Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Café, Canela & Chocolate

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Café, Canela & Chocolate

12
Nov12

Querido Pai Natal...


Sofia Serrano

Este ano achei que era melhor escrever-te esta carta cedo. Para teres tempo de preparares tudo para o Natal.
É que por aqui, as coisas estão um bocadinho complicadas.
Este ano não te vou pedir um relógio novo, uma mala ou um livro. Ou um perfume. Ou prendas para os miúdos.
Este ano, queria pedir-te, se possível, que mantivesses o meu trabalho e o de outros tantos como eu, e quem sabe até, podias arranjar algumas vagas na tua oficina para um ou outro português. Somos gente trabalhadora e empreendedora (ouviste falar dos Descobrimentos?). Até houve uma altura em que o domínio do Mundo era Português - isto para perceberes o nosso potencial. 
Não cruzamos os braços, mas também não somos de grandes confusões. Por isso temos aceite de forma relativamente calma,que nos vão submetendo à vontade de outros países que agora dominam a europa e o mundo. 
Trabalhamos cada vez mais e até mais tarde,essencialmente para pagar as contas de outros, que estão descansados nas suas mansões, a deliciarem-se com refeições fartas. E para que o estado tenha cofres cheios, para os esvaziar para os tais outros países. Como vês, muito semelhante a outros tempos de que reza a história.
O problema é que os nossos filhos começam a passar fome, e muitos deles não podem continuar a frequentar as escolas onde sempre andaram. Começamos a não ter dinheiro para pagar as nossas casas e os carros. 
Confesso que podemos ter cometido uma ou outra extravagância e gasto mais do prevíamos nalgum ponto das nossas vidas, mas agora, AGORA, há famílias inteiras a passar fome, sem possibilidade de pagar a água e a luz, e a dormir ao frio. E milhares de portugueses sem trabalho e com a melhor formação, que não encontram outra solução senão partir para outros destinos. 
Porque como te disse, não somos de cruzar os braços. 
Também já tentamos apelar a quem manda mais, mas porque as cartas parecem não lá chegar, escrevo-te a ti, Pai Natal, porque me lembro de visitares a minha casa quando era pequena, e de trazeres presentes e conforto.
Por isso, se pudesses, Pai Natal, por favor permite-nos termos saúde  e trabalho, para que nunca falte a comida e o abrigo às nossas famílias. Porque do resto vamos tratar nós.



Com carinho, a tua amiga,
SS.





Espreitem também no facebook a página do "Café, Canela & Chocolate" e façam like!

Os meus livros

Captura de ecrã 2016-09-20, às 20.46.51.png

capa_formato_real-04.jpg

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D