Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Café, Canela & Chocolate

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Café, Canela & Chocolate

19
Dez14

Não vou comprar presentes de Natal.


Sofia Serrano


Não comprei nem um único presente de Natal - nem vou comprar. 
Vou fazer biscoitos para oferecer, com os miúdos. 
Não estou a pensar em enfiar-me num qualquer espaço comercial, a abarrotar de caras desconhecidas, com o único objectivo de se encherem de sacos e embrulhos e dizerem "Já está!". Não quero embrulhos desprovidos de significado, só para serem rasgados e trocados à primeira oportunidade por algo que precisamos mesmo (ou então não).
Não ando a pensar em "Kits de Natal" nem para mim, nem para os miúdos e para o marido - vamos escolher uma roupa entre as que temos para usar nestes dias de festa em família, e vamos escolher outras para dar a quem precisa. Não estou em stress com ementas e decorações de Natal, porque não preciso de ter a mesa mais gira para aparecer nas fotografias. 

Estou contente por estarmos no Natal. Por poder estar este ano com a minha família - que muitas vezes é um acontecimento impossível, pelo trabalho. 
Fico feliz por cada vez que a M. ouve na rádio ou na TV incentivo às compras de Natal, dizer "Então e a família e o amor, mãe? Esquecem-se sempre disso! Não percebo! Não são as "coisas" que interessam, é estarmos juntos!". Sei que não pediram nada ao Pai Natal e que só têm a expectativa que ele venha, por se terem portado bem, e que lhes deixe qualquer coisa.

É quase Natal e estou tranquila. 
E feliz por estarmos juntos e termos saúde.

(Um bom fim de semana para todos e obrigada por lerem estes meus desabafos.)
19
Dez14

Resultado do Passatempo "Portuguese Beauty"


Sofia Serrano

Ora bem, está a chegar o Pai Natal! 
E vamos começar por divulgar o resultado do vencedor do Passatempo com a Portuguese Beauty, a fantástica loja que abriu recentemente no Porto na Rua das Flores e que transpira tradição e bom gosto em tudo o que vende!

Tivemos 37 participações válidas e o vencedor é (diz o senhor random):


Nilsa Mendes


Parabéns Nilsa, vai ter de presente de Natal o galo dourado!
Por favor entre em contacto com a Portuguese Beauty através da página de facebook para combinarem a entrega - e feliz natal!





18
Dez14

A magia do Natal


Sofia Serrano

ÓQuem se lembra da história do Quebra-Nozes
É um dos clássicos de Natal, que alimenta a imaginação de muitas gerações. 
Conta a história de Clara e do irmão, que estão ansiosos com a chegada do tio  que os surpreende todos os anos com presentes engenhosos e divertidos. Clara recebe a caixa mais pequena, mas com um brinquedo que a conquista de imediato: um Quebra Nozes vestido de soldadinho e sempre sorridente! E é este brinquedo, que vai ganhando forma humana e que se torna num amigo leal, que a leva pelo mundo encantado dos sonhos.
Começa então uma viagem cheia de aventuras e peripécias, onde se cruzam personagens curiosas, como Janota e Finório, a dupla de pinguins mais hilariante do País do Gelo, e a Fada do Açúcar, que lhes mostra o maravilhoso e revelador Reino dos Doces. Clara e Quebra Nozes vão perceber, neste percurso, que o melhor dos brinquedos é a nossa imaginação, e que os sonhos são uma parte importante da vida mesmo quando crescemos! 




E porque o melhor do Natal é estarmos juntos e partilharmos sonhos, o Café, Canela & Chocolate tem para oferecer 10 bilhetes duplos para o maravilhoso espectáculo "Quebra-Nozes no gelo" , a decorrer até 4 de Janeiro no Campera Outlet Shopping, no Carregado. As sessões decorrem de sexta a domingo, entre as 11h e as 21h30 - podem saber tudo aqui. É um presente de Natal fantástico!

Para isso, só têm de fazer "gosto" na página de Facebook do Café, Canela & Chocolate (aqui) e deixar em comentário a este post a frase "eu quero ir ver o quebra nozes no gelo ao Campera". O sorteio dos 10 bilhetes duplos vai ser feito através do random.org.

