Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Café, Canela & Chocolate

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Café, Canela & Chocolate

30
Abr15

Na Visão


Sofia Serrano

Há mais de um ano, escrevi um post sobre as razões para as empresas quererem contratar mães com filhos pequenos (podem ler ou reler aqui). Teve milhares de visualizações, e acabou por chegar até à jornalista da Revista Visão, Teresa Campos, que escreveu um fantástico artigo sobre "A vantagem de contratar mulheres". Conversámos sobre o assunto, e por isso acabo por aparecer nesse artigo, com a mesma opinião que partilhei há um ano atrás.

Vale a pena ler a Visão desta semana.
 

 

 
29
Abr15

Programa em família: Quinta da Bouça D`Arques


Sofia Serrano

Temos sorte de viver num país fantástico, com mil e uma paisagens diferentes e múltiplos encantos. Sou uma verdadeira apaixonada por Portugal. E adoro sítios genuínos, onde nos  sentimos em casa, respiramos, descansamos.
O norte do país está na moda. E é no Minho, perto de Viana do Castelo, que descobrimos um sítio verdadeiramente fantástico para passar uns dias - e que nos deixou com muita vontade de voltar vezes sem conta.
A Quinta da Bouça d´Arques é uma propriedade familiar do séc XVIII, que foi restaurada e habilmente transformada, e conta com uma casa senhorinhal e 7 pequenas casas que podem acolher famílias com filhos ou só casais. 
Quando rumámos a norte, estavamos longe de imaginar que nos iríamos apaixonar por este lugar, apesar de já sabermos que é altamente recomendada no TripAdvisor.
Ficamos na Casa "Lavanda", que tem dois quartos e uma sala, que inclui uma kitchnette perfeitamente equipada. Adorei a decoração, com peças antigas restauradas e pormenores que marcam a diferença. O Pedro e a Mariana adoraram ter a porta da casa aberta e poderem sair à vontade, brincar e apanhar tangerinas nas árvores ali perto. Dormimos todos descansadamente, como em casa, o que não é nada habitual, pelo menos na primeira noite que passamos fora. 
Acordámos com uma cesta com o pequeno almoço, com pão acabadinho de fazer, doce caseiro, sumo de fruta, iogurte grego...uma perdição! Adorámos esta ideia, porque podemos estar bem mais à vontade, a comer em família.
O espaço da Quinta é fantástico, com um bosque onde podemos passear tranquilamente (ou correr!), uma vinha, uma piscina e vários tanques e recantos para ler, conversar ou descansar. 
Os mais pequenos adoraram a casinha de madeira, pensada especialmente para as crianças brincarem. A Mariana anda a treinar a andar de bicicleta sem rodinhas, e passou algum tempo nas bicicletas da quinta que podemos utilizar para um passeio (mas ainda não foi desta).  Claro que o irmão também quis andar, e às tantas também eu dei uma voltinha!
Tivemos muita pena de não poder experimentar a piscina, porque acabámos por apanhar dias frescos e com alguma chuva.


A apaixonante Quinta da Bouça D´Arques.

A casa Lavanda, onde ficámos.







Um passeio no bosque, a apanhar pinhas e a tentar ver esquilos.



A piscina (dizem que no verão a água fica quentinha!)












Eles e as bicicletas! 





A casinha de madeira, onde passaram grande parte do tempo a brincar. 


Os proprietários não descuraram os detalhes, e até há um roteiro com os melhores programas culturais, desportivos e gastronómicos da região. Há ainda a possibilidade de relaxar com uma massagem, no conforto do nosso próprio quarto.
Nós fomos até Viana do Castelo e Ponte de Lima passear, e experimentamos três restaurantes que nos recomendaram: a Tasquinha da Linda, em Viana do Castelo, o Mariana em Afife e o Açude em Ponte de Lima. Uma maravilha os três, o meu prato preferido foi o robalo cozido com algas que comemos no Mariana, e fiquei apaixonada pela vista do Açude, em Ponte de Lima.

O que mais gostámos:
- o charme da Quinta, o detalhe, o gosto com que tudo está pensado
- a tranquilidade e o espaço envolvente
- a decoração (adorei as peças antigas restauradas)
- o pequeno almoço!

