Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Café, Canela & Chocolate

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Café, Canela & Chocolate

03
Abr15

Somos o que comemos


Sofia Serrano

Ontem a SIC fez uma Grande Reportagem sobre a alimentação dos nossos filhos - e a nossa. Toda a população consume açúcar em excesso e a quantidade de doenças associadas é absolutamente assustadora. Cancro, diabetes, enfartes, tudo isto está relacionado com os nossos maus hábitos alimentares. Somos o que comemos.
Mas mais assustador ainda é perceber que os nossos filhos comem pessimamente, e que os problemas que se diziam de adulto - diabetes, hipertensão, obesidade, hipercolesterolémia - já estão a aparecer nas crianças. Metade dos miúdos de 4 anos tem excesso de peso! É assustador. E acima de tudo, assusta, porque a culpa é nossa. 
Os meus viram a reportagem e fui tentando explicar o que eram os alimentos maus, e o que devemos comer todos os dias, que nos faz bem, coisas que tento fazer diariamente, mas na reportagem acaba por ter mais impacto.
Muita gente não tem, de facto, noção das quantidades de açucar, sal e gorduras que existem nos alimentos processados e embalados.


Por isso, para começarmos a mudar a saúde futura da nova geração, há coisas fundamentais a fazer:

- ir à despensa lá de casa e perceber quais são, de facto, os produtos que costumamos comprar e ver os rótulos: ver quanto de açúcar é que estamos a dar aos nossos filhos. E perceber os erros, e eliminar de vez estes produtos da alimentação.

- comprar produtos frescos: pão fresco (nada de pão de forma e outros embalados), peixe, legumes e vegetais, fruta, carne

- coisas que NÃO devemos comprar: comida pré-feita, refrigerantes, doces, gomas, molhos, fast-food   Nenhuma destas coisas traz benefício para a saúde, não vale a pena ir na cantiga da publicidade que diz que "ajuda a crescer". 

- limitar consumo de produtos como os iogurtes, que têm toneladas de açúcar adicionado, em particular os líquidos, os de pedaços, os queijinhos e afins

- toda a família deve adoptar hábitos saudáveis idênticos, com fruta e legumes a todas as refeições

- a bebida de miúdos e graúdos deve ser água. Sumos e refrigerantes são para esquecer, pelos aditivos, ou então podemos nós ocasionalmente fazer sumos de fruta natural, sem adicionar açúcar

- ensinar os nossos filhos a cozinhar, e pedir que escolham connosco frutas e legumes. Assim vão aprendendo o que é saudável e ganham gosto pela preparação dos alimentos - para no futuro saberem fazer uma sopa ao invés de correrem ao uma cadeia de fast-food a  comprar um hamburguer.

- os lanches que enviamos para as escolas devem ser saudáveis: fruta, pão escuro, leite ou iogurte.

- devemos motivá-los a praticar desporto, e a brincar no parque, andar de bicicleta, correr. Televisão deve ser limitada a 1-2 horas nos fins de semana.

- toda a família deve adoptar um estilo de vida saudável: é mais fácil para todos, e os benefícios também são para todos.

Mudar às vezes é díficil, mas no final, o balanço vai ser muito positivo, com miúdos saudáveis que vão ser adultos felizes. E que podem ter um futuro cheio de possibilidades à sua frente.

#somosoquecomemos




1 comentário

Comentar post

Os meus livros

Captura de ecrã 2016-09-20, às 20.46.51.png

capa_formato_real-04.jpg

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.