Podem participar as vezes que quiserem até dia 21 de Dezembro. 
Os vencedores são anunciados dia 22.
Boa sorte e bom Natal!








18
Dez14

O papel mais importante


Sofia Serrano


Estamos no tempo das "-ites", que é como quem diz, dos miúdos doentes. A M. esperou pelo fim das aulas para nos presentear com uma bela amigdalite. 
Miúda doente tem direito a ficar em casa e aos mimos da família. 
Mãe-médica tem de vestir o papel de mãe e ficar a tomar conta da princesa, porque digam o que disserem, este é o meu papel mais importante, e o que mais quero no mundo é vê-los a crescer saudáveis. 
Por isso, há que reorganizar trabalho, para ninguém ficar prejudicado com a falta da médica, e organizar tudo em casa para que a princesa fique boa depressa com os mimos da mãe, porque as férias de Natal chegaram e há que aproveitar para brincar a sério.
( e sim, o mais pequeno disse logo que também estava "com fébi!" e ficou em casa)

17
Dez14

Dias de mãe-médica


Sofia Serrano


Sabes que não tens o melhor aspecto quando chegas ao trabalho, para iniciar 24 horas de urgência, te diriges ao ponto digital e alguém se cruza contigo e diz: "Bom descanso, Dra!". A sério, não há nada pior que ter a sensação de estar com olheiras e com mau aspecto. Mas pronto, o dia não prometia, depois da fantástica noite com a M. a acordar com pesadelos e o P. a aparecer no nosso quarto depois de ter feito xi-xi na cama - aquele fantástico evento, em particular quando é inverno e está um frio de rachar, e é preciso despir o miúdo, lavar o miúdo, mudar roupa (miúdo e cama) e convencê-lo a ficar na nossa cama a ver se tudo se resolve mais rapidamente, incluindo a parte de voltarmos todos a dormir. 
Claro que o clássico é o despertador tocar assim que voltamos a adormecer, temos de nos levantar contrariados, e estas aventuras nocturnas deixam toda a gente mais birrenta e com pouca paciência. Portanto, manhã caótica, com mãe a sair sem tomar pequeno almoço e sem conseguir por um corrector de olheiras ou um BB cream, para conseguir chegar a horas ao trabalho. 
E como estes dias que começam mal, têm tendência a continuar, o caos manteve-se todo o dia, e só mesmo quando o movimento começou a diminuir é que consegui uns minutos para saborear um café com canela. E depois tudo se foi orientando, porque a tendência do universo é para a harmonia. 
E o remate das 24 horas de urgência foi um dos partos mais lindos que há: dois gémeos a nascer de parto normal, pais enamorados, equipa rendida ao momento.
Mesmo nos dias mais difíceis, temos de acreditar que tudo pode melhorar. 

(e hoje tenho o dia só para os meus miúdos - era tão bom se conseguissemos dormir uma boa sesta juntos para acabar com estas olheiras!)

16
Dez14

Pequeno-almoço de príncipe


Sofia Serrano


Sabes que tens de deixar de levar o teu filho a hotéis quando ele acorda, lhe perguntas: "Amor, o que queres para o pequeno-almoço?" e ele te responde: "Mamã, quero se faz favor: iogurte, e leite, e papa, e pão, e queijo, e fiambre, e fruta, e panquecas!". E convencê-lo que uma mãe normal, num dia normal, não consegue dar conta destes pedidos todos? Pois.
Vou só ali fechar-me na cozinha.
15
Dez14

Get your boots on..


Sofia Serrano

Eu adoro botas. Nestes dias de frio, é só o que apetece calçar. E basicamente, o difícil é escolher, porque há mil e um modelos giros. 


E para as fanáticas de botas como eu, ficam aqui algumas curiosidades giras: 

1. As Botas mais valiosas do mundo estão avaliadas em 3.1 milhões de dólares. Foram exibidas na Semana do Desenho de Hong Kong no ano passado e no seu fabrico artesanal utilizaram-se 4.7kg de ouro e 39.083 de diamantes.

