Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Café, Canela & Chocolate

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Café, Canela & Chocolate

12
Jun16

3 perguntas (e respostas) sobre SPM


Sofia Serrano

81a632644e5c97e6668a974cf0f8.jpg

 

Não é um mito. O SPM - Síndrome Pré-Menstrual- existe mesmo. Temos razões para aqueles dias de mau humor, ou para nos sentirmos com peso a mais. Ficam aqui 3 perguntas e respostas importantes sobre este tema:

 

É verdade que a síndrome pré-menstrual pode originar um aumento de peso na ordem dos 2-4 kg, mas que depois passa?

Sim, é verdade. O Síndrome Pré-menstrual (SPM) caracteriza-se por uma série de alterações, quer emocionais quer físicas, que ocorrem nos dias anteriores à vinda do período. Em algumas mulheres, estas alterações são muito marcadas e interferem com a vida diária. Geralmente os sintomas manifestam-se durante a segunda fase do ciclo (entre o 14º e o 28º dias do ciclo) e desaparecem quando aparece a menstruação. Esses sintomas podem ser alterações de humor, com irritabilidade, dificuldade em dormir, tristeza, dores de cabeça, mas também ganho de peso, inchaço abdominal e das extremidades (braços e pernas) e tensão mamária. Pode haver um ganho de peso significativo, entre 2 a 4kg, que desaparece com a menstruação.

 

 

Porque é que se dá esse inchaço? Tem algo a ver com os progestagénios?

Pensa-se que o edema (vulgarmente conhecido como “inchaço”) associado ao Síndrome Pré-menstrual é causado por um desequilíbrio entre os estrogénios e a progesterona, com aumento relativo dos primeiros. Isso faz com que haja uma retenção de água e de sódio, com aumento de peso e edema generalizado. Também se pensa que possam existir outros possíveis mecanismos associados ao SPM que se relacionam uma resposta anormal do organismo face às alterações de neurotransmissores neuronais, como as beta-endorfinas, ou relacionados com a nutrição, a deficiência de vitamina B6, a hipoglicemia e níveis baixos de cálcio ou magnésio.

 

Como se pode combater esse problema? Hidratando e fazendo exercício?

Recomenda-se que durante o período pré-menstrual se façam entre 4 a 6 pequenas refeições diárias, evitando açúcar refinado, alimentos com muito sal, cafeína e álcool e reforçando consumo de frutas, vegetais e alimentos ricos em fibra. Ou seja, devem-se evitar alimentos como batatas fritas, cachorros quentes e colas, que parecem piorar os sintomas, e beber água e comer muita fruta e fibras. O exercício também parece ser benéfico, porque melhora os sintomas físicos e reduz o stress. A corrida ou o yoga são bons aliados. Não há medicação comprovadamente eficaz para tratar o SPM. Mesmo com a toma da pílula pode haver persistência dos sintomas, por isso um estilo de vida saudável, com uma alimentação equilibrada, uma boa hidratação e exercício físico estão recomendados.

 

(se tiverem dúvidas, enviem as vossas questões para msofiaserrano@gmail.com)

 

 

 

1 comentário

Comentar post

Os meus livros

Captura de ecrã 2016-09-20, às 20.46.51.png

capa_formato_real-04.jpg

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.