Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Café, Canela & Chocolate

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Café, Canela & Chocolate

20
Set15

7 anos e a festa Frozen


Sofia Serrano

Esta coisa de se ter filhos traz toda uma nova dimensão temporal. É neles que nos apercebemos da velocidade incrível do tempo. A M. já fez 7 anos! Às vezes custa-me a acreditar como é que ontem ela era uma bebé indefesa, e agora já é uma miúda independente, que sabe bem o que quer, e que contagia com a sua alegria e riso.

Os dias importantes são para festejar a rigor. E o dia dela também foi: logo de manhã, ao acordar, houve bolo e velas para soprar. Depois, fiz-lhe uma surpresa e apareci na escola à hora de almoço para uma saída a duas para comermos um hamburguer. Ao fim da tarde, muita brincadeira no parque com o irmão e os amigos!

Mas a festa foi no sábado, num sítio que ela adora, e onde costumamos fazer já há alguns anos a festa de aniversário dela: há piscina, insufláveis, parque infantil. Tivemos a sorte de estar um dia de verão fantástico, para contrastar com o tema da festa, que como não podia deixar de ser, foi Frozen.

Neste site encontrei vários kits para imprimir e adaptei ao que queria. O bolo foi ela que escolheu e estava uma delícia. Acima de tudo, o mais importante foi vê-la sorrir, feliz.

(obrigada a todos os amigos que vieram!)

Mais no nosso instagram, aqui

DSC_0891.JPG

 

16
Set15

Os nossos filhos também são o que comemos


Sofia Serrano

A alimentação saudável é fundamental desde o início. Sabe-se que o que a mãe come durante a gravidez vai influenciar fortemente a saúde do seu filho. É isto é válido também para o período da amamentação. Já falei aqui sobre os hábitos saudáveis na gravidez, uma mensagem que nunca é de mais reforçar. 

Mas nos dias que correm, são as campanhas publicitárias que causam mais impacto. A Sociedade de Pediatria do Rio Grande do Sul (Brasil) optou por imagens que expressam bem a mensagem de que o que comemos vai, de facto, influenciar a saúde do nosso filho. Por isso, pensem duas vezes antes de escolher fast-food e prefiram uma boa sopa de legumes:

image.jpg

image.jpg

image.jpg

 

 

16
Set15

10 coisas que as mães nunca confessam aos filhos


Sofia Serrano

1.  Os filhos já foram a razão de muitas lágrimas.

2. Sim, a mãe queria aquela última fatia de bolo.

3. Sim, doeu.

4. As mães também têm medo, muitas vezes.

5. As mães sabem que não são perfeitas.

image.jpg

 

6.  As mães ficam a olhar para os filhos enquanto eles dormem.

7. As mães carregam os filhos por muito mais que 9 meses.

8.  Ouvir um filho chorar parte o coração de uma mãe, sempre.

9. As mães colocam sempre os filhos em primeiro lugar.

10. As mães fariam tudo de novo.

 

 

 

 

14
Set15

Obrigada


Sofia Serrano

696a6e6285035a7beb130e42208ae328.jpg

 

Coisas boas disto de se ter um blog: saber que há mais gente a pensar que temos de mudar.

Que temos de parar e prestar atenção às coisas importantes.

Que somos mais que números, que lugares numa corrida.

Que somos humanos.

Que queremos criar os nossos filhos com saúde, felizes, e boas pessoas.


Prova disso são as quase 30.000 partilhas da carta que escrevi aos meus filhos neste início de ano, com muitas mais visualizações. Fantástico! Obrigada, do fundo do coração. Estamos juntos nisto.


É bom saber que estão desse lado.

 

 

11
Set15

Carta de uma mãe aos filhos no primeiro dia de escola


Sofia Serrano

Queridos filhos,

 

Hoje é mais um dia importante. É o que nos dizem sempre. Ir para a escola é importante, aprender é importante, crescer é importante. Só não percebo porque é que cada vez que vos tenho de levar à escola sinto que deixo de fazer um bocadinho a minha parte de mãe. Sinto que posso não vos estar a levar pelo caminho que gostava.

E digo isto porque a escola é cada vez mais "só" a escola. Programas, metas curriculares, testes e exames nacionais. Quadros de honra. Trabalhos de casa, trabalhos de férias. É como começar uma corrida, carregados com uma mochila cheia de livros (os da disciplina, os de fichas intermédias, os de fichas de avaliação, os dicionários, a tabuada...) em que o que interessa é chegar à meta o mais depressa possível. Não se pode abrandar o ritmo, nem pousar a mochila para descansar. Se perdermos tempo a ajudar alguém já não se chega nos primeiros lugares, e muito menos podemos, pelo caminho, apreciar a paisagem. Não há danças, brincadeiras e distracções, é sempre em frente e com a maior velocidade possível. São permitidos cerca de 10 minutos para repôr energias mais depois é preciso continuar.

