Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Café, Canela & Chocolate

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Café, Canela & Chocolate

01
Jun14

5 factos a ter em mente quando se vai de férias com miúdos


Sofia Serrano


1. Férias em família, incluindo miúdos pequenos, não significa necessariamente "férias" - lá está, esta coisa de sermos pais é 24 horas por dia, incluindo os tão desejados dias de descanso. É preciso vestir, despir, alimentar, brincar, aturar birras, dar lições de moral, contar histórias, pôr a dormir, ensinar coisas. Sim, a parentalidade não tira férias.


2. Não vale a pena irmos carregados com livros e computadores, na ínfima esperança de lermos aquele livro que está na prateleira há tanto tempo, ou pôr em dia aquele trabalho. Se queremos estar deitados na espreguiçadeira à beira da piscina ou na praia, mais vale carregarmos brinquedos aquáticos, chapéus e protectores. E mentalizarmo-nos para um exercício físico contínuo de andar-atrás-das-crianças, a evitar que caiam na piscina, atirem o balde ao companheiro de brincadeiras ou se deitem na espreguiçadeira da vizinho.


3. Os miúdos surpreendem-nos sempre: quando temos a certeza que eles não vão gostar da comida nem comer nada de jeito damos por nós a trazer-lhes a segunda dose de uma sopa carregada de pedaços de feijão e cenoura, que nunca comeriam em casa por mil-e-uma razões.


4. Aquela coisa de dormir até ao meio-dia porque estamos de férias...é para esquecer. A hora de acordar em férias é muito parecida à hora de acordar habitual - que é como quem diz "de madrugada" (pelo menos a mim parece-me!). Vá, mais uma horita em relação ao normal. Pronto, eles garantem que ainda conseguimos tomar o pequeno almoço a horas.


5. A regra é...descomplicar. Férias são férias, e não vale a pena martirizarmos-nos por não os pôr na cama às 9h da noite ou por não dormirem a sesta, ou por andarem a comer mais gelados que o que era suposto. Afinal, tudo o que é bom acaba num instante.



(P, o profissional em inventar alguma coisa nova a cada 5 segundos)




Os meus livros

Captura de ecrã 2016-09-20, às 20.46.51.png

capa_formato_real-04.jpg

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D