procurar fazer o bem e, com uma boa auto-estima vão ser emocionalmente inteligentes e farão as melhores escolhas na sua vida. É este o seu desejo na vida: conseguir ajudar os pais a educar adultos assim.
Diz que a maternidade não lhe mudou a perspectiva do que era educar um filho, mas veio confirmar que é um grande desafio e que a nossa responsabilidade é imensa. Não tem uma inspiração definida nem uma tendência nesta missão: vai pelo bom senso e vai construindo a sua Educação e Parentalidade Positiva. Diz que os americanos escrevem muito sobre isto mas nem tudo é bom - há alguma permissividade, alguma falta de firmeza, com medo de se ferir os miúdos ou mesmo causar traumas. Como em tudo na vida, há um meio termo. E, como em tudo na vida, há consequências. E os pais também têm (mais do que ) o direito de se passarem com os filhos, de mandarem dois berros e dizerem ‘basta’. Mas há algumas correntes que dizem ‘ai meu deus, não!’ - e por isso,  lê de tudo e constrói a sua inspiração. No seu blogue, tem uma área só sobre livros que recomenda para inspirar pais e mães no seu papel - destaca o Livro das Birras, do Dr. Mário Cordeiro, uma excelente ajuda para todos os pais, porque mostra o outro lado da birra.



A par da sua actividade profissional, é mãe de dois filhos - e com dois tem de ser mais organizada (apesar de admitir que o segundo vem provar que os filhos não são de vidro!), mas tem a sorte de ter a ajuda da mãe que a apoia muito.
Adora começar o dia a tomar o pequeno almoço com calma. Adora escrever no blogue e a adrenalina que lhe provoca quando sai uma coisa gira. Gosta de ficar no miminho com os seus filhos. Gosta de lhes colocar questões. Gosta de tomar o seu café buondi. E gosta de ler. Gosta de estar com a  mãe, do olhar cúmplice que ela e o marido têm quando os miúdos fazem coisas giras. Sente que a felicidade está nas pequenas coisas.
O seu objectivo é mesmo continuar a inspirar os pais e todos os que lidam com crianças, todos os dias, para o seu papel de educadores. E quer chegar cada vez mais perto, cada vez mais longe. Porque é fundamental que possamos deixar um mundo melhor do que este!

E o Café, Canela & Chocolate desafiou a Magda a deixar três conselhos fundamentais para um casal que vai ter um filho:

- Ensinem o bebé a dormir (é uma aprendizagem que se vai revelar fundamental para o bem-estar de uma família).
- Namorem muito – sem o bebé por perto e tenham ‘adult time’ todos os dias!
- Se não souberem, peçam ajuda. Ninguém nasce ensinado e não é suposto sabermos tudo sobre a educação dos filhos. Não só é um alívio poder falar sobre estas coisas com alguém que entende, como é importante que saibam que são os pais que solucionam muitas das coisas, na vida dos filhos, com um pouco de orientação.

Para saberem mais sobre a Magda e a parentalidade positiva espreitem o blogue Mum´s The Boss, o site 
www.parentalidadepositiva.com e não deixem de ir aos Workshops sobre A Arte e a Ciência de Educar Crianças Felizes em Lisboa (8 e 9 de Junho), no Porto (29 e 30 de Junho) e em Faro (Setembro).

Para seguir o Café, Canela & Chocolate no facebook é aqui.

Os meus livros

Captura de ecrã 2016-09-20, às 20.46.51.png

capa_formato_real-04.jpg

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.