Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Café, Canela & Chocolate

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Café, Canela & Chocolate

26
Dez13

Do ano que acaba #1: Convidados Especiais


Sofia Serrano

A alguns dias do fim do ano, em jeito de introspecção acerca do ano que acaba, vou deixar-vos uns flashbacks blogosféricos de 2013 - do que se passou aqui, no Café, Canela & Chocolate, claro.

Para começar, relembro os convidados especiais que por aqui foram passando: pessoas decididas, dinâmicas, que marcaram posição nas suas áreas e que fazem a diferença.
Se não tiveram oportunidade para ler as entrevistas antes, deixo-vos aqui o top das mais lidas:

CONVIDADOS ESPECIAIS no Café, Canela & Chocolate -
O TOP 10 dos mais lidos em 2013

1º lugar - Fernanda Ferreira Velez, Blog da Carlota (entrevista aqui)


2º lugar - Helena Saldanha, Peixinho do Mar (entrevista aqui)


3º lugar  - Mónica Lice, Mini-saia (entrevista aqui)


4º lugar - Inês Duarte, Maria Café (entrevista aqui)


5º lugar - Sónia Morais Santos, Cocó na Fralda (entrevista aqui)


6º lugar - Sara Viana de Lima, Cutchi (entrevista aqui)


7º lugar - Margarida Shiroi Vilas-Boas, My mini&me (entrevista aqui)


8º lugar - Margarida, Figo Lampo (entrevista aqui)


9º lugar - Magda, Mum´s The Boss (entrevista aqui)


10º lugar - Rita Tojal Quintela, CV Love (entrevista aqui)

Agora, é só aguarda pelas surpresas que aí vêm em 2014!
Bom ano!






11
Jun13

Margarida Shiroi Vilas-Boas: vestir pais e filhos


Sofia Serrano

Chama-se Margarida.
Nasceu e cresceu em Cascais. Em criança, adorava brincar com bonecas e bebés, as típicas brincadeiras de menina. Todos os dias sonhava com uma profissão diferente.
Acabou por se formar em arquitectura de interiores e mesmo antes de terminar o curso já desenvolvia projectos para ateliers e para algumas lojas - um trabalho que adora e que continua a desenvolver. Mas durante o seu percurso, uma ideia foi surgindo e tomando forma, inspirada nas memórias de criança: criar uma marca de roupa para pais e filhos, um projecto em que toda a família se vestisse de forma harmoniosa, uma ideia pouco explorada.



Na verdade, quando era pequena, a sua mãe já tinha o hábito de a vestir à sua semelhança e ao crescer, essas fotografias ficaram na sua memória. Depois, quando formou a sua própria família e com o nascimento dos filhos, continuou a apostar em peças de roupa a condizer para os vários membros da família - um matchy-matchy familiar. Foi este seu gosto por moda e por desenhar peças de vestuário para si e para os seus filhos que contribuiu, primeiro, e se provou determinante depois,para que a sua ideia tomasse forma, surgindo assim a My mini & me  - uma marca de roupa que permite vestir de forma coordenada toda a família, num look clássico mas com um design moderno e pequenos detalhes que tornam as peças únicas. 




Diz que a inspiração para as colecções da marca está em tudo o que a rodeia: os lugares, as sensações e as experiências que a preenchem diariamente e que se traduzem em tudo o que cria, e que de uma forma ou de outra contribuem para o resultado final. Tudo o que faz é reflexo do que realmente gosta.
E a My mini & me tem-se tornado rapidamente numa marca de sucesso, com o conceito  matchy-matchy a tornar-se numa tendência actual em crescimento, um fenómeno que pode ver-se já nas novas colecções de grandes marcas internacionais. Tem sido também acarinhada por vários blogs de moda infantil, nacionais e internacionais, muito populares, nos quais mãe e filha aparecem vestidas com peças My mini & me mostrando que as peças coordenadas são giras e glamorosas, e ajudando a marca a ganhar maior projecção. Também cada vez mais são as pessoas que se identificam com o próprio estilo da roupa e reconhecem a qualidade das colecções. Admite que nada disto teria sido possível sem o apoio incondicional da sua família e amigos desde o início do projecto.



