Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Café, Canela & Chocolate

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Café, Canela & Chocolate

16
Jun14

Coisas que se passam quando se vê um jogo da selecção com os miúdos


Sofia Serrano

1. É preciso explicar que Portugal (a nossa equipa) vai jogar com a  Alemanha (os meninos altos e loiros) num sítio muito longe para ver se ganha uma Taça. ("Mãe, para que é que querem uma taça? Para comerem os cereais de manhã?")

2. As equipas entram em campo. Começam os hinos. Lá explico que o nosso hino é "A Portuguesa". Não percebem porque é que vamos marchar contra os canhões, mas ficam a gritar "Portugal, Portugal!" em grande entusiasmo.

3. Começa o jogo. O mais pequeno fica vidrado no ecrã da televisão. A maior procura o Cristiano Ronaldo e dá-lhe beijos quando aparece no ecrã (e eu nem fazia ideia que ela sabia quem era o Cristiano Ronaldo!).

4. A Alemanha domina o jogo, mas continuamos a gritar "Portugal, Portugal!"

5. Hugo Almeida lesiona-se. O mais pequeno fica preocupado com o "dói-dói". Pior ainda quando ele sai do relvado e não volta a jogar. Agora, todo o jogo que implique contacto físico entre os jogadores fazem com que o P. grite "Ai o dói-dói!!!!! Cuidado!!"

6. Apesar de gritarem "Portugal, Portugal!", estamos a perder. A mãe fica com a sensação que os nossos "meninos de ouro" foram ao Brasil ver as vistas e beber água de côco, mas mantem-se firme no entusiasmo.

7. O Pepe arma-se em miúdo de 5 anos. A miúda de 5 anos cá de casa explica-lhe, via TV, que aquilo não se faz. Mesmo que Portugal não ganhe, pelo menos eles aprendem qualquer coisa. Ficamos com 10 e toda a gente pensa em mandar o Pepe para a Antártida (mais uma vez).

8. A miúda desiste daquilo e vai fazer desenhos. O mais pequeno continua colado ao ecrã, e quando é intervalo pede "Mais Portugal, mãe!"

9. O regresso aos relvados não corre bem. Ao fim de algum tempo, o P. diz "Adeus Portugal! Mãe, o RUCA!!! O P. quer Ruca!" (entretanto passa o tempo a simular a lesão do Hugo Almeida)

10. O pai chega a casa. O P. explica que Portugal "tem dói-dói". E está tudo dito.

11. Vamos fazer uma pizza em família. Portugal perdeu 4-0 e só consigo explicar isto como fazendo parte do acordo com a Troika. (rezo para que o Figo puxe as orelhas aos meninos da selecção para não voltarmos para casa no mesmo avião que a Espanha)



15
Jun14

A festa dos 2 anos : Carros!


Sofia Serrano

O mais pequeno fez dois anos no dia de Santo António. E apesar da correria do dia a dia, entre hospital, escolas, consultório, supermercado e outras tantas coisas que tornam as 24 horas do dia sempre poucas para tudo, lá se foi organizando o dia dele.
Ele adora o Faísca e tudo o que é Carros da Disney, e por isso esse foi o tema da festinha dele. Resolvemos ser nós a preparar tudo e conseguimos organizar uma festinha que o deixou em delírio. 
Por sugestão de algumas mães (obrigada pela ajuda preciosa!), encontrei muitos "printables" do Faísca neste site, que é realmente fantástico para quem gosta (como eu) de organizar as festinhas dos filhos (espreitem, que têm kits completos de muitos e variados temas, para festas de anos, baby.shower, etc). Imprimimos o que precisávamos para que a decoração ficasse gira e fomos decorando ao nosso gosto.

Parte 1: Surpresa Matinal
Arranjámos uma faixa para colocar na parede e preparamos uma surpresa para quando ele acordasse: um pequeno almoço especial. A mesa da cozinha transformou-se numa mini-festa, com um bolo mármore com uma vela do Faísca, iogurtes líquidos com rótulos a rigor e as prendas! Foi o delírio logo pela manhã, e o brilho nos olhos dele e o sorriso rasgado compensou ter-me deitado tarde na noite anterior. E sim, cantámos os parabéns umas 5 vezes logo pela manhã.




