Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Café, Canela & Chocolate

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Café, Canela & Chocolate

18
Set13

Viagem no tempo (aquele dia especial)


Sofia Serrano

Aprendi com o tempo que as mães sabem sempre tudo. Se sabem.
Quando fiquei grávida da M. ela fez as contas (dela) e apontou o dia em que a neta iria nascer - um dia já muito especial. Este dia. Há 5 anos atrás.
Eu, projecto semi-acabado de obstetra e teimosa até mais não, convenci-me que conseguiria moldar o destino à minha medida. A minha obstetra estava de serviço no dia 17, já tinha 40 semanas e 6 dias, vamos lá induzir e pôr a rapariga cá fora.
E de facto, a indução do trabalho de parto foi uma experiência...ímpar. Nos livros parece tudo muito linear e científico. Na vida real implica comprimidos, nada acontecer, passar um dia a subir e descer escadas pelo hospital, a passear pelo jardim do hospital e a achar que ia ficar grávida para sempre (valeu-me a paciência do R. que me aturou o tempo todo). 
E depois, de repente, dor, muita dor, não ser (afinal) assim tão forte e achar que "esta coisa afinal custa à farta". Valha-nos a nós, mulheres desta época, a epidural. 
Depois rompe-se a piscina da criança e vamos lá a sério nesta coisa de trabalho de parto - mais ou menos a sério, porque a epidural torna tudo muuuito melhor. Dilatação faz-se de mansinho mas vai. 
Conclusão: já passava da meia-noite, no meio de tanta emoção. Já era dia 18. Tal como a avó previra.

Foi então que te vimos pela primeira vez. 
Não choraste logo e o meu cérebro de obstetra procurava incessantemente qualquer problema que pudesse haver. Mas estavas bem. Tocamos-te pela primeira vez. E quando ouviste a voz do pai, abriste muito os olhos para ele - porque o reconhecias daquelas intermináveis conversas que ele tinha, à noite, contigo (tu na minha barriga).
Ele vestiu-te, ou melhor, tentou, porque de repente vi-se desajeitado com uma coisa tão preciosa e botões tão pequeninos. Mas tivemos ajuda. Tivemos sempre ajuda. Sentimo-nos em casa e as pessoas que participaram neste dia especial vão estar para sempre nos nossos corações. 
Chegaste tu, neste dia tão especial. Para dares um outro sentido às nossas vidas, para nos fazeres viver emoções inimagináveis.

Parabéns, minha querida.




Para seguir o Café, Canela & Chocolate no Facebook é aqui.
(e se quiserem seguir este blog, também podem: é só carregar ali no canto superior direito, onde diz "aderir a este site"!)

5 comentários

Comentar post

Os meus livros

Captura de ecrã 2016-09-20, às 20.46.51.png

capa_formato_real-04.jpg

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.