Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Café, Canela & Chocolate

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Café, Canela & Chocolate

13
Jun16

Hoje é dia de parabéns!


Sofia Serrano

DSC_0096.jpg

 

És um miúdo feliz. 

Decidiste nascer no Dia de Santo António, tu, que gostas de festas, de brincadeiras e adoras rir. 

Tens o mau feitio da mãe ao acordar, mas instantes depois és o mais simpático do mundo.

Adoras comida saudável e preferes um tomate a uma fatia de pizza. Não páras um segundo, mas adoras jogos de concentração.

És apaixonado por livros e histórias e fazes muitas perguntas sobre tudo e mais alguma coisa.

Sempre que vês as estrelas à noite procuras a mais brilhante e relembras-me todas as vezes que o avô nos está  a ver.

Sabes escrever o teu nome e contar até 30 sem te enganar porque a mana te ensinou. Adoras a tua irmã, mas às vezes andam à bulha pelos brinquedos - e instantes depois estão a dançar e a cantar os dois. O pai é o teu herói e companheiro de muitas brincadeiras, e é sempre a ele que vais pedir para mexer no iPad, porque já sabes que a mãe não deixa.

Dizes que quando cresceres queres ser médico (como a mãe) mas também cantor (porque a mana também quer ser).

 

Hoje é o teu dia. Fazes 4 anos!

 

(não sei como foi possível o tempo passar tão depressa e estares tão crescido e falador, mas lembra-te que vais ser sempre o meu bebé)

 

Parabéns, meu amor.

 

Instagram aqui

 

26
Mai16

Para mães giras


Sofia Serrano

Dizem que o Verão está quase, quase a chegar... Acreditam que é desta? :)

Fica cor e umas sugestões para nos lembrarmos do sol e da boa energia da nossa estação do ano preferida!

 

Captura de ecrã 2016-05-24, às 23.48.31.png

 Macaco padrão tropical- Stardivarius

Óculos de sol- H&M

Calções de ganga- H&M

Vestido comprido - H&M

Sandálias - Natura

Carteira - Natura

Colar tribal- Natura

24
Mai16

Verdades sobre as mães


Sofia Serrano

image.png

 

 

1. As mães querem ser perfeitas, mas a maior parte do tempo ficam muito longe disso, porque estão cansadas, perdem a paciência ou afinal, não lhes interessa nada a perfeição. (Só lhes interessa mesmo que os filhos estejam felizes e que consigam chegar ao sofá para descansar as pernas e a cabeça 10 minutos)

 

2. As mães fazem listas e apontam tarefas e datas importantes em todo o lado - no telemóvel, no iPad, na agenda. Para não se esquecerem de nada e darem aquele ar "tenho tudo sob controlo e nada me escapa" .Sabem sempre as datas das festas da escola e das reuniões (que os pais nunca sabem). E corre tudo bem, até perderem um destes itens fundamentais.

 

3. As mães ficam cansadas e também adoecem. Apesar de parecer que têm superpoderes e são imunes a qualquer microrganismo, apesar de conseguirem tratar de duas crianças doentes dias a fio, sem falhar medicação e sem ceder ao cansaço, quando as tempestades amainam, as mães também se vão a baixo. E precisam de tempo para recuperar - e mimos. 

 

4. As mães não têm todas as respostas. Às vezes não sabem resolver certos problemas da escola. Muitas vezes não sabem qual é a escolha mais acertada para o futuro dos filhos - a escolha da escola é daquelas coisas que lhes dá cabo da cabeça. Na maioria das vezes decidem confiar na sua intuição- e no coração. Não, as mães não sabem tudo. E muitas vezes têm dúvidas.

 

5. As mães precisam de tempo para respirar. Para tomar um banho sossegadas. Para ir correr 20 minutos. Para se sentarem a ler um livro. Precisam de alguns instantes sem serem sempre elas a atenderem aos pedidos dos filhos, sem serem elas a fazer o jantar ou a preparar tudo para o dia seguinte. Precisam de tempo para não fazerem NADA. Para, instantes depois, terem energias renovadas para voltar a fazer TUDO outra vez.

