Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Café, Canela & Chocolate

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Café, Canela & Chocolate

30
Mai14

As dúvidas que todas as mães têm


Sofia Serrano

Achava eu que, por ser médica, não ia ter (quase) dúvidas nenhumas em relação a bebés. Ou melhor, que ia ter muito poucas dúvidas em relação a como criar um filho. Afinal de contas, andei a estudar MUITOS anos e a trabalhar outros tantos neste universo de grávidas e bebés.
Nada mais errado.
Desde que eles nasceram, que, de repente, parece que esqueci tudo o que aprendi.
Com os meus filhos, sou mesmo só mãe - carregadinha de dúvidas, como todas as outras mães. Que de repente tem um pequeno ser, apaixonante e maravilhoso, à sua responsabilidade. 


E agora? 


Como é que se dá banho? Como é que é a alimentação naqueles primeiros anos de vida (que se sabe agora que são fundamentais para o seu desenvolvimento futuro)? Será que o que comemos durante a amamentação influencia o nosso bebé? Começa-se pela papa ou pela sopa na introdução de sólidos? 

Estas e muitas mais dúvidas surgiam-me todos os dias.

E é sempre bom colocá-las a alguém que nos ajude a orientar tudo da melhor forma. O pediatra dos meus filhos foi fundamental, mas muitas vezes também é bom conversar com nutricionistas, que nos podem esclarecer dúvidas específicas e aconselhar, ou mesmo com outras mães, para trocar experiências. Porque na verdade, cada filho é uma experiência diferente, como eu própria tenho verificado com a M. e com o P.

Por isso, é com imenso prazer que vou participar num Workshop sobre Nutrição Infantil do Clube Aptababy com a Tânia Ribas de Oliveira (uma mãe super-simpática que todos conhecem, e também escreve no blog "O Nosso T2"), que vai contar com uma dietista especializada, para esclarecer as nossas dúvidas de mãe. Vamos conversar, trocar experiências e responder a dúvidas on-line, tudo num Workshop online, no dia 3 de junho às 16h30.


Por isso, não se esqueçam de ligar o computador neste dia, em http://aptababy.sapo.pt/ e participar nesta conversa de mães, para todas aprendermos mais um pouco sobre nutrição infantil.




http://aptababy.sapo.pt




28
Mai14

Os must-have para o Verão (II) : miúdas giras


Sofia Serrano

Gosto de a ver com roupa descontraída, num estilo entre o cool e o clássico.As echarpes e os chapéus de palha são acessórios incontornáveis desta estação e dão um toque final.
E adoro os fatos de banho Castelos nas Nuvens, que trazem de volta um estilo vintage para elas, cheio de glamour.
(e claro, não há volta a dar: as pulseiras de elásticos são um acessório must-have!)
Estas são algumas das escolhas para este Verão para as nossas meninas andarem cheias de estilo:

1- Fatos de banho Castelos nas Nuvens
2 - Macaco Zara
3 - Calções My mini & me
4 - Lenço Zara
5 - Pulseiras de elásticos (feitas por elas)
6 - Chapéu Zara 
7 - Sandálias Zara
8 - Vestido Felicia much
9 - Macacão Cherry Papaya
25
Mai14

Os "must-have" para o Verão (I): mães com pinta


Sofia Serrano

A Pumpkin desafiou-me a fazer uma selecção das minhas peças preferidas para este Verão - para mães e filhos. 
Deixo-vos aqui neste primeiro post a sugestão das peças-chave para mãe com pinta em tempo quente, uma mistura de peças étnica e vintage, com as cores do verão, para aproveitarmos ao máximo esta estação.

