Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Café, Canela & Chocolate

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Café, Canela & Chocolate

18
Mar17

Endometriose


Sofia Serrano

remedios-caseiros-para-aliviar-os-sintomas-da-endo

 

 

Pensa-se que cerca de 10% das mulheres têm endometriose. Muitas têm os sintomas mas ainda não têm o diagnóstico.

Afinal o que é isto da endometriose?

O endométrio é a camada que reveste o interior do útero e que descama todos os meses quando ocorre a menstruação.

Na endometriose, estas células do endométrio estão implantadas noutros locais, como os ovários, as trompas, a bexiga, o intestino...As causas da endometriose não estão bem definidas: pensa-se que pode ter a ver com sangue menstrual que passa através das trompas para a cavidade abdominal, com fatores genéticos e com alterações do sistema imunitário.

Os sintomas principais desta doença são dor na menstruação, dor nas relações sexuais ou mesmo dor pélvica noutras fases do ciclo. Muitas das mulheres não têm sintomas. Outras só descobrem a endometriose quando estão a tentar engravidar e não conseguem - 20% das mulheres com infertilidade tem endometriose.

Há tratamento para esta doença, que pode ser cirúrgico ou médico, dependendo dos casos, da gravidade, e se a mulher está ou não a tentar engravidar.

Acima de tudo, devemos estar alerta para estes sintomas, e procurar ajuda. A dor pode ser tão marcada que impede que façamos a nossa vida normal.

 

A MulherEndo é uma associação que informa e apoia mulheres com endometriose.

No próximo dia 25, está a organizar a EndoMarcha Portugal, para divulgar a Endometriose, que vai ocorrer em simultaneo em Leiria e em Quarteira. Podem participar na marcha, na corrida ou participar noutros eventos e surpresas que vao ser realizadas neste dia. A participação é gratuita, mas é preciso inscição para receberem um kit que inclui uma t-shirt - podem-se inscrever aqui.

Nós vamos participar na marcha, venham também e ajudem-nos a divulgar a endometriose!

 

cartaz_marcha_endo_1-660x934.jpg

 

 

 

 

23
Jan17

Sim, o TPM existe!


Sofia Serrano

 

O Síndrome pré-menstrual não é um mito. É também conhecido por TPM - Transtorno Pré-Menstrual. E sim, temos razões para aqueles dias de mau humor, ou para nos sentirmos com peso a mais.

 

O que é o SPM?



O síndrome pré-menstrual (SPM) caracteriza-se por uma série de alterações, quer emocionais quer físicas, que ocorrem nos dias anteriores à menstruação. Em algumas mulheres, estas alterações são muito marcadas e interferem com a vida diária.

Ocorre entre o 14º e 24º dia do ciclo (após a ovulação e antes da menstruação). Os sintomas geralmente desaparecem no primeiro dia do fluxo menstrual. Nalgumas mulheres, a SPM só desaparece somente com o fim do fluxo.

Esses sintomas podem ser alterações de humor, com irritabilidade, dificuldade em dormir, tristeza, dores de cabeça, mas também ganho de peso, inchaço abdominal e das extremidades (braços e pernas) e tensão mamária. Pode haver um ganho de peso significativo, entre 2 a 4kg, que desaparece com a menstruação.

A principal causa da SPM é a alteração hormonal feminina durante o período menstrual, que interfere no sistema nervoso central. Parece haver uma ligação entre as hormonas sexuais femininas, as endorfinas (substâncias naturais ligadas à sensação de prazer) e os neurotransmissores, tais como a serotonina.



Captura de ecrã 2017-01-23, às 14.13.10.png

 

 

Os sintomas na SPM podem ser físicos ou emocionais causando desconforto na mulher.

As principais características são:

 

Sintomas Emocionais

Depressão;

Vontade de chorar;

Irritabilidade;

Ansiedade;

Insónia;

Fome em excesso (alimentos doces como o chocolate, ou salgados...) ou falta de apetite;

Sonolência;

Dificuldade de concentração;

Cansaço.

 

Sintomas Físicos:

Dor de cabeça;

Acne;

Aumento de peso;

Inchaço nas mamas;

Dores osteomusculares;

Distensão abdominal

 

Porque nos sentimos inchadas?

Pensa-se que o edema (vulgarmente conhecido como “inchaço”) associado ao síndrome pré-menstrual é causado por um desequilíbrio entre os estrogénios e a progesterone. Devido ao aumento dos estrogénios, há uma maior retenção da água e do sódio no organismo, com aumento de peso e edema generalizado.