 

 

 

21
Mai16

Arrumações de sábado


Sofia Serrano

59ecce094d50b581f45e3f4226fd416c.jpg

 

Ideias que uma pessoa tem num sábado de manhã: arrumar a roupa dos miúdos, na esperança de que as peças de inverno fiquem bem fechadas nas caixas e as cores de verão tragam boa energia.
Pronto, depois há aquele lado do caos: quarto com montes de roupa por todo o lado, o mais pequeno a saltar de monte em monte, qual jogo de computador, a maior a experimentar tudo e mais alguma coisa, e a suspirar sempre que já não cabe num dos vestidos preferidos - é nestes momentos que me apercebo que eles crescem a uma velocidade vertiginosa!


(desejem-me sorte! com a quantidade de coisas entre este guarda-roupa e as caixas da garagem quase que podia montar mais um mercadito)

20
Mai16

Sobre esta coisa de andar com o coração fora do peito


Sofia Serrano

Ter filhos é isto: andar em constante preocupação com os perigos da vida em geral, querer protegê-los de tudo o possível e imaginário e as mesmo tempo ajudar a ganhar asas para os seus próprios voos.

 

Não é nada fácil, e suspeito que não tem tendência a melhorar.

E vê-los doentes e não ter uma varinha mágica para os deixar curados em instantes é angustiante. (o R. diz sempre que devia ser proibido os filhos ficarem doentes, e eu concordo em absoluto)

 

Isto para dizer que ultrapassamos uma difícil semana de tosses, febres e manchas, com diagnósticos com nomes complicados, horas de sono perdidas, dias sem apetite.

Agora parece estar tudo a voltar ao normal. Até o sol e o calor resolveram, finalmente, dar um ar de sua graça. Que as boas energias venham para ficar!

 

DSC_1170.jpg

DSC_1169.jpg

 

 

19
Mai16

Cabelo perfeito


Sofia Serrano

 

DSC_0541.JPG

 

O cabelo é um dos pontos mais importantes para nos sentirmos bonitas.

Naqueles dias em que o cabelo está perfeito, estamos capazes de conquistar o mundo.

Mas o stress, uma má alimentação e muitas outras situações - como o pós-parto ou doenças variadas - podem deixar o cabelo fraco, sem brilho e fazer com que haja uma maior queda.

Coisas importantes: uma alimentação com muitas vitaminas e água, descanso qb (tempo para nós!) e também produtos adequados ao nosso tipo de cabelo.

Eu sou daquelas que me afasto das tesouras e adoro o cabelo comprido (a minha cabeleireira só me vê umas duas vezes por ano).

Nem sempre está fantástico como eu gostaria, muito à conta da falta de tempo e da vida agitada, mas tento mimá-lo o mais possível.

Estes últimos tempos com mais stress e um inverno que parece não ter fim deixaram-no mais fraco e por isso pareceu-me uma excelente opção experimentar uma nova gama de produtos (não sei se também vos acontece, mas tenho a sensação que quando uso muito tempo o mesmo champô ou amaciador, deixo de ter bons resultados...).

 

 

 

13
Mai16

Remédios naturais para a tosse dos miúdos


Sofia Serrano

5488653c9d99cc45e4648f76f0a6dcd0.jpg

 

 

Anda aqui por casa uma daquelas viroses chatas, que faz a criançada tossir noites sem fim.

Mas não está fácil acabar com a tosse.

Deixo-vos uma lista dos remédios tradicionais que muitas mães partilharam comigo aqui - muito agradecida :)

 

- uma cebola cortada ao meio à cabeceira da cama da criança (já experimentei, o cheiro não é agradável mas parece-me que deu algum resultado)

- chá de gengibre e limão, adoçado com mel (temos andado a beber aqui por casa, parece-me que ajuda)

- xarope de cebola às rodelas e mel: mexer bem até a cebola ficar mole, e ir bebendo o sumo às colheradas 

- chá de poejo

- mel com algumas gotas de limão, e ir bebendo (ajuda qualquer coisa)

- chá de eucalipto

- cortar os lacticíneos (fiz isto nos últimos dias e parece-me que há melhorias, coincidência ou não...)