O que menos gostámos:
- o tempo! (para a próxima queremos sol para dar um mergulho na piscina, sim?)


Um programa imperdível a norte!
(Podem ver a página da Quinta aqui e o facebook aqui)






28
Abr15

Ganga


Sofia Serrano

Passei a adolescência de ganga. Blusões de ganga, calças de ganga, camisas de ganga. Houve uma altura que (acho) que cresci e me fartei de ganga. Muitas das coisas que tinha acabei por dar e agora morro de pena - porque a ganga volta a estar na moda. Pode ser um look integral, pode ser só uma peça. Reapaixonei-me pela ganga para um look mais casual aos fins de semana.





Mum´s look: 
Camisa, jeans e casaco de franjas STRADIVARIUS
Botas: NATURA


27
Abr15

O que uma mãe quer no seu dia


Sofia Serrano

Este post é para os pais que andam por essa blogosfera fora e que querem mimar as mães.
É isto que nós, mães, precisamos MESMO:

1. Flores
Todas as mães adoram flores, impossível resistir!
(As minha preferidas são as tulipas cor de rosa)



2. Um fim de semana na Quinta da Bouça D`Arques
Fiquei completamente apaixonada pela beleza e tranquilidade do lugar. Aposto que será um presente perfeito para as mães!


                                       


3. Um cartão desenhado por eles
Os desenhos feitos pelos nossos filhos são tesouros, que se guardam para sempre. Há poucos presentes que superem este (só mesmo os beijos e mimos deles!)


                         
    
4. Um álbum com as fotografias mais giras da família
Vale a pena imprimir aquelas fotos com mais significado e ter um presente especial.

                                           
 

5. Uma manhã em que a mãe pode dormir até mais tarde e tem direito a um pequeno almoço na cama 
Com panquecas incluídas, claro. E morangos. Sumo de fruta. E chocolate. Mas a parte de "dormir até mais tarde" é que vai saber mesmo bem. E acordar com beijos e mimos dos miúdos.





23
Abr15

Aviso à navegação


Sofia Serrano


Queridas empresas, companhias, pessoas e etc: não vale a pena encherem-me o mail com sugestões de presentes para o dia da mãe que incluam aspiradores, ferros de engomar e outros electrodomésticos que me lembrem a lida da casa, por mais topo de gama que sejam, por mais que quase-façam-tudo-sozinhos. 

Não. 

Enerva-me, até, esta associação deste tipo de tecnologia às mães. 
Mas então onde está a igualdade? 
Para o dia do pai sugerem gadjets giros e cheios de pinta, tablets, telemóveis e óculos de sol, e para as mães continuamos no regime salazarista que põe a mulher na cozinha e a passar a ferro.

Se quiserem sugerir produtos como massagens, viagens a sítios paradisíacos, roupa com pinta,acessórios variados, um voucher para dormir uma manhã inteira sem ser acordada por miúdos, aí tenho todo o prazer em incluir a vossa sugestão nos meus posts. 
Caso contrário esqueçam, que esta cena de papéis de género está demodé.

E era só isto por agora.
(e esta cena da foto abaixo também podia ser)



23
Abr15

Resultado do Passatempo Corpos Danone: #eugostodemim


Sofia Serrano

Cá está, como prometido, o resultado do passatempo Corpos Danone!
Para nunca nos esquecermos que para cuidarmos e gostarmos de nós todos os dias não temos que abdicar de momentos de prazer, vamos oferecer a um leitor muito sortudo 1 ano em produtos da marca Corpos Danone! é isso mesmo: 90 packs de 4 iogurtes = 360 iogurtes, 1 iogurte por dia! 



Tivemos 214 participantes válidos, e o random diz que...


A vencedora é a Maria João Leal!
Parabéns! Por favor, envie-me o seu mail para poder ser contactada pela marca para receber o seu prémio!


Vamos continuar a partilhar as nossas fotos com o tag #eugostodemim!