1- Macaco My mini &me
2- Bikini vintage edição limitada Berska
3- Calções Springfield
4 - Clutch Suuim
5 - Túnica de linho Zara
6- Colar Summer Alameda Turquesa
7- Chapéu Springfield
8 - Sandálias rasas étnicas Zara
9 - Aftersun shimmering tan enhancer Avon
23
Mai14

Os truques para deixar a pele das nossas crianças perfeita


Sofia Serrano

Antes de eles nascerem, procuramos informar-nos sobre os melhores produtos para a pele do bebé. Falamos com amigos ou com o pediatra e acabamos por escolher uma marca que nos recomendam (mas andamos sempre um bocadinho à toa). Na realidade acabamos por verificar que nem todas são boas para a pele do NOSSO bebé.
Cá por casa, acabei por comprar inicialmente produtos de uma das marcas mais conhecidas para bebés e crianças - mas os dois fizeram alergia à tal marca (têm tendência a ter pele atópica), e tive de ir procurando outras alternativas, até encontrar os produtos ideais - e com um preço simpático, que nos dias que correm é fundamental.


Quer para a M. que tem 5 anos, quer para o P, de 23 meses uso os produtos Corine de Farme (e para nós também tem cremes fantásticos, sem parabenos, mas essas dicas ficam para um próximo post).
São produtos formulados a partir de ingredientes de origem natural, especialmente para a pele frágil e delicada dos bebés. Têm um cheirinho fantástico, uma textura suave, não secam a pele e ficam com a pele super macia.




Cá por casa, os truques para ter miúdos bem cheirosos e com pele suave são estes:

- banho com Gel de Banho Corine de Farme, hipoalergénico, com um ligeiro perfume, excelente para peles secas e sensíveis. Ficam com aquele cheirinho bom a bebé.

- espuma de banho Corine de Farme. Eles ADORAM tomar banho e se pudessem passavam horas na banheira a brincar (como todos os miúdos). Levam uma carrada de brinquedos e ficam lá entre a espuma, tempo sem fim. Esta espuma não irrita os olhos, por isso é segura nas batalhas de água! (a probabilidade de a casa de banho toda se transformar numa piscina e o corredor no rio Tejo é elevada)

- leite hidratante Corine de Farme para depois do banho (e sempre que for preciso hidratar a pele dos mais pequenos). É excelente para o rosto e corpo. A pele fica super suave e com um cheirinho bom ( e confesso que também uso muitas vezes).


E agora vamos às boas novidades: como o Dia Da Criança está aí a chegar, o Café, Canela & Chocolate e a Corine de Farme têm um cabaz com este produtos - Gel de Banho ultraprotector cold cream vegetal 500ml, Espuma de Banho suave 500ml, Leite Hidratante Rosto e Corpo 500ml e ainda Toalhitas Sensitive Calêndula Bio (para a muda da fralda ou sempre que seja preciso limpar os mais pequenos) para oferecer.

Como é que se podem habilitar a ganhar este cabaz?
É muito fácil. Basta deixarem aqui no blog em comentários, uma frase que envolva as palavras "Corine de Farme" e "Café, Canela & Chocolate". A frase mais criativa ganha estes fantásticos produtos.
Podem participar até dia 1 de Junho.
Boa sorte!





21
Mai14

10 dicas para quem quer começar a correr


Sofia Serrano

O calor está a chegar e quem se descuidou nos últimos meses está a entrar em modo "ai-meu-deus-que-tenho-de-fazer-dieta-e-ir-para-o-ginásio"!
Para quem quer perder peso e melhorar a condição física, uma boa opção é começar a correr. A corrida é o desporto da moda - é barato, pode ser feito em qualquer lugar e a qualquer hora do dia, ajuda a emagrecer e faz bem ao coração.
Eu confesso que nunca fui grande fã de corrida - mas nos últimos tempos, correr tem-se tornado um vício progressivo e quando não consigo ir dar uma corrida de madrugada, já sinto que me falta qualquer coisa.



Ficam aqui 10 dicas para quem está a pensar em começar a correr:

1. Falem com o vosso médico: antes de iniciar qualquer tipo de desporto, é fundamental fazer um check-up, para ter a certeza que estão preparados para correr.