Parte 2: Festinha na Escola
Foi dia de trabalho para todos, por isso ele e a irmã foram para a escola. Mas à hora do lanche, fomos buscar a irmã e levámos um bolo para cantar os parabéns com os amigos da escola, balões e chapéus de aniversário para todos. Mais uma vez, ele adorou, por ter a família na escola e por cantar os parabéns com os amigos. 
Dica: o importante mesmo é cantarem os parabéns com os amigos. Os bolos para a escola devem ser o mais simples possível (sem recheios complexos, porque pode haver miúdos alérgicos a alguns ingredientes), fáceis de cortar (os rectangulares são sempre mais práticos) e com tamanho suficiente para todos.




Parte 3: Festinha em Casa
Sábado foi dia da festa em casa. Optamos por fazer um lanche simples, sem muitos doces, apostando em fruta, gelatina e mini-sandes. O bolo acabou por ser do Faísca, em pasta de açúcar, e com um recheio também simples - e ficou muito giro e saboroso! 
Como estava um dia de muito calor, acabamos por pôr uma piscina daquelas insufláveis para eles brincarem no exterior e foi diversão garantida!




12
Jun14

Noite de Santo António


Sofia Serrano


O meu filho pequeno nasceu no dia de Santo António. O meu pai dizia que por isso devia ficar com o nome do santo. Chamar-se António. Que também é um nome bonito. Mas gostávamos mais de Pedro. Foi a irmã que deu a ideia do nome, e todos sentimos que era o certo.
Há dois anos atrás, eu tinha passado o dia em casa, com um barrigão com mais de 40 semanas, a ver na televisão os casamentos de Santo António. E a chorar de emoção - o que só demonstra que as hormonas nos dão cabo do sistema. Eu, que não sou de choradeiras e até nem acho piada a casamentos. Mas a uma mulher grávida prestes a ter a criança desculpa-se tudo.
Não sei como é que dois anos passaram tão rápido. 
Amanhã é dia de comemorarmos a vida, meu amor. Amanhã e todos os dias.



09
Jun14

A festa dos 2 anos do miúdo


Sofia Serrano

Quando me apercebo, ele cresceu e já vai fazer 2 anos! 
O tempo passou a voar desde a primeira vez que o peguei ao colo e senti aquele cheirinho bom de bebé. Está um crescido. E é doido por carros, em particular pelo vermelho que todos os rapazes adoram.
Por isso, mãos à obra. Vou preparar uma festinha com as coisas que ele gosta.
Porque não há nada que iguale aquele sorriso de felicidade na cara dos nossos filhos.
Ando em busca de inspiração, aqueles "printables" dos Carros e ideias para o bolo - e sim, é já para o fim desta semana!









08
Jun14

Programa em família: Isla Canela


Sofia Serrano

Passamos todo o ano à espera das férias grandes. Mas pode ser uma boa ideia tirar uns dias e tornar um fim de semana prolongado numas mini-férias. E para quem gosta de bom tempo e praia, e não quer perder muito tempo em viagens, o sul de Espanha, logo a seguir ao Algarve, pode ser uma boa opção.
Nós fomos passar um fim de semana prolongado à Isla Canela e gostámos muito. Por recomendação de várias mães de um grupo do facebook, acabamos por optar por ficar num Iberostar, em regime de pensão completa - porque é bom termos uns dias mesmo de férias, sem andar a pensar em horários e refeições.



 Macaco Zara
Chinelos Zippy

 Acabou mesmo por ser uma excelente opção, porque é um hotel muito family-friendly, muito giro, com um toque árabe, piscinas interiores e exteriores e a praia mesmo ali em frente, com um areal imenso e água calma. Tem um kids club e animadores todo o dia com muitas actividades para os miúdos - a M. adorou os jogos e actividades e fez imensos amigos espanhóis e portugueses. Há uma piscina para os mais pequenos mesmo em frente ao kids club, o que faz com que seja possível aos pais estarem deitados na espreguiçadeira enquanto eles se divertem.





 Fato de banho Vertbaudet

Calções e chapéu Zippy
Bikini da mãe Women Secret 

As refeições são em regime de buffet, e têm boa qualidade e variedade, sempre com sopa, saladas variadas e fruta, para além dos pratos principais com bastantes escolhas e alguns cozinhados na hora - para não estragar a linha nestes dias, eu gosto sempre de comer salada e muita fruta, porque é muito fácil abusar.
À noite há sempre um espectáculo, desde música ao vivo a flamengo, entre outros. 
É claramente um hotel para famílias e em pouco tempo os miúdos arranjam amigos e passam o tempo em brincadeiras em grupos. E os pais conseguem ir descansando, entre as brincadeiras com os miúdos, um mergulho na piscina e as páginas de um livro.
O difícil mesmo é vir embora.



