Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Café, Canela & Chocolate

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Café, Canela & Chocolate

02
Nov14

Pequenos Cientistas


Sofia Serrano

Este sábado, tivemos um programa diferente: uma manhã recheada de novas experiências!  Os miúdos cá de casa fizeram um novo amigo - o urso do Clube Aptababy, que não queriam largar por nada deste mundo! - e tornaram-se pequenos cientistas. 

Foi no MAPA, no Amoreiras, que fomos recebidos pela equipa da Milupa e pelo Urso Aptababy, para conhecer o novo Aptamil Junior 4 com Sabor a Bolacha Maria - um leite a partir dos 12 meses e até aos 3 anos, adequado às necessidades desta idade e nutricionalmente equilibrado, com aquele sabor que nos transporta para a nossa infância. Uma excelente alternativa para os lanchinhos dos nossos filhos!

Mas primeiro, os mais pequenos puderam tornar-se verdadeiros cientistas e participar em experiências giríssimas com a equipa da Mad Science: foi uma verdadeira emoção juntar ingredientes para criar um vulcão colorido, juntar líquidos para fazer um arco-íris e recriarem fósseis de dinossauros! A M. e o P. estiveram os dois muito concentrados e interessados e adoraram!




Adoraram o urso!

 A equipa Mad Science e os pequenos cientistas.

 As expressões deles ao ver o resultado final foram maravilhosas!

 Fizeram as cores do arco-íris!


 Fizeram fósseis e aprenderam sobre dinossauros.







Depois da ciência, um lanche saudável.

O novo Aptamil Junior com sabor a bolacha maria tem aquele sabor da nossa infância! (deixem os mais pequenos experimentar e vão ver!)

Fotos: MagmaPhoto e minhas
23
Jul14

Passatempo Aptababy


Sofia Serrano

A alimentação dos nossos filhos é algo fundamental para a saúde deles. Já falei aqui e aqui que os nossos miúdos não são mini-adultos, e têm necessidades específicas, para que possam crescer saudáveis e felizes.
E como prometido, hoje trago uma surpresa: um passatempo em parceria com o Clube Aptababy




Temos para oferecer 2 kits que incluem:

- uma mochila Aptamil Junior
- uma embalagem de produto de acordo com a idade do bebé (Aptamil Junior 4 ou Aptamil Junior 5)
- um folheto informativo
- um brinde Aptababy


Para se habilitarem a este prémio, basta fazerem "gosto" nas páginas de facebook do Clube Aptababy (aqui) e do Café, Canela & Chocolate (aqui) e deixar em comentário a este post a indicação que estão a participar.
Vamos sortear os 2 kits entre todos os participantes através do random.org.
Podem participar até dia 27 de Julho! Boa sorte.

Atenção: Devido à legislação em vigor, não é permitida a oferta de leites infantis a mães com bebés com menos de 6 meses de idade. Por esta razão, este passatempo destina-se a mães com filhos maiores de 6 meses. A oferta de produto é entregue em formato de uma embalagem de Aptamil Junior 4 ou 5, de acordo com a idade actual da criança.
19
Jun14

Crescer saudável: o resumo do Workshop sobre Nutrição Infantil


Sofia Serrano


Lembram-se do Workshop do Clube Aptababy, em que participei com a Tânia Ribas de Oliveira e com a Margarida, dietista do Clube Aptababy? Foi uma tarde fantástica, em que respondemos a muitas perguntas de mães, pais, avós e amigos, interessados em saber mais sobre nutrição infantil e dar o melhor às suas crianças.

Para quem não teve oportunidade de assistir, deixo aqui alguns pontos fundamentais:

1. Foi feito um estudo a nível nacional, que mostrou que 1 em cada 3 crianças até aos 3 anos tem excesso de peso. Isto é preocupante. Mais ainda quando nos apercebemos que estamos a dar aos nossos filhos excesso de proteínas, e que este excesso é um dos principais factores a contribuir para a obesidade futura.