2. Lembram-se do calçado com a famosa sola vermelha? Agora é símbolo de exclusividade, mas na Europa do século XVI todos os tacões era pintados de vermelho. E era preciso bastante laca vermelha, já que a altura standard do tacão para a classe mais abastada era de 8.5 cm. E para os tacões altos, os “chopines” venezianos podiam chegar a medir até 50 cm.

3. As “Celeb Boots”, Botas que fizeram história: 
As botas que Neil Armstrong levava durante o seu famoso passeio à Lua ainda estão a flutuar no espaço. 
Outras botas icónicas são as GO-Go Boots com as quais Nancy Sinatra dançava no seu famoso vídeo “These boots are made for walking”. 


Julia Roberts marcou a moda com as botas PVC com que apareceu no “Pretty Woman”. Taylor Swift, Rihanna e Jennifer Lopéz são algumas das grandes fans deste tipo de calçado, cada uma com um estilo particular.

4. As mais antigas? As primeiras imagens de calçado que se conhecem no mundo pintaram-se numas cavernas espanholas há 15.000 anos e representavam umas botas.

5. Nesta quadra… vamos usar Botas! Dito assim parece que estamos a pensar nos tradicionais pratos natalícios. A
 origem desta expressão tão popular? Remonta aos nossos antepassados romanos: os únicos que tinham dinheiro para comprar e “usar umas botas” eram os cidadãos com maior poder de compra e que podiam assegurar uma alimentação farta todos os dias. 

6. As primeiras Botas eram na realidade uma espécie de leggins, pele e solas cosidas entre si. Para tirar estas botas primitivas tinha-se de descoser tudo! E no dia seguinte, voltar a cosê-las! Imaginam-se a levantar-se todos os dias de manhã para ir trabalhar e ter que coser as botas para sair à rua?

7. Botas não, obrigada! Embora Nancy Sinatra as usasse, na realidade, colocar botas nos finais dos anos 60 não era muito bem visto, em especial por 75% dos chefes que em 1968, responderam a inquéritos do New York Times indicando que “preferiam que as suas colaboradoras não utilizassem botas na empresa”.

8. Reunião difícil? Escolham as botas de cano alto. Assim ficamos "protegidas", como faziam os primeiros a usar este tipo de bota: os soldados que lutaram na Guerra da Independência americana. Esses soldados utilizaram as botas até aos joelhos para se protegerem na batalha.

9. Pendurar as Botas: A expressão teve popularidade no nosso país quando, ao terminar a academia militar, os jovens lançavam as suas botas unidas por cordões a um cabo ou a uma árvore mais próxima.

10. Desesperadas por encontrar as Botas perfeitas? Eu ajudo;)
Na Showroomprive.pt podem encontrar todas as versões: Classique, Dandy, Folk, Rock, Sexy e Weekend de 15 até dia 21 de Dezembro, sempre de marcas top e a preços exclusivos para as sócias do clube. Não tem nada a ver com o catálogo das bisavós das nossas bisavós: antes não havia diferença entre o calçado masculino e o feminino e também não existia diferença entre a bota para o pé direito e para o pé esquerdo! 
A primeira bota especifica para mulher nasceu em Inglaterra e foi desenhada exclusivamente para a Rainha Victoria em 1840.






15
Dez14

Receitas de Natal #1: Tronco de Natal


Sofia Serrano

Bem, está na altura dos doces, não há como fugir.
Por isso, resolvi reunir aqui no blog receitas dos meus doces preferidos para esta época - começamos com o tradicional Tronco de Natal. Atenção que não vão encontrar aqui receitas com Bimby, porque tal tecnologia ainda não mora cá em casa ( e não sei bem se algum dia morará!).
Esta receita é de Tronco com Recheio de Framboesas, que me pareceu uma excelente opção - que tal experimentarmos?



INGREDIENTES

Massa
Farinha 125 g
Açúcar 125 g
Ovos 5
Chocolate em pó 1 colher de sopa
Açúcar em Pó q.b.