Define-se como perfeccionista e tudo passa por ela, desde a escolha dos tecidos, à confecção e acabamentos, à entrega de cada peça. Adora imaginar o conjunto final de todas as peças de cada uma das linhas, e em cada colecção há novidades. Se pudesse vestir qualquer família do planeta, escolhia os Von Trapp da Música no Coração - um verdadeiro desafio para uma colecção de peças matchy-matchy!
Uma das suas peças preferidas das suas colecções são os macacões para as mães, uma única peça, muito prática e versátil, porque dependendo do modelo e dos acessórios e complementos pode muito bem usar-se nas mais variadas ocasiões.
O próximo passo da marca é o lançamento da loja on-line. E o sucesso promete continuar.



Conciliar a maternidade com projectos profissionais próprios nem sempre é fácil. Tem dois filhos, e a mais pequena está consigo em casa, o que torna a gestão do tempo complicada, mas sente que tem muita sorte em poder tê-la consigo todos os dias e de acompanhar o seu crescimento nos primeiros anos tão importantes. Conta com a ajuda preciosa da sua mãe que fica com eles sempre que precisa.
Gosta de ter tempo, principalmente para os filhos, poder aproveitá-los ao máximo, vê-los crescer, ver a cumplicidade que têm um pelo outro: os pequenos gestos de carinho que têm entre eles, as brincadeiras, as gargalhadas, tudo o que que tendo tempo temos a possibilidade de aproveitar. E o futuro promete ser risonho.




Para seguir o Café, Canela & Chocolate no facebook é aqui.

13
Mai13

Magda e a Parentalidade Positiva


Sofia Serrano

Chama-se Magda.
Nasceu e cresceu no Porto. Desde pequena, sempre quis estar ligada ao ensino e comunicação. 
Lembra-se de escrever uma redação na escola, onde dizia que quando fosse grande, queria ser professora. Mas em casa, brincava a apresentar o noticiário e adorava ler o jornal. 
Crescia com ela a capacidade de ensinar, mas também a necessidade de estar sempre à procura de coisas novas e de saber o porquê das coisas.
Acabou por se dedicar à Área de Recursos Humanos e, a par disso, tornou-se coach parental, formadora nas áreas da Educação e Parentalidade Positiva, Felicidade e Entusiasmo, Liderança e Comunicação. 



Ouviu falar pela primeira vez em Parentalidade Postitiva quando começou a pensar na hipótese de ter filhos.  Ao trabalhar na área comportamental , sabia que comportamento gera comportamento, por isso sabia que podia ajudar os filhos a serem mais felizes. E começou a estudar o tema de forma mais profunda. 
Ficou completamente absorvida e nunca mais parou. Fez cursos, leu livros, criou um blogue e um site para partilhar ideias e divulgar o seu trabalho. 
O Mum´s The Boss e o site www.parentalidadepositiva.com surgiram do gosto pela escrita, da necessidade e desejo de deixar o mundo melhor. 
O lema é "A mão que embala o berço é a mão que embala o mundo", a célebre frase de Roosevelt. Neles, procura inspirar os pais para a sua missão enquanto educadores, para deixar um mundo com pessoas mais sãs e melhores. Porque educar pela positiva e para a felicidade é um trabalho muito sério e é estar a criar futuros adultos que não vão complicar, que vão procurar fazer o bem e, com uma boa auto-estima vão ser emocionalmente inteligentes e farão as melhores escolhas na sua vida. É este o seu desejo na vida: conseguir ajudar os pais a educar adultos assim.
Diz que a maternidade não lhe mudou a perspectiva do que era educar um filho, mas veio confirmar que é um grande desafio e que a nossa responsabilidade é imensa. Não tem uma inspiração definida nem uma tendência nesta missão: vai pelo bom senso e vai construindo a sua Educação e Parentalidade Positiva. Diz que os americanos escrevem muito sobre isto mas nem tudo é bom - há alguma permissividade, alguma falta de firmeza, com medo de se ferir os miúdos ou mesmo causar traumas. Como em tudo na vida, há um meio termo. E, como em tudo na vida, há consequências. E os pais também têm (mais do que ) o direito de se passarem com os filhos, de mandarem dois berros e dizerem ‘basta’. Mas há algumas correntes que dizem ‘ai meu deus, não!’ - e por isso,  lê de tudo e constrói a sua inspiração. No seu blogue, tem uma área só sobre livros que recomenda para inspirar pais e mães no seu papel - destaca o Livro das Birras, do Dr. Mário Cordeiro, uma excelente ajuda para todos os pais, porque mostra o outro lado da birra.