 Fato de banho Chicco



 Vestido Vintage Bazaar
Sapatos Zara

 Chapéu Zara
T-shirt e sapatos GAP
Calções H&M

06
Jun14

Os nossos miúdos não são mini-adultos


Sofia Serrano

Depois do Livechat do Clube Aptababy sobre Nutrição Infantil, no qual participei com a Tânia Ribas de Oliveira e com a Margarida, dietista (e que ainda vai ter direito a um post especial com os principais pontos focados), ainda tive  a sorte de poder voltar a ouvir um antigo professor de Pediatria da Faculdade (cujas aulas eu sempre adorei pela fantástica capacidade de comunicação)no Workshop promovido pela Milupa.
Foi no Inspira Santa Marta Hotel, uma manhã muito interessante e com a excelente companhia de outras bloggers que, tal como eu, estiveram a ouvir o prof. Paulo Oom a falar sobre as necessidades nutricionais das nossas crianças e os erros que cometemos com elas. 
Sabiam que 1 em cada 3 crianças tem excesso de peso? 
E que lhes damos proteínas em demasia (muito à conta de excesso de leite de vaca) que podem contribuir para uma obesidade futura? E que até aos 3 anos deviam beber um leite de crescimento, nutricionalmente mais adequado a eles?
É que as nossas crianças não são mini-adultos, e têm necessidades muito específicas. Nada de exagerar nas quantidades, manter uma alimentação variada e equilibrada, reduzir o sal e não exagerar nas proteínas, reforçar os legumes e fruta, são pontos importantes para os mantermos saudáveis.
Obrigada ao prof. Paulo Oom pela excelente palestra, à Milupa pelo convite e a todas as bloggers pela excelente companhia.








03
Jun14

Obrigada!


Sofia Serrano

Foi esta tarde o Workshop sobre Nutrição Infantil do Clube Aptababy, com a Tânia Ribas de Oliveira e com a Margarida, dietista, que nos esclareceu muitas dúvidas. Uma conversa muito interessante - prometo fazer um post com os principais pontos do workshop para quem não conseguiu ver e deixar o link do vídeo.
Por agora, queria mesmo agradecer a fantástica participação de tantas mães, pais, avós e outros interessados no tema, que tornaram este workshop um sucesso!
Obrigada!










01
Jun14

5 factos a ter em mente quando se vai de férias com miúdos


Sofia Serrano


1. Férias em família, incluindo miúdos pequenos, não significa necessariamente "férias" - lá está, esta coisa de sermos pais é 24 horas por dia, incluindo os tão desejados dias de descanso. É preciso vestir, despir, alimentar, brincar, aturar birras, dar lições de moral, contar histórias, pôr a dormir, ensinar coisas. Sim, a parentalidade não tira férias.


2. Não vale a pena irmos carregados com livros e computadores, na ínfima esperança de lermos aquele livro que está na prateleira há tanto tempo, ou pôr em dia aquele trabalho. Se queremos estar deitados na espreguiçadeira à beira da piscina ou na praia, mais vale carregarmos brinquedos aquáticos, chapéus e protectores. E mentalizarmo-nos para um exercício físico contínuo de andar-atrás-das-crianças, a evitar que caiam na piscina, atirem o balde ao companheiro de brincadeiras ou se deitem na espreguiçadeira da vizinho.


3. Os miúdos surpreendem-nos sempre: quando temos a certeza que eles não vão gostar da comida nem comer nada de jeito damos por nós a trazer-lhes a segunda dose de uma sopa carregada de pedaços de feijão e cenoura, que nunca comeriam em casa por mil-e-uma razões.


4. Aquela coisa de dormir até ao meio-dia porque estamos de férias...é para esquecer. A hora de acordar em férias é muito parecida à hora de acordar habitual - que é como quem diz "de madrugada" (pelo menos a mim parece-me!). Vá, mais uma horita em relação ao normal. Pronto, eles garantem que ainda conseguimos tomar o pequeno almoço a horas.


5. A regra é...descomplicar. Férias são férias, e não vale a pena martirizarmos-nos por não os pôr na cama às 9h da noite ou por não dormirem a sesta, ou por andarem a comer mais gelados que o que era suposto. Afinal, tudo o que é bom acaba num instante.



(P, o profissional em inventar alguma coisa nova a cada 5 segundos)




Pág. 2/2

Os meus livros

Captura de ecrã 2016-09-20, às 20.46.51.png

capa_formato_real-04.jpg

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D