Recheio
Framboesas 150 g
Açúcar para Compotas 100 g

Cobertura
Chocolate em barra 200 g
Açúcar em Pó 100 g
Natas 2 dl


PREPARAÇÃO

Faça a massa: Bata o Açúcar e as gemas até ficar cremoso. Junte a farinha e o chocolate em pó e envolva muito bem. Por fim, adicione as claras previamente batidas em castelo e envolva até ficar uma massa homogénea.

Unte um tabuleiro com manteiga, forre com papel vegetal, espalhe a mistura anterior e leve ao forno pré-aquecido a 180ºC até ficar cozido.

Entretanto, faça o recheio: deite o Açúcar para Compotas e as framboesas num tacho, mexa, leve ao lume e deixe ferver entre 8-10 minutos.

Desenforme a massa sobre um pano de cozinha polvilhado com um pouco de Açúcar , retire o papel vegetal e barre com a compota de framboesa. Enrole com a ajuda do pano e deixe repousar um pouco. Depois corte duas rodelas grossas em cada extremidade.

Para a cobertura: Junte o chocolate partido em pedaços, as natas e o Açúcar em Pó , misture, leve a derreter no microondas (900W durante 1min. e 30seg.), retire e mexa bem.

Disponha as duas rodelas que cortou nas laterais do rolo para fazer o “tronco”, barre depois tudo com esta cobertura e sirva decorado a gosto. Pode polvilhar com Açúcar em Pó .
14
Dez14

Dicas para sobreviver às compras de Natal


Sofia Serrano

Pois que se aproxima aquela altura do ano em que subitamente, precisamos de comprar tudo e mais alguma coisa, desde doces, a roupa nova para as festas, a presentes para família, amigos e outros. E toda a gente se lembra do mesmo, por isso, o caos instala-se pelos centros comerciais do país fora.
Ora que por aqui resolvemos deixar algumas sugestões que podem ajudar a optimizar o tempo disponível para estas aventuras (as nossas estratégias este sábado que passou!), para depois estarmos mais tempo naquelas coisas que realmente interessa - como sentados à lareira, com um copo de vinho e um bom livro, ou só em conversa com a família ou os amigos.

1. Fazer uma lista do que precisamos MESMO de comprar: decidir antecipadamente o que vamos dar à prima, à tia, ao marido e aos filhos, o que queremos comprar para vestir no Natal e no Ano Novo e por tudo por escrito.

2. Escolher um sábado (por exemplo o próximo dia 20) e rumar a uma superfície comercial que tenha uma vasta escolha, estacionamento gratuito de preferência, e seja coberto caso a tempestade se mantenha - por exemplo, o Fórum Sintra.


3. Levar marido e filhos, almoçar tranquilamente e depois levá-los a ver o "Musical do Gui" com a Luciana Abreu - gratuito, em exibição na praça central, piso 0 a partir das 15 horas de sábados. O piso 1 pode ser um bom lugar para ver tudo sem grande confusão. Os miúdos vão adorar, o pai fica a tomar conta deles, e toda a gente resolve assistir também - e é esta  altura ideal para COMPRAS!!!





4. Começar na Blanc e escolher uns trapinhos giros para o Natal (e quiçá para o Ano Novo, se tiverem melhor programa que o meu....conto depois!). Depois passar na Natura e aproveitar a promoção 1+1=3 para desencantar umas peças giras para a sogra e para a cunhada. Continuar para a Body Shop e aproveitar aqueles conjuntos já prontos para as primas e tias. Na Swarosky escolher uma coisa gira para a mãe. Depois, H&M para as prendas do marido e da miúda, e Imaginarium para o mais pequenos e restantes priminhos. Para o irmão, um livro na Bertrand, e para aquelas pessoas que tem mesmo de ser, uns chocolates na Hussel. (nesta fase, podemos também comprar uns para nós)
Ah, e passar na Claires para arranjar uns acessórios para os jantares de Natal.






5. Se conseguirem despachar as compras enquanto dura o musical, então, parabéns! Estão safos! Se não, ainda têm mais alguns instantes, porque a Luciana Abreu tira fotos e distribui beijinhos no final do espectáculo, por isso ainda há mais alguns minutos em que se consegue fazer compras em modo ultra-rápido.