2. O excesso de proteínas surge muito à custa de excesso de leite de vaca. Conversámos sobre este assunto e apercebi-me que não devemos dar mais do que um iogurte por dia aos nossos filhos, até aos 3 anos ( eu que achava que eles podiam comer iogurtes à vontade!). E que devem beber um leite adaptado às suas necessidades, porque os nossos filhos não são mini-adultos e têm necessidades específicas. Os leites de transição têm menos proteínas que os de vaca e outros nutrientes essenciais para o crescimento, como o ferro, devendo ser a opção até aos 3 anos.

3. Falámos sobre a importância da alimentação saudável na gravidez - porque é logo na barriga que se determina a saúde do nosso filho. Ter uma alimentação equilibrada e variada, aumentando de peso entre 9 e 12 kgs (a grávida não deve comer por dois!), evitar álcool e tabaco, e moderar o consumo de cafeína são factores fundamentais para termos bebés saudáveis. É logo aqui que começa a janela de oportunidade para melhorarmos a saúde deles e criarmos futuros adultos saudáveis.

4. A amamentação exclusiva até aos 6 meses de vida é o melhor para o nosso bebé, pois o leite materno tem tudo o que eles necessitam (para além de reforçar o vínculo mãe-bebé e nos ajudar a perder peso!). Se possível, a amamentação deve ser prolongada até aos 2 anos, sendo que a partir dos 6 meses é importante a diversificação alimentar.

5. Uma das questões que mais surgiu foi: começar pela papa ou pela sopa? Curiosamente a minha filha começou pela papa e o pequeno pela sopa. E ela gosta muito mais de doces do que ele, que adora legumes. Parece que os bebés já vêm "programados" para gostar de doce, e que o sabor mais amargo (como da sopa) deve ser aprendido - e cada vez mais pediatras indicam começar pela sopa para os educar neste aspecto. Na verdade, não há uma resposta certa a esta questão - o pediatra indicará qual o início mais adequado a cada bebé.

6. Muitas mães e pais perguntaram quais as opções adequadas para os lanches dos bebés. A papa, iogurte, fruta e leite podem ser opções válidas, bem como o pão, a partir de uma certa idade. Não nos devemos esquecer que o pão tem glúten e não deve nunca ser dado antes dos 6 meses, para além de ter uma grande quantidade de sal. Reforcámos a ideia que no primeiro ano de vida não se deve adicionar sal ou açucar aos alimentos.

7. É fundamental que eles comam às refeições a sopa e um prato principal com legumes e fruta. O estudo feito no nosso país mostrou que não nos esquecemos de dar sopa aos nossos filhos, mas que não lhes damos legumes no prato - e são muito importantes. Também não devemos abusar nas quantidades: mais uma vez, tem de comer quantidades adaptadas ao seu tamanho e não um prato idêntico aos adultos. 


8. Há comidas adequadas a bebés (daquelas já preparadas) que são perfeitamente seguras, controladas e equilibradas nutricionalmente, podendo ser uma boa opção para a alimentação dos nossos filhos - um receio de muitas mães, que desmistificámos.


E quando nos apercebemos, já tinha passado 1 hora! E, infelizmente, ainda ficaram muitas perguntas por responder, mas foi uma conversa extremamente enriquecedora para todos, e aposto que aprendemos todos muito. 


Não há nada melhor que os ver crescer saudáveis e felizes :)
(e fiquem atentas, porque dentro em breve trago mais novidades relacionadas com Nutrição Infantil!)