2. Invistam em equipamento adequado: é fundamental ter uns ténis adaptados para a corrida, se queremos fazer desporto regularmente. Parece mais fácil calçar aqueles velhos ténis que temos no armário, mas podemos prejudicar as articulações e promover lesões. Os ténis ideais diminuem o impacto sobre as articulações e dão o conforto necessário para a corrida. Para além disso, um medidor da frequência cardíaca pode ser importante e invistam em vestuário confortável e adequado à temperatura. Eu também acabei por comprar uma braçadeira para pôr o telemóvel. Ficam aqui algumas ideias, que podem encontrar na Decathlon (a minha loja preferida para tudo o que é desporto, pela excelente relação qualidade-preço):


1-T-shirt de corrida Kalenji; 2-Calções Nike; 3-Soutien Cardio Kalenji (com cardiofrequencímetro); 4-Ténis Kalenji ; 5-Corsários de corrida Kalenji  ; 6-Mobile connect Geonaute para iPhone 7-Top de corrida Kalenji; 8-Braçadeira para Smartphone (e podem testar combinar várias peças aqui)


3. Começar a correr com calma: não adianta exagerar no primeiro dia. O ideal para ganhar resistência e melhorar a condição física é começar por caminhadas que vão evoluindo progressivamente para corridas de 20 a 30 minutos sem parar. Para quem não está habituado a praticar desporto, é uma boa ideia começar com treinos de 2 a 3 vezes por semana e ir aumentando aos poucos o tempo de cada uma das sessões, até aos 60 minutos.

4. Evitem as horas de calor: para treinar, o ideal é escolher uma altura do dia com temperatura amena e menor incidência do sol. O início da manhã e o fim da tarde são boas opções no verão. É também importante usar roupa clara e leve, que não absorva o calor. Se for de todo impossível treinar neste tipo de horário, o melhor é optar por correr na passadeira no ginásio.

5. Escolham parques e locais com sombra para treinar, se possível. Sabe sempre melhor correr em locais bonitos, como à beira Tejo.

6. Mantenham a postura: olhar para a frente é fundamental, com o tronco direito e os ombros relaxados.E mexer os braços de acordo com o ritmo da corrida ajuda a diminuir o impacto nas articulações e a manter o equilíbrio.

7. Respirar adequadamente: os treinadores recomendam deixar a boca entreaberta nos primeiros treinos, para o organismo conseguir obter o oxigénio adequado. A respiração curta e superficial e ao ritmo da corrida é a mais adequada.

8. Beber água e comer antes do exercício : a água ajuda o organismo a funcionar adequadamente, e deve-se evitar correr de estômago vazio, porque se favorece a perda de massa muscular.

9. Ouvir música : uma playlist com as nossas músicas preferidas ( aceleradas e com ritmo animado) motiva e é uma óptima companhia para o treino.

10. Ir acrescentando pequenas subidas ao treino: as subidas vão ajudar a aumentar a resistência física.


Vamos treinar?
Eu estou a correr 3 vezes por semanas, a tentar aumentar progressivamente o tempo e as subidas, e depois vou 2 dias ao ginásio para fazer um treino muscular que complemente a corrida.

E gostava muito que no dia 6 de Julho se juntassem à equipa Café, Canela & Chocolate para correr os 10Km UNICEF, em Lisboa! Quem quiser fazer parte da equipa, envie mail para msofiaserrano@gmail.com
Boas corridas!







18
Mai14

7 coisas que nunca pensaríamos estar a fazer aos 30 e tal


Sofia Serrano

Os trintas pareciam imensamente distantes há uns tempos atrás - e agora já avisto os 40. Mas sinceramente, nunca imaginei que estas coisas se passassem nesta idade:

1. Levantarmo-nos cedo. Para CORRER. Nunca imaginaria que me ia dar para isto. E ainda para mais, levantar-me às 6 da manhã, correr e GOSTAR.


2. Repetir as frases que as nossas mães nos diziam. Aquelas que eu jurava mentalmente que nunca iria dizer. E que são exactamente as que acabo por dizer aos meus filhos (reconhecendo agora que ela tinha tanta razão!)