- o xarope homeopático Stodal (ainda não experimentamos)

- 3 colheres de mel com 1 colher de vinagre de maçã: ir comendo à colherada

- chá de casca de cebola, adicionar mel

- xarope de cenoura ralada, com açucar amarelo. Podem-se adicionar folhas de eucalipto. Ir bebendo este sumo.

- este xarope caseiro

- vick na sola dos pés

 

Acredito que quando parar de chover e voltarmos ao sol e ar livre, tudo vai melhorar.

Muita força para todos os pais e mães com miúdos doentes - temos de lhes dar muitos mimos, o amor é sempre o melhor remédio :)

 

 

 

 

08
Mai16

Ser mãe é tudo isto e muito mais


Sofia Serrano

Deviamos poder colocar no curriculum, com orgulho, "ser mãe". Os anos que nos dedicamos aos filhos, todas as capacidades que desenvolvemos. A motivação, o espírito de sacrifício, a organização e planeamento. Ser mãe é a melhor profissão do mundo - e também uma das mais difíceis.

Vale a pena ver este vídeo.

 

 

 

27
Abr16

#WonderMother


Sofia Serrano

O meu despertador toca sempre primeiro. Há mochilas para preparar - escola, natação, aikido, ballet.Há lanches para organizar. A farda da escola. O pequeno almoço, que deve ter sempre uma boa dose de vitaminas, mas também cálcio e fibras.

Depois é preciso convencê-los que está na hora de levantar e conduzir a dança diária do  come-veste-despacha. Os horários têm de ser cumpridos, senão há trânsito e tudo se atrasa. Deixá-los na escola, seguir para o trabalho. Consultas, ecografias, telefonemas, e-mail.

É preciso que nada falhe. Muita gente depende de um bom trabalho.

O almoço é a correr e muitas vezes é a fruta que de manhã coloco na carteira (os frutos secos e o chocolate preto não podem faltar). Depois é preciso estar à porta da escola na altura certa, levá-los às atividades que adoram, saber o que almoçaram e o que fizeram durante o dia. Ajudar nos TPCs. Atender o telefonema da amiga e da mãe. Ajudar nos banhos, fazer o jantar. Ouvir o marido falar sobre o dia de trabalho. Ler histórias, dar beijos, ver se estão bem tapados.

E cair no sofá, com um copo de vinho tinto, um episódio do Game of Thrones e a melhor companhia que é o pai dos meus filhos. É nesse momento, em que tudo está feito e tranquilo, quando eles dormem serenamente, que me sinto quase uma super mulher. Uma super mãe. Mas sei que cada instante é difícil, tenho muitas dúvidas se estou a fazer as coisas bem, não sei se no dia seguinte vou conseguir dar conta de tudo outra vez. 

Respiro fundo.

E lembro-me que sou a pessoa mais sortuda do mundo por ser mãe daqueles dois miúdos lindos e cheios de energia, que questionam o mundo todos os dias. Que tenho um trabalho que adoro. Que tenho ao meu lado o amor da minha vida, que é o pai dos meus filhos.

Sim, sinto-me uma #WonderMother! E aposto que vocês também!

 

show1.jpg

 

 

 

02
Abr16

A primavera chegou!


Sofia Serrano

Coisas boas da vida: sol, campos cheios de flores, gargalhadas.

E porque a primavera parece ter vindo para ficar, então temos de aproveitar para brincar lá fora. Toca a desligar televisões!

Correr, andar de bicicleta, jogar às escondidas e apanhar flores são das melhores coisas para a alma.

E às vezes até se fazem novos amigos ;)

 

DSC_1031.JPG

 

 

Os meus livros

Captura de ecrã 2016-09-20, às 20.46.51.png

capa_formato_real-04.jpg

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.