06
Jun14

Os nossos miúdos não são mini-adultos


Sofia Serrano

Depois do Livechat do Clube Aptababy sobre Nutrição Infantil, no qual participei com a Tânia Ribas de Oliveira e com a Margarida, dietista (e que ainda vai ter direito a um post especial com os principais pontos focados), ainda tive  a sorte de poder voltar a ouvir um antigo professor de Pediatria da Faculdade (cujas aulas eu sempre adorei pela fantástica capacidade de comunicação)no Workshop promovido pela Milupa.
Foi no Inspira Santa Marta Hotel, uma manhã muito interessante e com a excelente companhia de outras bloggers que, tal como eu, estiveram a ouvir o prof. Paulo Oom a falar sobre as necessidades nutricionais das nossas crianças e os erros que cometemos com elas. 
Sabiam que 1 em cada 3 crianças tem excesso de peso? 
E que lhes damos proteínas em demasia (muito à conta de excesso de leite de vaca) que podem contribuir para uma obesidade futura? E que até aos 3 anos deviam beber um leite de crescimento, nutricionalmente mais adequado a eles?
É que as nossas crianças não são mini-adultos, e têm necessidades muito específicas. Nada de exagerar nas quantidades, manter uma alimentação variada e equilibrada, reduzir o sal e não exagerar nas proteínas, reforçar os legumes e fruta, são pontos importantes para os mantermos saudáveis.
Obrigada ao prof. Paulo Oom pela excelente palestra, à Milupa pelo convite e a todas as bloggers pela excelente companhia.








03
Jun14

Obrigada!


Sofia Serrano

Foi esta tarde o Workshop sobre Nutrição Infantil do Clube Aptababy, com a Tânia Ribas de Oliveira e com a Margarida, dietista, que nos esclareceu muitas dúvidas. Uma conversa muito interessante - prometo fazer um post com os principais pontos do workshop para quem não conseguiu ver e deixar o link do vídeo.
Por agora, queria mesmo agradecer a fantástica participação de tantas mães, pais, avós e outros interessados no tema, que tornaram este workshop um sucesso!
Obrigada!










30
Mai14

As dúvidas que todas as mães têm


Sofia Serrano

Achava eu que, por ser médica, não ia ter (quase) dúvidas nenhumas em relação a bebés. Ou melhor, que ia ter muito poucas dúvidas em relação a como criar um filho. Afinal de contas, andei a estudar MUITOS anos e a trabalhar outros tantos neste universo de grávidas e bebés.
Nada mais errado.
Desde que eles nasceram, que, de repente, parece que esqueci tudo o que aprendi.
Com os meus filhos, sou mesmo só mãe - carregadinha de dúvidas, como todas as outras mães. Que de repente tem um pequeno ser, apaixonante e maravilhoso, à sua responsabilidade. 


E agora? 


Como é que se dá banho? Como é que é a alimentação naqueles primeiros anos de vida (que se sabe agora que são fundamentais para o seu desenvolvimento futuro)? Será que o que comemos durante a amamentação influencia o nosso bebé? Começa-se pela papa ou pela sopa na introdução de sólidos? 

Estas e muitas mais dúvidas surgiam-me todos os dias.

E é sempre bom colocá-las a alguém que nos ajude a orientar tudo da melhor forma. O pediatra dos meus filhos foi fundamental, mas muitas vezes também é bom conversar com nutricionistas, que nos podem esclarecer dúvidas específicas e aconselhar, ou mesmo com outras mães, para trocar experiências. Porque na verdade, cada filho é uma experiência diferente, como eu própria tenho verificado com a M. e com o P.

Por isso, é com imenso prazer que vou participar num Workshop sobre Nutrição Infantil do Clube Aptababy com a Tânia Ribas de Oliveira (uma mãe super-simpática que todos conhecem, e também escreve no blog "O Nosso T2"), que vai contar com uma dietista especializada, para esclarecer as nossas dúvidas de mãe. Vamos conversar, trocar experiências e responder a dúvidas on-line, tudo num Workshop online, no dia 3 de junho às 16h30.


Por isso, não se esqueçam de ligar o computador neste dia, em http://aptababy.sapo.pt/ e participar nesta conversa de mães, para todas aprendermos mais um pouco sobre nutrição infantil.




http://aptababy.sapo.pt




Os meus livros

Captura de ecrã 2016-09-20, às 20.46.51.png

capa_formato_real-04.jpg

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D