A par da sua actividade profissional, é mãe de dois filhos - e com dois tem de ser mais organizada (apesar de admitir que o segundo vem provar que os filhos não são de vidro!), mas tem a sorte de ter a ajuda da mãe que a apoia muito.
Adora começar o dia a tomar o pequeno almoço com calma. Adora escrever no blogue e a adrenalina que lhe provoca quando sai uma coisa gira. Gosta de ficar no miminho com os seus filhos. Gosta de lhes colocar questões. Gosta de tomar o seu café buondi. E gosta de ler. Gosta de estar com a  mãe, do olhar cúmplice que ela e o marido têm quando os miúdos fazem coisas giras. Sente que a felicidade está nas pequenas coisas.
O seu objectivo é mesmo continuar a inspirar os pais e todos os que lidam com crianças, todos os dias, para o seu papel de educadores. E quer chegar cada vez mais perto, cada vez mais longe. Porque é fundamental que possamos deixar um mundo melhor do que este!

E o Café, Canela & Chocolate desafiou a Magda a deixar três conselhos fundamentais para um casal que vai ter um filho:

- Ensinem o bebé a dormir (é uma aprendizagem que se vai revelar fundamental para o bem-estar de uma família).
- Namorem muito – sem o bebé por perto e tenham ‘adult time’ todos os dias!
- Se não souberem, peçam ajuda. Ninguém nasce ensinado e não é suposto sabermos tudo sobre a educação dos filhos. Não só é um alívio poder falar sobre estas coisas com alguém que entende, como é importante que saibam que são os pais que solucionam muitas das coisas, na vida dos filhos, com um pouco de orientação.

Para saberem mais sobre a Magda e a parentalidade positiva espreitem o blogue Mum´s The Boss, o site 
www.parentalidadepositiva.com e não deixem de ir aos Workshops sobre A Arte e a Ciência de Educar Crianças Felizes em Lisboa (8 e 9 de Junho), no Porto (29 e 30 de Junho) e em Faro (Setembro).

Para seguir o Café, Canela & Chocolate no facebook é aqui.

08
Abr13

Margarida : sabores algarvios


Sofia Serrano

Chama-se Margarida.
Nasceu em Faro, mas foi em Tavira que cresceu.
Quando era pequena, gostava de
 brincar ao ar livre, especialmente na praia, fosse Verão ou Inverno. Mas também adorava brincar com bonecas e praticamente obrigava o seu irmão mais novo a montar casinhas de bonecas nos tapetes e a brincar com ela.
Mais tarde virou-se para a cozinha e para o "mundo dos grandes". Passava horas a folhear as tele-culinárias da mãe, a agrupá-las por datas, por temáticas. Nessa altura dizia que queria ser polícia, e mais tarde resolveu que afinal seria professora.
E foi desde cedo uma apaixonada pela culinária e pelos sabores, e aprendeu a cozinhar com a mãe e as avós ( a sua avó ainda hoje fala do primeiro bolo que fez!). Cresceu a ir com a  avó paterna para o mercado, onde do alto de uma caixa de fruta ajudava a colocar os pesos na balança, a escolher a fruta e os legumes, a tentar entender toda aquela magia da troca de moedas por comida.
Diz que andava sempre com a cabeça nas nuvens, e imaginava-se constantemente a criar coisas para as pessoas. Ainda não sabia bem o quê, mas o seu espírito criativo estava lá.


Acabou por se formar em Comunicação e Marketing. Mas nunca largou o mundo dos sabores. A ideia de criar um blogue surgiu por acaso. Participava na altura num fórum da Bimby onde partilhava as suas receitas e fotografias mas sentia necessidade de muito mais. Sentia necessidade de escrever, de partilhar saberes e vivências, de levar mais longe a cultura gastronómica da sua terra. Daí ao inicio do figo lampo foi um instante.
Depois, surgiu o Cake a Wish, o seu espaço dedicado à decoração de bolos. Iniciou-se como curiosa na decoração de bolos com pastas de açúcar em 2008, e aproveitava as festas familiares para criar os seus bolos. Mas a maternidade ocupava-lhe muito tempo e deixou os bolos um pouco de parte. Muito mais tarde, quando ficou desempregada frequentou cursos e workshops de Cake Design e começou a fazer bolos para amigos e familiares. Quando pensou em partilhá-los, surgiu o Cake a Wish.
A sua inspiração nesta área vem das três mulheres que a ajudaram a começar: a mãe e as avós. Muitos anos depois dá por si a seguir orientações, truques e procedimentos que lhe foram transmitindo na cozinha. 