Também se aponta como possíveis mecanismos associados ao Síndrome Pré-Menstrual (SPM), como uma resposta anormal do organismo, face às alterações de neurotransmissores neuronais, como as beta-endorfinas. Pode também estar relacionado com a nutrição, a deficiência de vitamina B6, a hipoglicemia e níveis baixos de cálcio ou magnésio.

Há de facto um aumento de peso na ordem dos 2-4 kg. Felizmente que depois acaba por passar e naturalmente voltamos ao peso inicial.

 

Porque é que nestes dias nos apetece chocolate?

Sim, pode ser uma das características da SPM, a dita "fome em excesso" que nos leva muitas vezes a preferir alimentos doces, como o chocolate. Também há quem tenha desejos de alimentos mais salgados.

 

Dicas para combater o SPM

Hidratando e fazendo exercício físico- são as medidas mais eficazes.

Recomenda-se que durante o período pré-menstrual se faça entre quatro a seis pequenas refeições diárias, evitando açúcar refinado, alimentos com muito sal, cafeína e álcool e reforçando consumo de frutas, vegetais e alimentos ricos em fibra.

Devemos evitar alimentos como batatas fritas, cachorros quentes e bebidas como a coca cola, que pioram ainda mais os sintomas. Convém beber muita água e comer frutas e fibras.

O exercício físico também é benéfico, porque melhora os sintomas físicos e reduz o stress.

A corrida ou o yoga são bons aliados nesta fase.

 

 

É boa ideia consultar um ginecologista e falar sobre o problema.

Pode ser necessário iniciar medicação, como por exemplo, a pílula, para melhorar o SPM, ou outro tipo de fármacos.

Também o óleo de onagra tem surgido como um bom aliado para este problema.

 

Captura de ecrã 2017-01-23, às 14.14.32.png

 Mais aqui

 

 

05
Out16

Sobre miomas


Sofia Serrano

dores-regia-o-pelvica.jpg

 

Os miomas são formações nodulares que surgem a partir da parede muscular do útero. São tumores benignos, muito frequentes nas mulheres : mais de metade das mulheres com 35 anos ou mais tem miomas.

Nem todos os miomas dão sintomas, sendo que a existência de muitos só é descoberta na consulta de ginecologia de rotina anual. No entanto, os mais frequentes são:

 

- menstruações intensas e prolongadas, muitas vezes com coágulos, que podem levar a anemia, que pode ser grave

- aumento do volume abdominal, com sensação de peso ou pressão na zona pélvica

- sensação de pressão na bexiga, com necessidade de urinar mais frequentemente, ou obstipação

- dor nas relações sexuais

 

imgHandler.ashx.jpeg

 

Os crescimento dos miomas está dependente dos estrogénios, por isso são mais frequentes na idade fértil, e começam a regredir espontaneamente na menopausa. Têm tamanhos diversos e podem ser submucosos, intramurais ou subserosos, dependendo da sua localização no útero.

 

 

 

12
Jun16

3 perguntas (e respostas) sobre SPM


Sofia Serrano

81a632644e5c97e6668a974cf0f8.jpg

 

Não é um mito. O SPM - Síndrome Pré-Menstrual- existe mesmo. Temos razões para aqueles dias de mau humor, ou para nos sentirmos com peso a mais. Ficam aqui 3 perguntas e respostas importantes sobre este tema:

 

É verdade que a síndrome pré-menstrual pode originar um aumento de peso na ordem dos 2-4 kg, mas que depois passa?

Sim, é verdade. O Síndrome Pré-menstrual (SPM) caracteriza-se por uma série de alterações, quer emocionais quer físicas, que ocorrem nos dias anteriores à vinda do período. Em algumas mulheres, estas alterações são muito marcadas e interferem com a vida diária. Geralmente os sintomas manifestam-se durante a segunda fase do ciclo (entre o 14º e o 28º dias do ciclo) e desaparecem quando aparece a menstruação. Esses sintomas podem ser alterações de humor, com irritabilidade, dificuldade em dormir, tristeza, dores de cabeça, mas também ganho de peso, inchaço abdominal e das extremidades (braços e pernas) e tensão mamária. Pode haver um ganho de peso significativo, entre 2 a 4kg, que desaparece com a menstruação.

 

 

 

 

Os meus livros

Captura de ecrã 2016-09-20, às 20.46.51.png

capa_formato_real-04.jpg

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D