6. Compras feitas, é altura de levar os miúdos a dar uma volta no comboio, no carrossel e a visitar o Pai Natal. Eles adoram o Pai Natal, ficam tão felizes de o ver que nunca pedem nada, só dizem sempre que se portaram bem (e o P. esconde antecipadamente a chucha, não vá dar-se o caso de ele a querer levar!).




E pronto! Tudo feito! Feliz Natal!
(e obrigada Forum Sintra, pela tarde animada!)


12
Dez14

O meu milagre de Natal


Sofia Serrano


Querido Pai Natal,

Eu sei que esta época é de muito trabalho para ti. 
Mas queria contar-te uma história e pedir-te um favor, porque sei que és uma pessoa compreensiva e justa, e que recompensas quem merece.

Era uma vez uma mãe que era médica, e adorava a sua profissão. Trabalhava muitas horas, e fazia horas extraordinárias muitas vezes, por falta de outros colegas para assegurar alguns serviços. Mas esta mãe-médica tinha também uma família maravilhosa, que ela amava mais que tudo no mundo: dois filhos lindos e um marido extraordinário.
A filha mais velha queria ser cantora, e adorava cantar no colégio, nas aulas de música e com os amigos. Era o que ela mais gostava no mundo, o que a fazia feliz. 
E quando chegou a época de Natal, a mãe-médica recebeu em casa a informação com a data do concerto de Natal, onde a sua filha iria cantar aquelas músicas mágicas da época com os seus amigos. Um momento único.
E a mãe-médica apercebeu-se que nesse dia, exactamente nesse dia, estava escalada para trabalho extraordinário. E que não havia ninguém com quem pudesse trocar aquele turno para poder ir ao concerto da filha. Não ia conseguir ir.
Então, a mãe-médica, com o coração partido, explicou à filha que a amava do fundo do coração mas que não ia conseguir ir ver o concerto de natal. Que o pai e o mano iam, que o pai filmava para verem em casa juntas, mais tarde, mas que a mãe não ia poder estar presente. E que sabia que ela ia dar o seu melhor, e que estaria a pensar nela.
A filha ficou triste, mas compreendeu - a mãe tinha de ajudar outras pessoas, e isso era importante.
Mas o coração da mãe-médica, que acima de tudo era um coração de mãe, dizia-lhe que aquilo estava errado - uma mãe tem de estar lá para os filhos, principalmente nos momentos especiais, como este. E a mãe-médica rezou com todas as suas forças por um milagre, um milagre de natal.
E no dia do concerto, quando andava de coração apertado por não ter arranjado solução, por não conseguir estar presente para a filha, surgiu um colega, um amigo, que no último instante, se ofereceu para a substituir enquanto ela ia ver a sua filha, a cantar no concerto de Natal.
Quando a mãe-médica chegou de surpresa ao local do concerto, o marido e o filho ficaram de sorrisos rasgados na cara, porque achavam que aquilo era impossível. E quando a filha entrou no palco e viu a mãe, que afinal tinha vindo, pulou de alegria e brilhou de tanta felicidade.
E a mãe-médica chorou de emoção, de alegria, de orgulho, de alívio. Ouviu e viu a sua filha cantar com alegria, com o coração. Abraçou-a no fim do espectáculo e explicou-lhe que um anjo de natal tinha tornado aquele momento possível - e que agora tinha de voltar ao trabalho, mas que ela e o irmão iam ser sempre o mais importante no mundo e que ia fazer sempre tudo ao alcance dela para estar presente em todos os momentos. E que tinham de agradecer.

Por isto, Pai Natal, queria pedir-te que, por favor, recompensasses este anjo que tornou o dia mais feliz para uma família igual a tantas outras - porque no final, é o amor que conta, e o que fazemos pelos outros.


Obrigada e um feliz Natal
Sofia


Os meus livros

Captura de ecrã 2016-09-20, às 20.46.51.png

capa_formato_real-04.jpg

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D