Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Café, Canela & Chocolate

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Café, Canela & Chocolate

01
Ago16

Sobre a pílula, uma novidade


Sofia Serrano

o-SUMMER-PARTY-facebook.jpg

 

Uma das coisas boas desta nossa vida moderna, é podermos escolher quando temos filhos.

A altura ideal para constituir família não é igual para todos, por isso, a contraceção é uma excelente escolha no que toca a uma sexualidade plena, que faz parte do nosso bem estar.

Já ouvimos falar da pílula há muitos anos - entrou no mercado em 1960 e desencadeou uma verdadeira revolução nos hábitos sexuais do mundo ocidental. Ao longo dos anos, tornou-se no método contracetivo mais popular a nível mundial.

As pílulas combinadas contém um estrogénio e um progestagénio, enquanto as mini-pílulas contêm apenas um progestagénio (como a "pílula da amamentação").

As hormonas da pílula previnem a gravidez através de três mecanismos:
- impedem a ovulação (ou seja, impedem que o ovário liberte o óvulo)
- tornam mais fino o tecido que reveste o útero (endométrio), o que evita a implantação de um óvulo fertilizado
- tornam o muco do colo mais espesso, o que dificulta a entrada do esperma do útero

 

 

Existem muitos tipos de pílulas disponíveis, que variam no tipo e na dose dos seus componentes hormonais, na forma como são tomadas e nos seus efeitos não relacionados com a contracepção.

 

 

160.957.630.jpeg

 

Em Potugal, está disponível deste o início deste ano uma novidade: uma pílula em forma de um adesivo pequeno e transparente, com uma baixa dosagem, que pode ser colado na pele, por exemplo, debaixo do bikini, ao nível da nádega - não se nota!- , e que se troca semanalmente - sem o stress do esquecimento da toma diária!

Para além disso, este novo adesivo tem menos efeitos secundários associados aos estrogénios (aquelas substâncias que têm riscos de trombose, tão faladas há um tempo atrás) e menor passagem pelo fígado, tendo por isso uma maior segurança.

Este adesivo contracetivo permite-nos ter uma vida agitada sem andarmos preocupadas com as tomas diárias da pílula a horas certas, incluindo todo o tipo de desporto, as festas de verão (que incluem umas caipirinhas ou um gin tónico!), o trabalho por turnos ou as viagens intercontinentais.

E não se preocupem, que se for bem colocado, o adesivo resiste a uma semana de praia e piscina em modo intenso, como esperamos que aconteça neste mês de agosto que agora começa!

 

8915fe2a-70a3-46d8-8af7-15b19f63735e.jpg

 Zonas onde colocar o adesivo

 

Quem já experimentou Lisvy?

 

Mais informação aqui, mas não se esqueçam que é sempre fundamental falar com o vosso ginecologista que saberá o mais indicado para cada caso (atenção aos riscos e contraindicações de cada método contracetivo).

 

 

 

 

 

 

 

4 comentários

Comentar post

Os meus livros

Captura de ecrã 2016-09-20, às 20.46.51.png

capa_formato_real-04.jpg

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D