22
Abr15

10 super-poderes das mães


Sofia Serrano


As mães são super-heróis, com super-poderes, cada um mais especial que o outro:

1- Superaudição
O ouvido das mães consegue captar ruídos inaudíveis para os restantes comuns mortais, como o momento em que a chucha cai da boca do nosso bebé, no quarto ao lado, o que lhe permite rapidamente, repô-la, para que não haja um choro intenso logo de seguida. Os ouvidos das mães ouvem os suspiros dos filhos à noite, os passinhos suaves no corredor a caminho da cama dos pais, ou quando chamam baixinho porque tiveram um pesadelo.

2- Supervisão
As mães conseguem ver tudo - mesmo quando os filhos acham que ninguém está a reparar que estão a tirar aquele chocolate da despensa, ou quando espreitam num cantinho os presentes que estão debaixo da árvore muito antes do natal. As mães estão SEMPRE a ver.

3- Superforça
As mães conseguem carregar muitos quilos durante a gravidez, fazer uma força tremenda durante o parto, e levar ao colo um ou mais filhos, até quase à adolescência, se necessário. E são muito, muito fortes, porque fazem tudo pelos filhos.

4- Poder dos supertentáculos/ mulher-elástica
Uma mãe chega a todo o lado, em particular se tiver 2 filhos ou mais: penteia a mais velha, enquanto ajuda o mais novo a lavar os dentes. E ainda domina o multitasking, porque já colocou a sopa a fazer, máquinas de roupa e loiça a lavar e está a atender uma chamada importante do trabalho e a acabar uma apresentação para o dia seguinte.

5- Poder curativo
Os beijos das mães curam. Pode ser um arranhão no joelho, uma queda no escorrega, um brinquedo perdido, um desgosto com um amigo ou um namorado. Depois de um beijo e de um abraço da mãe, tudo passa (ou pelo menos fica melhor!)

6- Poder da multiplicação
Em particular do tempo. As mães conseguem fazer muito mais tarefas num dia que os comuns mortais. Ter tempo para se arranjar de manhã, tratar dos filhos , levá-los à escola, ir para o trabalho, ir ao ginásio na hora de almoço e almoçar algo leve, voltar ao trabalho, ir à repartição das finanças, ir buscar os miúdos, ir ao supermercado, fazer o jantar, dar banhos, partilhar uma refeição em família, conversar com o marido e filhos, arrumar a casa, contar histórias, por os miúdos a dormir, acabar o relatório pendente para o emprego, ver um filme com o marido, preparar tudo para o dia seguinte. Os dias esticam e há quem pense que o dia das mães tem perto de 48 horas- porque parece impossível que consigam fazer tudo.

7-Poder de prever o futuro
As mães sabem sempre que vai chover, e que é preciso levar o guarda-chuva, ou que vai ficar frio e é melhor levar roupa quente (ou pelo menos o casaco). Sabem que se o filho saltar no sofá vai cair ou que se andar descalço pela casa vai passar a noite a tossir. Têm aquele feeling que o filho vai ficar doente, só pelo humor, ou por nada de especial. E acertam sempre. 

8- Poder do sono instantâneo
As mães desenvolvem um poder especial, que é o de dormir pouco e estar sempre preparada para o que quer que venha a seguir - seja acordar de 3 em 3 horas para dar de mamar ao filho, seja para acudir ranhos e tosses, ou para um dia de trabalho depois de uma noite a pé entre chuchas perdidas e pesadelos. As mães conseguem adormecer em instantes, acordar em instantes e passar meses (anos!) sem dormir decentemente. 

9 - Poder de voar
Uma mãe flutua quando vê o seu filho feliz, quando o vê dar o primeiro passo ou dizer a primeira palavra. Voa até às nuvens quando assiste ao espectáculo da escola onde o filho participa. E desenvolve velocidade ultra-sónica se ligam da escola a dizer que ele se magoou.

10- Poder do amor incondicional
O poder mais especial de uma mãe é o amor que tem pelos filhos, que está acima de tudo e de todos. INCONDICIONAL.



Pág. 1/3

Os meus livros

Captura de ecrã 2016-09-20, às 20.46.51.png

capa_formato_real-04.jpg

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D