3. Gostarmos de beber vinho tinto - e não vodka com sumo de laranja ou algo do género. Aquela bebida que achávamos que era de adultos, mas que nós nunca iríamos gostar.


4. Ter um grupo fabuloso e muito especial de amigas - na internet. Falar com elas todos os dias e sentir que estão a tomar café comigo aqui, mas estarmos a muitos kms de distância, até em países diferentes.


5. Gostarmos de dormir a sesta. Sim, curiosamente, aquela coisa que evitámos durante tantos anos (porque havia tanta coisa gira para se fazer!), parece ser um dos momentos de prazer da vida adulta.


6. Podermos sair à noite e preferirmos ficar em casa - a descansar. Eu juro que nunca pensei que me ia apetecer ficar a ver um filme no sofá da sala ou ir dormir mais cedo em vez de passar a noite num bar com uns amigos ou na discoteca. Mas esta coisa de se ser adulto com responsabilidade dá conta de nós e o descanso é bem vindo.


7. Termos mil-e-uma-dúvidas sobre maternidade e como sermos bons pais. Achava que nos trintas, seríamos adultos completamente informados e esclarecidos sobre todos os assuntos. Errado. E esta coisa de sermos pais dá pano para mangas. Talvez lá para os trintas deles sejamos pais mais entendidos.












16
Mai14

A aventura do desfralde


Sofia Serrano

Quando chega o tempo quente, é certo e sabido que há um grupo de pais que se prepara para uma das aventuras mais complexas da história da parentalidade: convencer aquelas pequenas e fofas criaturas (às quais passámos os últimos meses/anos a mudar fraldas) que está na altura de se tornarem civilizados e passarem a usar o wc, como o resto da família.
Ora bem, há coisas fundamentais a saber antes de embarcar nesta fase da vida:

1.É preciso contar com os acidentes. Mesmo que o nosso filho seja o mais fabuloso, inteligente e fantásticos, nesta coisa do desfralde há SEMPRE acidentes (que podem ser mais ou menos embaraçosos, principalmente para nós).

2. Ir às compras com eles - e escolher as cuecas que eles adoram. Se querem bonecada, seja bonecada (vim carregada de cuecas do Faísca, como se esperava). E sempre tenho o argumento de "não faças xixi no Faísca!".


3. É fundamental garantir que existe uma esfregona (resistente) e balde em casa, para além de um stock significativo de detergente antibacterianao para o chão - mesmo o mais preparado dos miúdos se distrai a brincar com a irmã ou a correr com os primos e os "presentes" acabam espalhados no chão da sala.


4. É boa ideia tornar TODA a casa numa superfície potencialmente lavável - ou seja, retirar tudo o que é tapetes, cobrir sofás de tecido e em particular aquelas peças que adoramos e que podem ficar irremediavelmente estragadas em poucos segundos.

5. Pensar em investir num stock significativo de resguardos - para a cama, para a cadeirinha do carro, para quando vai dormir a casa da avó...Dá menos trabalho mudar um resguardo que ter de lavar a cadeira do carro ou mudar a cama a meio da noite.


6. Delinear um plano e não desistir. Cá por casa somos apologistas de tirar fralda de dia e de noite, tudo ao mesmo tempo. Em conjunto com a escola, que já tem uma rotina de idas à casa de banho. Com a M. resultou bem, e não houve confusões do tipo "agora posso fazer na fralda, agora não posso fazer...". Com o P. também estamos a fazer o mesmo e está a correr bem.


7. Nos dias de desespero (naquelas alturas em que há uma série de acidentes de seguida), pensar que todos os miúdos chegam lá - com mais ou menos acidentes. E que vamos poupar uma pequena fortuna em fraldas. E que eles estão a ficar crescidos (sniff!).




15
Mai14

Desafio: vamos correr 10 km com a UNICEF?


Sofia Serrano

A UNICEF lançou-me um desafio: organizar uma equipa com o nome do blog ( a equipa Café, Canela & Chocolate!) para participar na corrida UNICEF deste ano (10 km a correr ou 3 a caminhar), que reverte em 100% para as crianças em perigo de vida nas zonas onde a UNICEF tem intervenção directa.
Cada Ingresso custa 14€ e inclui uma camisola técnica da PUMA, um dorsal com o logo do blog, água, entre outros mimos. 

