Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Café, Canela & Chocolate

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Café, Canela & Chocolate

17
Jan18

Expectativas de irmão mais velho


Sofia Serrano

33weeksboy5-300x300.jpg

 

 

Levar o futuro irmão mais velho a uma ecografia de gravidez da mãe pode ser uma verdadeira aventura.

Muitos pais vão cheios de entusiasmo por mostrar ao filho as imagens do irmão que ainda está na barriga. Planeiam filmar a reação e vão entusiasmados com a emoção desse primeiro encontro.

 

A realidade, na maioria das vezes, passa bem ao lado do planeado: os miúdos pequenos muitas vezes acham mais piada ao ecógrafo e aos mil botões com luzes do que à imagem preta e branca no ecrã - e mostram muito pouco interesse pela imagem que os pais lhe dizem ser "o mano".

Alguns assustam-se com o som do batimento cardíaco do bebé, outros é a única coisa que acham piada - e passam o resto do exame a pedir para repetir aquele som de um galope de cavalo a alta velocidade.

Os que têm interesse na imagem fazem muitas vezes uma interpretação - tipo arte abstrata - e às tantas já estão ali a ver um piano ou os dentes do lobo mau.

 

 

Mas há irmãos que querem tanto, tanto ver o bebé que vão com as expetativas muito elevadas. Principalmente, quando, como hoje, uma irmã queria muito, muito, MUITO, saber que na barriga da mãe estava uma mana. Uma MANA.

Era só isso que ela queria. Não queria saber do barulho do coração, das mãozinhas ou da face em 3/4D. Nem queria ver imagens a preto e branco ou saber de medidas. Só queria que eu visse os órgão genitais e lhe confirmasse aquela que lhe parecia a única possibilidade possível : ser uma menina.

O bebé, já a prever todo um drama familiar, passou a ecografia de perna fechada e enrolado em parte do cordão umbilical.

E á medida que eu anunciava que se calhar não íamos conseguir chegar a nenhuma conclusão, ela sublinhava que estava a ficar muito ansiosa e tinhamos mesmo de ver que era uma menina. "Muitas vezes só no final do jogo é que se sabe o resultado! Deve ser igual aqui!" - dizia ela ao pai, em tom esperançoso, enquanto olhava para a mãe.

Portanto, depois de vermos e revermos a anatomia do feto ao pormenor, e depois de uns belos pontapés e cambalhotas, o bebé lá resolveu mostrar o que faltava ver. E sem dúvida, era um rapaz.

Oiço um pranto, soluços sentidos e lágrimas incessáveis. E um pai a dizer: "Querida, são lágrimas de felicidade, não é? Já sabemos que vais ter um mano! Que bom!"

Quando a miúda se acalmou e engoliu as lágrimas, ouviu-se:

 

- Mas mãe! Eu quero uma mana! Guardaste o talão de troca, certo?

 

 

Podem seguir-nos no instagram aqui.

 

 

 

 

 

4 comentários

Comentar post

Bem-vindos!

Olá! Sou a M. Sofia Serrano S., Ginecologista-Obstetra, mãe de dois miúdos maravilhosos, apaixonada por escrita. Adoro café, canela e chocolate e aproveitar as coisas boas da vida! Neste blog partilho as nossas aventuras em família, os desafios de ser mãe, dicas para as grávidas e tudo o que é fundamental saber sobre a saúde da mulher. Também conto algumas das aventuras dos hospitais e partilho um bocadinho deste mundo da medicina. Fiquem por aqui!

Os meus livros

Captura de ecrã 2016-09-20, às 20.46.51.png

Comprar

Contactos

msofiaserrano@gmail.com

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.