Pão-de-ló húmido, figo lampo

Doces, figo lampo

Gosta da funcionalidade e da praticidade e da Bimby, que conheceu pelas mãos do marido, após o nascimento da filha. Nessa altura revelou-se a aliada perfeita na maiximização do pouco tempo que tinha para cozinhar. Daí em diante tornou-se fundamental nas sopas, purés e cremes, batidos e sumos naturais, em algumas massas e em alguns doces. Apesar de usar a Bimby quase todos os dias, cozinha bastante da forma tradicional, especialmente os pratos mais tradicionais. Diz que a magia provém precisamente da sua envolvência nos cozinhados. Cortar, juntar, ligar, envolver, mexer, tapar, destapar, cheirar, provar, temperar, é isto que a fascina. Com a Bimby isso não acontece. Não faz sentido para a Margarida fazer xarém senão num tacho de barro, por exemplo.
Portugal é o seu país preferido, em termos de cozinha, depois a Itália e a Grécia.
Adora fazer doces. Mas é nos pratos salgados onde investe a maior parte do tempo que passa na cozinha e acaba por se deixar levar pela curiosidade de novos sabores, novas combinações. Não dispensa o azeite, a flor de sal, os orégãos, o tomilho, o manjericão, os coentros, o caril, o gengibre, a canela.



Pão de Alfarroba e Sopa de Feijão, figo lampo

Adora brincar com os filhos e vê-los crescer. Gosta de ler, escrever, fotografar, de viajar, de conhecer, de experimentar outras culturas. De criar, de imaginar, de desenhar. Gosta de cozinhar e, mais ainda, de comer. Gosta de estar com amigos. Gosta de ir ver o mar, sempre. Gosta de praia. De rir.De tardes de inverno no sofá junto à lareira.
E quer viver intensamente o presente. Dedicar o máximo de tempo possível aos filhos e ao que lhe dá prazer fazer.



E especialmente para quem lê o Café, Canela & Chocolate, a Margarida deixa uma receita com chocolate: 

Brownies com pimenta e nozes, intensos e perfeitos para acompanhar uma chávena de café ou chá. 




Para seguir o Café, Canela & Chocolate no facebook é aqui.
O figo lampo no Facebook aqui e o Cake a Wish aqui.


27
Mar13

Helena Saldanha: um peixinho no mar da moda infantil


Sofia Serrano

Chama-se Helena Saldanha.
Nasceu e cresceu em Lisboa, e é a quinta de uma família de seis irmãos. Em criança, qualquer coisa em casa servia para brincar com o seu irmão mais novo, desde legos a bonecos, e passavam horas a brincar, ao sabor da imaginação.
Nessa altura, ainda não sabia o que queria ser quando crescesse, mas sentia que o seu espírito criativo e a sua imaginação iam ser importantes.
Sempre adorou desenhar e acabou por tirar o curso de Design de Moda. Trabalhou como designer de fardas para vários produtos durante alguns anos. Quando nasceu a sua segunda filha, a Maria Ana, queria vesti-la igual ao irmão, o Francisco. Mas nessa altura, não havia muitas marcas de criança com este conceito de vestir os irmãos de igual. Esta necessidade, e o facto de não se sentir realizada a criar fardas, fez com que decidisse criar a sua própria marca de roupa.



O nome "Peixinho do Mar" foi sugerido em família e acabou por ficar. Nasceu assim uma marca de roupa que todos os anos tem duas colecções imaginadas e desenhadas pela Helena, com 12 temas cada, todas com um nome, e com peças desde os bebés até aos 10 anos, com cueiros, fofos, camisas, calções, vestidos, calças...
Uma marca de sucesso - fruto do amor que Helena põe nas peças que cria, nos padrões que escolhe, na sua inspiração e imaginação.
Decidiu também criar uma linha para crianças para Casamentos, Baptizados e Primeira Comunhão, porque não se identificava com a maioria das peças que havia na altura para ocasiões especiais. E mais uma vez, toda a gente adorou o conceito. E acima de tudo, Helena gosta de chegar ao sonho de cada cliente, conhecer a personalidade, para poder criar algo especial e único.



