Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Café, Canela & Chocolate

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Café, Canela & Chocolate

07
Jul17

Desculpem, mas não consigo ser o que esperam de mim


Sofia Serrano

Cgqnx7dWsAASjf2.jpg

 

 

Não consigo ser a blogger que esperam que seja. 

 

Não consigo ter uma vida perfeita, daquelas que aparecem em tons suaves no instastories, com uma música de fundo bonita - a maior parte dos dias faço coisas extremamente aborrecidas para o instagram, como as rotinas do dia a dia, o trabalho, as idas ao supermercado, as tentativas de ser uma boa mãe que nem sempre correm bem. Tenho as responsabilidades do trabalho, as responsabilidades de mãe, as responsabilidades de cidadã, e tento dar o meu melhor em todas elas - mesmo que isso signifique que não haja tempo para sessões fotográficas ou para aparecer numa série de novos sítios e festas, que esperam que as bloggers estejam.

 

Não consigo estar presente nos eventos das marcas, para provar o croquete (ou iguarias mais requintadas) e colocar fotos dos produtos que estão a querer que venda nas redes sociais, em troca de um fato de banho novo ou da nova marca de cremes.

 

Não consigo escrever sobre coisas em que não acredito, mesmo quando me tentam convencer que de forma camuflada tudo se vende - e eu se eu o fizer, posso ganhar bom dinheiro. Lamento, mas não sou eu.

 

 

27
Jan16

Das coisas que me faltam para ser uma blogger de sucesso


Sofia Serrano

 

Ter um blog de sucesso continua a ter muito que se lhe diga.

E parece que eu continuo em falta em passos fundamentais. Já tinha falado sobre este assunto antes mas ontem tive uma nova luz sobre o assunto.

 

Mais do que ter conteúdos interessantes ou boas fotos, dizem-me que para o meu blog ser mesmo um blog de sucesso, o que preciso é de uma agência. Uma agência para gerir o meu blog.  E que preciso de fazer os posts publicitários que os senhores da agência entenderem. Ou até que eles os escrevem por mim para me facilitar a vida.

Parece, segundo esses senhores, que ninguém quer saber se falo de maternidade ou de coisas de médicos, se dou a minha opinião sobre um destino giro de férias ou se digo que gosto de comprar roupa nos saldos e sugiro peças que não são patrocinadas.

O que se quer, para o blog se tornar um mega sucesso, é que fale de produtos para lavar a louça, de sites para comprar casas ou de como desentupir o nariz das crianças com o medicamento x ou Y - mesmo que eu ache sem sentido falar disto no blog, mesmo que eu não me identifique de todo com os produtos. Dizem eles. Vender a metro posts, espaço publicitário, fotos, vídeos. Assim é que consigo aparecer em programas de televisão e sair em revistas, ter rapidamente milhões de visualizações e tornar-me num sucesso.

 

Eu digo que adoro escrever no blog. Que adoro a liberdade.

E agradeço a atenção, mas vou continuar fiel ao meu registo. Sim, vão-me continuar a faltar coisas para ser uma blogger de sucesso. Mas não faz mal. Gosto tanto de escrever aqui que não me importo se saio na Caras ou na Visão e não me interessa ganhar dinheiro a vender coisas em que não acredito.

Era isto.

(pronto, já podem dizer que tenho mau feitio, eu digo que continuo a gostar das coisas genuínas)

image.jpeg

 

 

17
Set14

Surpresas desta vida de médica


Sofia Serrano



Tenho sorte em fazer o que faço. 
Em amar a sério esta coisa de ser obstetra, apesar de passar noites acordadas, de ter situações de adrenalina extrema e de andar muitas vezes com o coração nas mãos - ou corações, porque quando tratamos de grávidas temos sempre mais do que uma pessoa à nossa responsabilidade.
E a intuição é uma das nossas aliadas. 
Aquela sensação que temos que nos faz pedir umas análises mesmo sem haver grandes sintomas, porque algo nos murmura que se está a passar alguma coisa. 
E às vezes é preciso trazer ao mundo um bocadinho mais cedo que o esperado os bebés que estão confortáveis na barriga da mãe, para todos ficarem bem.
E há momentos mágicos.
Depois de abrir a bolsa amniótica da primeira gémea, ficámos todos emocionados no bloco operatório com a mãozinha rosa e pequena que se estendeu da barriga da mãe. 
Tivemos todos aquele instinto de querer registar para sempre aquele instante único, e em simultâneo querer tirá-la o mais depressa possível, porque era o certo a fazer. 
E por isso ajudámo-la a nascer. Foi a primeira, e no minuto seguinte, nasceu a irmã.
Mas esta mãozinha, com genica e garra, está no meu coração - e espero que possa ser uma das mãos que nos vai ajudar a construir um mundo melhor.