A prova será em Lisboa, com partida na Praça dos Restauradores, no dia 6 de Julho, pelas 9h, e zona de chegadas em Entrecampos.

Foi assim o ano passado:


Quem alinha?
Mandem-me mail se quiserem participar para msofiaserrano@gmail.com
Nós vamos!
14
Mai14

Mães e filhas iguais (as celebridades)


Sofia Serrano

Desde que nascem queremos logo saber: com quem é que são parecidos? E toda a gente dá palpites. No meu caso, não há grande volta a dar: eu acho que os dois são a fotocópias do pai, ela versão feminina, claro está (esta coisa da genética é tramada, andamos nós 40 semanas ou mais com eles na barriga e são iguais ao pai). Depois há quem diga que ela tem o meu sorriso, ou que ele talvez seja um bocadinho mais parecido com a mãe.
Eu acho-os lindos (porque são meus, e todas as mães pensarão assim dos seus), mas de facto não são iguais à mãe, como os exemplares que se seguem:

Cindy Crawford, de 48 anos, e a filha Kaia de 12 anos. Giríssimas as duas, a miúdo uma futura top model, certamente.


Uma Thurman, de 44 anos e a filha Maya de 15 anos, muito, muito parecidas e ambas lindas.


Julianne Moore, de 53 anos e a filha Liv de 12 anos. O cabelo ruivo passou de mãe para filha.


Iguais! Thiffani Thiessen, 40 anos e a filha de 3 anos Harper.


Sim, a clonagem é uma realidade. Kim Basinger (60 anos!) e a filha de 18 anos Ireland Baldwin.


Heather Locklear, 52 anos (vou-me lembrar sempre dela como a vilã do Melrose Place) e a filha-fotocópia-para-sorte-dela, Ava de 16 anos.


Reeese Whitherspoon e a filha (que podia quase ser irmã gémea) Ava, de  14 anos.

Também há fotocópias aí por casa?
Mais aqui.



12
Mai14

Negócio da china: as pulseiras de elásticos.


Sofia Serrano

A febre das pulseiras estende-se aos pulsos, tornozelos, pescoços e dedos de tudo o que é criançada, independentemente da idade ou do sexo. E pai e mãe que se prezem têm de andar de pulseira de elásticos no pulso (eu confesso, sou uma dessas mães).

 (sim, a minha filha anda carregadinha destas coisas, estes pés são só uma pequena amostra)

Coisas boas: a técnica de fazer pulseiras com os dedos é coisa para desenvolver a motricidade fina da miudagem. E deixam finalmente de querer estar horas a olhar para o televisor ou para o computador. Até os rapazes entraram nesta moda de "crochetar" elásticos. E até há cores giras, e as mães aproveitam para fazer uma boa colecção de pulseiras para o verão.

Coisas más: os chineses estão a enriquecer brutalmente. Se fossem os portugueses a vender elásticos e a lançar esta moda, estaríamos agora perto de poder aumentar todos os funcionários públicos e reduzir o IVA. Ah, e o meu filho, na tentativa de imitar a irmã a fazer pulseiras, coloca camadas de elásticos em todos os dedos e pulsos, correndo o risco de ficar todo roxo após alguns minutos.
(e também não é divertido andar a apanhar cerca de 2 milhões de elásticos quando o mais pequeno resolve esvaziar as caixas de elásticos pela casa).


Bom, cá por casa está montado um autêntico negócio da china, com fabrico acelerado de pulseiras para dar e vender. Toda a gente da família já teve direito a ter uma (ou mais pulseiras).
E de repente, é romântico termos os dois (eu e o R.) pulseiras de elásticos feitos pelos miúdos.





Pág. 1/2

Os meus livros

Captura de ecrã 2016-09-20, às 20.46.51.png

capa_formato_real-04.jpg

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D