Inspira-se no Mundo. Nas coisas bonitas. Numa imagem de decoração, em flores. Na tranquilidade. E no desejo de fazer melhor.




Uma das peças que lhe deu mais prazer criar foi o Trikini Peixinho do Mar, inspirado num trikini para crianças que comprou para a filha no Brasil. Acabou por ser mais um sucesso, por ser diferente do que havia no nosso país. Quando a sua filha fez 16 anos, pediu-lhe para fazer um modelo mais "crescido", que deu origem ao modelo actual de Trikini Peixinho do Mar, ajustável na cintura e que permite trocar as partes de cima e as de baixo, muito requisitado pelas adolescentes.

E claro que sugere como peça indispensável no armário de uma menina um vestido (desde as bebés às mais crescidas), e no de um rapaz uma camisa gira.



Adora fotografar, desenhar e fazer bijuteria. 
Gosta de decoração, de cozinhar. De conversar.
Espera que no futuro, o Peixinho do Mar continue a crescer e a chegar cada vez mais longe no Mundo. Para que todos saibam que os portugueses fazem coisas giras, e bem.

Para seguir o Café, Canela & Chocolate no Facebook é aqui.
Podem ver as peças Peixinho do Mar aqui e aqui.




11
Mar13

Sara Viana de Lima : mãos de fada


Sofia Serrano

Chama-se Sara Viana de Lima.
Nasceu e cresceu no distrito do Porto, entre brincadeiras com bonecas, tachinhos e construções de Legos. 
Adorava brincar na rua e fazia amigos com facilidade. 
E em pequena, dizia que quando crescesse, queria ter a profissão de mãe.
Acabou por se formar em Psicologia Clínica. 
E acabou mesmo por se tornar mãe e tem dois filhos maravilhosos.
É na área da Psicologia Clínica que trabalha, e que trabalhou em exclusivo até Novembro de 2012. 





Nessa altura, resolveu arriscar e dar corpo a um sonho de há muitos anos, um projecto que desenvolveu em paralelo à Psicologia. Um projecto chamado Cutchi.
Desde criança que fazia crochet, uma arte que aprendeu com a avó e com a mãe, as suas figuras de referência. Mas a Cutchi só nasceu verdadeiramente no dia em que fez a primeira touca Paris para a sua filha - quando acabou de a fazer e olhou para ela, surgiu-lhe a ideia de uma marca de acessórios em crochet tradicionais, mas com um toque de actualidade.



A partir desse dia, a inspiração nunca mais a abandonou. A inspiração vintage.
Criou vários modelos de toucas para menina e para menino, golas, coroas, chapéus, tudo em crochet, carregadas de charme. 
Adora ver e rever fotos antigas de crianças e tentar adaptar os modelos através de cores mais actuais e materiais mais confortáveis. 
Depois das peças feitas, dá-lhes o nome de cidades ou regiões com as quais as identifica. 
E assim nasce o chapéu Saint-Tropez, a touca Biarritz ou as golas Florença.


Admite que não é fácil conciliar o seu papel de mãe, o seu trabalho de Psicóloga e a Cutchi - felizmente tem a ajuda preciosa do marido, da irmã e dos pais.
Adora brincar com os filhos, rir, viajar, observar pessoas no seu quotidiano, ler mensagens e fotografias que lhe deixam na página da Cutchi. 
Adora falar com os amigos, ler, ver um filme de mão dada. 
E adora sonhar acordada.
Por isso, o futuro promete.

 (fotos: todas by CV Love)

Para seguir o Café, Canela & Chocolate no facebook é aqui.






04
Mar13

Mónica Lice: do direito para a moda


Sofia Serrano

Chama-se Mónica Lice.
Nasceu e cresceu na ilha Terceira, nos Açores. 
Em criança, adorava teatros e encenações, e eram estas as suas principais brincadeiras, sozinha ou com amigos e colegas de escola. 
Sonhava em ser actriz. Depois quis ser arqueóloga e mais tarde advogada.
Acabou por tirar o curso de Direito, e foi por isso que deixou a sua Ilha e rumou a Lisboa. Depois de se licenciar, acabou por se mudar para o continente Africano, para a Guiné-Bissau. 
Enquanto viveu em África, sentia-se distante do mundo feminino. 
Decidiu por isso criar um blog, como escape e forma de se ligar a esse mundo cor-de-rosa. Surgiu assim o blog Mini-Saia, um blog de moda e beleza. 