 

Quando é que acaba esta corrida, perguntam vocês?

 

Eu respondo: não sei.

 

 

DSC_0094.JPG

 

 

 

11
Set15

Tempo de mudança


Sofia Serrano

Às vezes é preciso repensar a vida. Reorganizar.

Fazer uma lista de prioridades e perceber o que é realmente importante.

E depois ter coragem para mudar.


Mudar não é fácil.

Muitas vezes temos medo de sair da nossa zona de conforto e dar um salto para o desconhecido pode ser assustador.
Mas se a nossa lista de coisas que nos fazem felizes não coincide com a nossa lista de coisas do dia-a-dia, então está na altura.

f9f214ae57f895dd69c6223e1d7d7e75.jpg

 

 

 

10
Set15

Querem ganhar bilhetes para o Teatro?


Sofia Serrano

"O Rei vai nu" é um conto com dois burlões que tentam enganar um rei muito vaidoso a comprar um tecido tão especial, que só é visível aos inteligentes.  Um histórias que os mais pequenos vão adorar, e vai estar em cena a partir de 19 de setembro, no Teatrosfera, em Queluz, com encenação de Fernando Gomes.

Uma oportunidade a não perder - ir ao teatro é um programa fantástico para toda a família!

Cartaz_RVN_Final.jpg

 

E agora a surpresa:

 

 

 

09
Set15

Resultado do Passatempo Regresso às Aulas!


Sofia Serrano

Obrigada a todos pela enoooorme participação!

Temos então 2 kits de material escolar MAPED para oferecer, que incluem:

- Apara-Lápis Igloo
- Compasso Metal Box
- Caneta de feltro Graph'Peps (embalagem Sweet purple)
- Caneta de feltro Graph'Peps (embalagem preta)
- Caneta de feltro Graph'Peps (embalagem green golf)
- Caneta de feltro Graph'Peps (embalagem orange)

 

E os vencedores, apurados através do random.org são...

 

Paula Alexandra

Cláudia Patrícia Costa

 

Parabéns!

Por favor enviem-me os vossos dados (com morada) para msofiaserrano@gmail.com para vos fazermos chegar o prémio.

 

Captura de ecrã 2015-08-24, às 19.12.20.png

 

09
Set15

Confissões de uma médica #7


Sofia Serrano

As urgências de um hospital são, por definição, locais de adrenalina. Onde a resposta tem de ser rápida, imediata, eficaz. O médico, o enfermeiro, o assistente operacional, toda a equipa tem de estar coordenada e a trabalhar para o mesmo fim.

Eu gosto de fazer urgência. Acho que consigo ser um bom elemento em situações de stress. Mas muitas das vezes ponho-me a pensar qual é o segredo para conseguirmos que as coisas corram bem? Ou o que é que não funcionou se tudo corre mal? De quem é a culpa? Como é que conseguimos salvar uma grávida e o seu bebé quando temos um descolamento de placenta grave que põe em risco os dois, por exemplo? As respostas não são simples, mas existem.

Funcionamos como uma cadeia em que o primeiro elemento tem de reconhecer a situação e depois toda a equipa tem de se coordenar para dar resposta ao problema. Não se pode perder tempo e temos de conhecer o local de trabalho, o material de que dispomos. Saber de cor e salteado todos os passos do que estamos a fazer. E temos de ter um bom líder.

Os líderes são fundamentais – e nada de se pensar que o líder é o chefe, porque até pode nem ser. O chefe é chefe porque sim. Mas todos sabemos reconhecer um líder: consegue motivar, organizar, conduzir. As equipas funcionam bem muito à conta do líder.

 

 

 

 

operating_room.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

08
Set15

O regresso


Sofia Serrano

Recomeçaram hoje a escola.

Para ela o primeiro dia no segundo ano, com um monte de livros, testes nacionais e fracções para aprender.

Ele na sala dos crescidos, que é como quem diz dos 3 anos, ainda com muita brincadeira, que é o que se quer na idade deles— e que devia existir em quantidades brutalmente superiores nos programas escolares.

Para trás ficam dias longos, risos, brincadeiras, viagens, mergulhos e gelados sem horário.

Para trás ficam boas recordações e um coração cheio.

 

Mas o futuro é para a frente. E é para a frente que vamos.

 

Captura de ecrã 2015-09-8, às 15.11.58.png

 

Os meus livros

Captura de ecrã 2016-09-20, às 20.46.51.png

capa_formato_real-04.jpg

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D