Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Café, Canela & Chocolate

O site da autora Sofia Serrano. Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Café, Canela & Chocolate

O site da autora Sofia Serrano. Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Bebés vestidos para o Natal

Avatar do autor , 05.12.12

E o look do mais pequenino para o Natal?
Pois, é, também andamos em busca de algo com bom gosto e original!
Apesar de serem as meninas que têm sempre as roupas mais giras, também há coisas muito giras para os rapazes.
E encontrámos no My mini & me, na nova coleção de Natal, estes calções com peitilho da linha de Xadrez.E até dá para vestir a mana e a mãe de igual!





Podem ver mais coisas giras my mini & me aqui. É o preferido da semana para o miúdo!
E para seguir o Café, Canela & Chocolate no facebook é aqui.



Cirurgiã, Investigadora e Mãe: Ana Rita Matos

Avatar do autor , 04.12.12

Chama-se Ana Rita Matos.
Nasceu e cresceu em Lisboa, rodeada do mimo dos avós , que lhe moldaram a vida e com os quais aprendeu um bocadinho de tudo. Herdou o sentido de humor , exigência e entrega ao trabalho dos pais, que nunca se esqueceram do beijo de boa-noite à filha.
Foi uma excelente aluna de escolas públicas e chegou a ganhar um prémio de jovens cientistas, que lhe permitiu ir a Milão à final europeia do concurso. 
No regresso, conheceu os resultados das colocações do acesso ao Ensino Superior: ficou em Psicologia, mas era Medicina o seu sonho. Não desistiu e pôs mãos à obra. 
No ano seguinte concorreu outra vez e conseguiu entrar.



Foi no Hospital de Santa Maria, onde estudou, que fez o seu primeiro "banco", viu o seu primeiro parto, a sua primeira cirurgia. Onde passou a passagem de ano, de 1998 para 1999, no início da faculdade. 
Onde descobriu que era ali que queria passar muitos anos.
Praticamente viveu no hospital, entre livros, bancos e cirurgias. 
Entregou-se de corpo e alma. 
Chegava a faltar às aulas para ir para o bloco operatório, participava em projectos de investigação. Descobriu que era ali que queria estar.
No fim do curso casou e engravidou durante o internato geral, mas nada lhe abrandou o ritmo ou a paixão pela cirurgia. 
Entrou em Cirurgia Cárdio-Torácica, numa das duas vagas do país, quando a filha tinha 2 semanas.
A adrenalina da Cirurgia tornou-se num vício.
Mas não parou por aqui.






Enquanto fazia a especialidade de Cirurgia Cárdio-Torácica, para além de ter tido o seu segundo filho, concorreu ao Programa de Formação Médica Avançada da Gulbenkian - e entrou.
Agora está em Londres, no King's College, a viver mais um desafio. E os filhos também.
No mesmo dia, é capaz de despir o fato de bloco, correr para o cabeleireiro, vestir-se de gala para um jantar na embaixada e voltar a seguir para o hospital para ficar de banco até ao dia seguinte.
Acredita em Deus, adora viajar e fotografia, gosta de comer bolos acabados de fazer com amigos.
E acredita que podemos fazer tudo...se o desejarmos o suficiente.




(fotos de Ana Rita Matos)


Espreitem também no facebook a página do "Café, Canela & Chocolate" e façam like!

A minha cama é melhor que a tua

Avatar do autor , 04.12.12

Sim, a minha cama é a melhor.
Ou melhor, a minha cama (leia-se "nossa cama", minha e do pai) é BEM MELHOR que o berço branquinho, quentinho e aconchegadinho dele.
"Ir para a cama? E dormir... aqui? Hum...não me parece!!!"
E pronto. Vá de rebolar, caçar coelhos e chuchas e dormir que é bom fica para outra altura.
Está a ficar com sono? 
"É reclamar um bocadinho que a mãe já me pega - e depois é só fazer aqueles olhinhos de carneiro mal-morto que com um bocado de sorte ela põem-me na MINHA cama (aquela grande, onde está o pai!). E depois de lá estar...ninguém me tira dali! É que com este frio, o aquecimento lateral dá jeito (mãe de um lado, pai de outro). E se estiver bem-disposto, até deixo a mana deitar-se aqui ao meu lado (sempre lhe posso puxar os cabelos!)"

Eu sabia que devia ter seguido o conselho de uma amiga já com filhos e ter mandado fazer uma cama GIGANTE. Porque dormir a 4 não é tarefa fácil.



(foto : Google imagens)

Espreitem também no facebook a página do "Café, Canela & Chocolate" e façam like!

Para o ano que (afinal) vem

Avatar do autor , 03.12.12

Confesso que sou muito distraída.
Esqueço-me de aniversários, principalmente.
Mas também de outras coisas ( ando muitas vezes com a cabeça nas nuvens).
E parece que afinal o mundo já não acaba a 21 de Dezembro de 2012 (isto tinha apontado, para não me esquecer!)
Por isso, dava-me mesmo jeito esta agenda hand-made da Pampa Mia para 2013. Tão gira, não é?


(foto:Pampa Mia)

Há mais modelos e muitas coisas giras para escolher, desde malas a colares e brincos. Espreitem aqui.

Espreitem também no facebook a página do "Café, Canela & Chocolate" e façam like!

Eles e as mamas

Avatar do autor , 02.12.12

Não, isto não é um post pornográfico (desengane-se quem veio em busca "das mamas").
Aqui fala-se das mamas das mães que amamentam.
Ou melhor dos bebés que adoram as mamas e que não vêem outra coisa.
Ou melhor ainda: dos bebés que NÃO QUEREM COMER outra coisa.
Sim, este é um post de uma mãe semi-desesperada.
Claro, tive a sorte de conseguir que os meus pequenos quisessem mamar - e muitas mães sabem como esta é uma tarefa que pode ser difícil e desesperante. Principalmente no primeiro mês após o nascimento, em que as hormonas andam todas trocadas e os bebés ainda se andam a organizar nesta vida fora do conforto do útero materno. Mas depois de sobreviver a este mês, as coisas até vão correndo bem.
Portanto tive filhos que adoram mamas.
A primeira, sendo miúda e por consequência mais desenrascada, lá aprendeu facilmente a comer (papas, sopas e afins) e lá se orientou com o biberão para beber uns bocaditos de leite - sim, porque as mães também têm de ir trabalhar e as crias não podem ficar à fome todo o dia.
O segundo, homem, claro, viciado em mamas e como homem, mais complicado a gerir novas situações. Uma colher? Para que serve isso? Ora deixa cá ver se é uma mama...não é, então não quero. Isso é fruta e dizes que é docinha? nãaaaaa....não é mama. Não me convencem. Essa coisa de borracha ou silicone ou lá o que é serve para beber leite? Não, não acredito nisso. Não é uma mama, não sei beber nisso.
E pronto, é isto. Um homem pequeno mamo-dependente. Quero ver como vamos dar conta dele quando as mamas tiverem de ir trabalhar.




(foto: Google imagens)

Espreitem também no facebook a página do "Café, Canela & Chocolate" e façam like!

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pág. 5/5