A moda sempre a apaixonou e a fascinou desde criança, e resolveu lançar-se nessa área. Quando voltou a Portugal, fez formação em Moda e Consultadoria de Imagem e desde então não parou.
O Mini-Saia foi um sucesso desde o início, talvez por ter sido dos primeiros do género em Portugal. É um dos mais visitados a nível nacional, e Mónica partilha diariamente com as leitoras dicas de moda e beleza, e muitas novidades da área em linguagem acessível e de forma apelativa.
Diz que ser Consultora de Imagem é um trabalho que lhe dá muito prazer, por ser uma área com que tanto se identifica. É algo natural. Diz que muitas mulheres não têm consciência do seu tipo de corpo e do que podem ou não usar para o favorecer - e é aí que ela entra, com dicas e conselhos úteis, escolhendo as peças certas de forma personalizada.




Umas boas calças de ganga, uma camisa branca de boa qualidade, umas calças pretas de bom corte, um vestido preto intemporal e um trech-coat são peças que nunca passam de moda e que todas as mulheres devem ter no seu guarda-roupa. E sugere como peças-tendência para a Primavera-Verão de 2013 um casaco quimono, um top com riscas e alpargatas.
Gosta de criadores nacionais, como Pedro Pedro, e diz que Audrey Hepburn é sempre uma inspiração, e revê os seus filmes vezes sem conta. 
Adora viajar, conhecer novas pessoas, culturas e paisagens.
Espera que o futuro seja recheado de novos projectos, mas acima de tudo espera continuar com o Mini-Saia e torná-lo cada vez mais um dos melhores amigos da mulher na área da moda e beleza.




Para seguir o Café, Canela & Chocolate no Facebook é aqui.




26
Fev13

Fernanda Ferreira Velez : uma referência na moda infantil


Sofia Serrano

Chama-se Fernanda Ferreira Velez.
Nasceu e cresceu em Lisboa, e em pequena adorava brincar às bonecas, aos legos, às professoras e aos médicos. 
Adorava decorar o quarto e escolher as suas roupas. 
Dizia que quando crescesse queria ser médica, mas acabou por se licenciar em Comunicação Social, na vertente de Marketing.
A paixão pela beleza e harmonia das coisas acompanha-a desde sempre, talvez por ser do signo Balança.
Sempre gostou de livros de arte, de revistas de moda e decoração. E sempre adorou museus. Por isso, combinar peças, acessórios e cores faz parte de si. 
Admira criadores como Isabel Marant, Tom Ford, Karl Lagardfeld.

(foto: Tiago Ganhão)

Quando a sua filha Carlota nasceu, o interesse por moda infantil despertou. 
Apaixonou-se pelas tradicionais camisas de golas e toucas e os looks da Carlota despertavam interesse por onde passava.
Decidiu então criar um blog para partilhar os looks da Carlota e dicas das lojas onde comprar as respectivas peças, surgindo assim o Blog da Carlota. Foi um sucesso.
Rapidamente alargou os temas do blog ao universo dos bebés, desde os kits, à decoração do quarto, aos programas para fazer com crianças e aos looks para as mães. 
Uma das coisas que priveligia é o feedback que recebe das leitoras e que a inspira e motiva nos posts.
Acha que o sucesso do blog se deve ao facto de as leitoras se identificarem com o seu gosto pessoal, de gostarem do que ela escolhe para as crianças e para as mães. 
As grávidas adoram o blog porque lhes facilita muito o trabalho de pesquisa para o enxoval do bebé. 
E as mães recorrem ao blog como a um catálogo de roupa - podem saber onde comprar a peça e conseguem ver como resulta num bebé.
E claro, toda a gente adora ver o crescimento e evolução da Carlota.
Para o seu sucesso também contribuíram as marcas de que fala, que promoveram os seus posts e deram origem a uma grande divulgação na internet. 
E agora, toda a gente quer ler as dicas de moda do Blog da Carlota.
Fernanda adora vestir a filha com fofos, vestidos e jardineiras e não dispensa bodies de golas. E recomenda como peças básicas no armário de uma mãe blusas brancas, jeans, leggings pretas e sabrinas.
A marca expandiu-se para o Mercadito da Carlota, uma venda de roupa e acessórios de bebé e criança de cariz solidário, mas também um programa giro para a família, com entretenimento e actividades para as crianças. 
A primeira edição ocorreu no Natal e juntou no mesmo espaço as marcas que surgem no blog, e foi um sucesso incrível, permitindo angariar brinquedos para crianças desfavorecidas. 
A segunda edição vai ocorrer a 17 de Março no Hotel Ritz em Lisboa e a história promete repetir-se. 
E o Mercadito poderá expandir-se a outras zonas do país.
Mas Fernanda não pensa parar por aqui. O Blog da Carlota vai continuar e a par disso foi convidada para escrever um livro com as dicas que vão surgindo no blog e outras, para mães e filhos.
Diz que é não é fácil conciliar o papel de mãe com o trabalho, principalmente agora que a Carlota está mais crescida e exige mais atenção, mas tem a sorte de ter a ajuda preciosa da sua mãe, fundamental quando tem reuniões ou um dia mais agitado.