31
Ago14

Este blog (no dia dos blogs)


Sofia Serrano

Estava distraída a lamentar-me que tinha sido hoje o último dia de férias. 
Detesto despedidas, detesto pensar que amanhã já não acordamos devagarinho, já não vamos buscar pão quente ( que a Mariana come como se não houvesse amanhã, sabe-se lá a quem sai!), o peixe fresco, o feijão verde do sr. Joaquim ou o tomate da D. Maria (que o Pedro adora). Detesto não poder ir para a praia quando me apetecer e ficar lá o tempo que quiser (ou o que o sol e os miúdos permitirem). 
Não gosto do final das férias. 
Mas a vida é mesmo assim. Ciclos que se repetem.
E afinal acaba por ser bom voltar a casa, depois de algumas semanas fora. 
Eles ficam doidos com o regresso aos brinquedos e em alguns minutos temos a sensação de ter passado um furacão cá por casa.

Mas como eu dizia, a vida é feita de ciclos.



Foi numa dessas fases que comecei este blog - o Pedro era pequenino, a Mariana tinha 4 anos, eu estava no período da licença de maternidade e adorava viajar pela blogosfera. Muitas das vezes em busca de ideias, inspiração, conselhos, ou só para saber que alguém estava a passar pelas mesmas coisas que eu ( e que afinal eu não era doida de todo).
E afinal eu também tinha episódios giros para partilhar, e adorava escrever. 
E foi nascendo devagarinho este Café, Canela & Chocolate, um blog com o nome de coisas que adoro, um cantinho escrito com paixão, em jeito de desabafo. 
Foram surgindo partilhas de programas em família, de roupas que gostamos de usar cá por casa, de viagens que fizemos e recomendamos, de sítios que valem a pena visitar. Episódios divertidos dos meus miúdos ou reflexões de mãe - e de mulher.
Este foi sempre um blog pessoal, com as coisas que eu gosto e me apaixonam - mas o meu lado de médica Ginecologista-Obstetra começou-me a sussurrar que esta era também uma boa maneira de partilhar informação útil para as mães, para as grávidas, para as mulheres. Por isso, o blog tem crescido e cada dia que passa, fico mais feliz com o feedback que recebo, entre mails e comentários, é bom saber que estão desse lado. E o blog trouxe-me muitas pessoas especiais, muitas coisas boas, muitos amigos do coração. Escrever, e ler, acaba por me fazer sentir que nos sentamos para beber café e conversar. Entre amigos.
E neste dia do blog podia recomendar outros blogs que sigo religiosamente e admiro.
Mas desafio-vos a procurar novos blogs, a explorar o que se vai escrevendo por aí. 
Porque muitas das vezes encontramos surpresas fabulosas se sairmos dos nossos limites - e sonhar e querer ir mais além é o que nos define!
Sejam felizes e continuem por aí, que este setembro promete!




26
Jun14

Coisas que me faltam para ser uma blogger de sucesso (II)


Sofia Serrano

Depois desta primeira reflexão, estava aqui a pensar que me andei a esforçar nos últimos tempos - já tenho conta no instagram e no pinterest. Nada de iphone ou ipad. Nada de madeixas. Pronto, falta tudo o resto. E mais ainda.

- falta-me um cão. Tudo o que é blogger de sucesso arranjou um cão fofinho para ilustrar os posts e derreter audiências. E ainda lhes puseram um nome giro. Mas eu moro num apartamento e já tenho pouco espaço para a miudagem que cá vive. E há uma coisa chamada "crise" que complica a aquisição de uma mansão com espaço exterior avantajado.

- não estou grávida. Tudo o que é blogger de sucesso está a tentar engravidar, a engravidar, ou já grávida. E toda a gente adora grávidas (eu incluída). (mais a conversa da crise)

não consigo fazer publicidade a nenhum tipo de verniz nem aparecer sempre com unhas giras e com pinta, como as outras bloggers. Pois é, esta coisa de se ser cirurgião dá cabo da beleza diária e escovar intensivamente unhas, dedos, mãos e braços antes de cada cirurgia ou cesariana, dá cabo de qualquer verniz. 

- não consigo ser um ícone de moda. De manhã bem posso escolher uma roupa com pinta, pentear-me a rigor e carregar-me de acessórios. Problema: assim que chego ao hospital tenho de tirar a roupa gira e acessórios, vestir um pijama verde, pôr uma touca e uma máscara e calçar luvas. E ninguém quer saber da moda-do-bloco-operatório. Ou da moda da bata branca.

- baldo-me à grande maioria de eventos-para-bloggers : tenho um horário de 40 horas no hospital e mais outras tantas de consultório. O que significa que trabalhando dias inteiros torna difícil ir a cocktails à quatro da tarde de quarta-feira ou aparecer no brunch de terça. 

(mas bolas, continuo a ter o melhor trabalho do mundo, os melhores filhos e ainda tenho o privilégio de ir escrevendo aqui no blog nos tempos livres sobre o que me passa pela cabeça - e adoro saber que há que adore ler!)


Os meus livros

Captura de ecrã 2016-09-20, às 20.46.51.png

capa_formato_real-04.jpg

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.