Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Café, Canela & Chocolate

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Café, Canela & Chocolate

23
Mar16

Porque é que comemos folares na Páscoa?


Sofia Serrano

thumbs.web.sapo.io.jpeg

 

Eu confesso que gosto de saber as histórias que dão origem às tradições.

Para quando os meus filhos me fazem aquelas perguntas do tipo “Mãe, porque é que comemos folar e ovos de chocolate na Páscoa?”, eu ter uma resposta, e até poder contar uma história gira, da qual eles não se esqueçam mais (nem eu).

 

20
Dez15

Carta ao Pai Natal


Sofia Serrano

Querido Pai Natal,

Espero que estejas bem.

Não demasiado atarefado ou stressado com o aproximar da tua data de maior trabalho. Espero que tenhas tido tempo e tranquilidade para planear as tuas boas ações de Dezembro, que tenhas tido ajuda nas tuas tarefas e que entregar presentes continue a ser o que tu gostas de fazer.

Continuo a acreditar em ti.

Que vives num cantinho no pólo Norte, numa casa no meio da neve, numa clareira rodeada de pinheiros nórdicos. Com renas simpáticas que correm por ali em liberdade e que no dia 24 se disponibilizam para conduzir o trenó pelos ares. Imagino-te na tua casa acolhedora, a viver os dias com tranquilidade, com uma lareira que te aquece quando regressas dos teus passeios pela floresta, a partilhar os momentos com a Mãe Natal. A receber visitas para um chá dos duendes que te ajudam na tua oficina de brinquedos. E a espreitar a tua bola mágica, onde consegues ver tudo o que se passa no mundo, e saber quais são os meninos que precisam mesmo de um presente especial este natal.

Sei que recebes todas as cartas que os meninos escrevem com pedidos para o Natal. Que analisas um a um, que ponderas no que é realmente importante. E sei que acabas por delegar nos pais e nos familiares dessas crianças muitas dessas coisas. Mas nunca te esqueces de quem realmente precisa.
Lembro-me de ser pequena e de estar à tua espera.

 

 

 

5273a7433c3449d539599de0b2ed0dc8.jpg

 

 

 

01
Mai13

A tradição dos Maios na Aldeia Branca


Sofia Serrano

Uma aldeia tipicamente portuguesa.
Uma tradição que se repete no 1º de Maio: bonecos em tamanho real, que representam cenas do quotidiano e fazem crítica política e social, acompanhados por versos. São os Maios. 
E acompanham-se por produtos regionais da época: laranjas, figos, amêndoas, aguardente ou amarguinha.
Fazem parte das tradições Algarvias da vitória da Primavera sobre o longo Inverno.
Palmeiras enfeitam portas e janelas.
A aldeia fica subitamente repleta de visitantes. 
Feiras de velharias, artesanato, bifanas e farturas. E os caracóis!
E claro, não faltam os cavalos (ou os póneis para os mais pequenos darem uma voltinha!) e amanhã há a também tradicional Festa da Pinha, com cavaleiros e carroças em procissão.














Os meus livros

Captura de ecrã 2016-09-20, às 20.46.51.png

capa_formato_real-04.jpg

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.