(foto: Mariana Sabido)
(foto: Nuno Sousa)

Adora passar tempo com a família, brincar com a filha e ter tempo a dois com o marido. Gosta de ler, ir à praia e navegar na internet e adora fazer o Blog.
Prefere não pensar no que vai acontecer daqui a 10 anos e aproveitar o agora.

Podem ver o Blog da Carlota aqui e no facebook aqui.
Para seguir o Café, canela & Chocolate no facebook é aqui.
Quem visitar o Mercadito, é convidado a contribuir com bens essenciais, que vão reverter para as crianças da Associação Novo Futuro:








16
Fev13

Sónia Morais Santos: escrever com o coração


Sofia Serrano

Chama-se Sónia Morais Santos.
Nasceu e cresceu em Lisboa. Em pequena, dizia que queria ser jornalista e escritora. Brincava a fazer jornais e vendia-os na rua aos vizinhos. E também imaginava que fazia programas de rádio ao mexer nos muitos botões do seu - abria e fechava vias, dizia os noticiários e punha música.
A paixão pelo jornalismo não desapareceu quando cresceu, e licenciou-se em Ciências da Comunicação pela Universidade Autónoma de Lisboa. Durante o curso, fez um estágio na SIC e adorou. 
Começou a trabalhar como jornalista no Grupo Fórum, detentor da Forum Estudante e Fórum Ambiente, entre outros, onde fez alguns CD-Rom sobre os Castelos de Portugal e sobre os acontecimentos mais importantes de 1995. 
Saiu ao fim de algum tempo, depois de ter respondido a um anúncio para uma micro-empresa de Comunicação Social, de Pedro Rolo Duarte. Foi escolhida entre 600 candidatos. Diz que foi este momento que deu início a uma relação incrível e a oportunidades de trabalho em programas de televisão e rádio - e fez dupla com Pedro Rolo Duarte no seu programa da Comercial "Mundo de Aventuras". 



Quando Pedro Rolo Duarte foi convidado para lançar o novo suplemento do Diário de Notícias, foi convidada para fazer parte da equipa e aceitou. Diz que o DNA foi o sítio mais apaixonante para trabalhar: foi ali que cresceu, que fez entrevistas e grandes reportagens, que ganhou prémios de jornalismo. Quando o suplemento terminou, ficou integrada no Diário de Notícias, onde continuou a fazer reportagens.
Decidiu sair do Diário de Notícias para fundar a Time Out Lisboa. Em simultâneo, trabalhou na rádio, na Antena 1 : teve um programa com o professor Eduardo Sá e mais outros três a solo, "A Viagem da Cegonha", "Portugal dos Pequeninos" e "Nós Vencedores".
Quando a sua terceira filha nasceu, saíu da Time Out e tornou-se freelancer.
Actualmente escreve todas as semanas no Jornal de Notícias e na Notícias Magazine, tem uma rubrica mensal na Revista Pais & Filhos e outra nas Selecções do Reader´s Digest e escreve no seu blogue.
Começou o blogue quando estava na Time Out, desafiada pela Ana Garcia Martins ("A Pipoca Mais Doce"), com quem trabalhava. Sentia que como editora escrevia pouco. 
Nasceu assim o "Cocó na Fralda", um blogue com desabafos sobre as coisas dos miúdos e resolveu pôr-lhe este nome para que se percebesse que não era um baby-blogue no sentido tradicional, com uma mãe a elogiar loucamente as suas crias, pretendia mostrar o outro lado também.
Depois foi convidada para escrever o livro com o mesmo nome, que se tornou rapidamente um sucesso.

Diz que sempre adorou escrever. É uma paixão. Acha que quando escrevemos, temos sempre toda a nossa história atrás - nos dias que está mais nostálgica, os textos saem de uma maneira, se está mais voltada para o presente e para a vida boa que tem o privilégio de ter, saem prosas mais divertidas e soltas. E gosta acima de tudo de escrever reportagens.
Tem três filhos e nem sempre é fácil conciliar trabalho e família. Admite que há dias em que só lhe apetece fugir e outros em que tudo parece bem simples. Mas acima de tudo, sente que tem uma vida cheia e que todos os momentos são enriquecedores.
Se pudesse mudar alguma coisa na sua vida, gostava de fazer mais reportagens fortes. Diz que são essas que nos fazem pensar, nos mexem por dentro, que nos mudam. A imprensa está numa fase em que o que interessa são os assuntos "cool, trendy, fashion". Mas ela queria fazer menos textos light e engraçados. Queria fazer a diferença na vida das pessoas.
Daqui a 10 anos vê-se mãe de três adolescentes ( e isto assusta-a um bocadinho...) e a escrever. E espera estar com outro livro em mãos. Neste momento, está a escrever um. Aguardem que vai valer a pena!

Para seguir o Café, Canela & Chocolate no Facebook é aqui.





11
Fev13

Rita Tojal Quintela e a paixão pela fotografia


Sofia Serrano

Chama-se Rita Tojal Quintela.
Nasceu em Lisboa e cresceu entre a capital e São Pedro do Sul.
Tem uma paixão enorme por animais, cães em particular, e em pequena dizia que ia ser veterinária.
Acabou por tirar uma Licenciatura em Engenharia do Ambiente, mas decidiu também trilhar o caminho da fotografia. 
Na verdade, a paixão pela fotografia já era antiga: esteve sempre muito presente na sua vida, desde a infância - os seus pais adoravam e adoram fotografia, e todos os momentos marcantes da sua vida estão registados em películas.


Acabou por fazer um Curso Profissional de Fotografia e agora é Fotógrafa e Gestora de produto, e é ela que está por detrás do CV Love
O CV Love começou por ser uma forma de mostrar o seu trabalho num blog, e fazia sentido que os momentos que registava fossem o seu "curriculum do amor" - assim surgiu o nome do seu projecto.
Um projecto que cresceu e que está em constante evolução, que se transformou no viver de um sonho. 
Admite ser uma sortuda, por poder registar momentos únicos na vida das famílias, desde o casamento, a gravidez, a chegada de um bebé. Sente as pessoas que fotografa como amigas, e diz que o CV Love é uma família, que cresce todos os dias.
Espera poder chegar cada vez a mais famílias com a fotografia e também ajudar pais a fotografar filhos no dia-a-dia, para que a magia possa ser sempre registada.
E o seu trabalho é reconhecido: o CV Love ganhou recentemente o 1º prémio no Concurso Blog do ano de 2012, na categoria "Fotografia".



A sua inspiração vem das pessoas que fotografa, das suas relações e interacções, dos sorrisos e dos sentimentos que transparecem. 
Fotografa com uma Canon 5D Mark II, adorava fazer um upgrade para a III e diz que uma objectiva 50mm F1.2 a tornava uma mulher feliz.
Adora viajar, principalmente de avião. Adora ver o pôr-do-sol na praia. Gosta de decoração e de remodelar móveis antigos. E adora ler.
Se pudesse fotografar qualquer pessoa no Mundo, escolhia as mais importantes : o seu marido Bernardo, os seus irmãos, e o seu cão Balu. É ao marido e à família que agradece pelo sucesso do seu projecto.
E adorava fotografar na Provença Francesa em Maio, na altura em que os campos estão cheios de alfazema. Ou a Nova Zelândia, com os seus cenários naturais magníficos.

(fotos: Rita Quintela/ CV Love)

Podem saber mais sobre o CV Love aqui ou no facebook aqui.

Para seguir o Café, Canela & Chocolate no facebook é aqui.



Os meus livros

Captura de ecrã 2016-09-20, às 20.46.51.png

capa_formato_real-04.jpg

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.