Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Café, Canela & Chocolate

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Café, Canela & Chocolate

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Os posts mais lidos do blog em 2015

31.12.15 | Sofia Serrano

Depois de mais um ano fantástico e de mais de 3.000.000 visualizações no blog, deixo-vos o top 10 dos posts mais lidos em 2015:

  1. Carta de uma mãe aos filhos no primeiro dia de escola 
  2. 20 ideias geniais para descomplicar a vida aos pais 
  3. Os (novos) 10 mandamentos da maternidade 
  4. Coisas que uma mãe deve ensinar a um filho 
  5. Confissões de uma médica #6 
  6. Momentos em que uma médica não sabe o que dizer 
  7. 7 coisas que as mães fazem no fim de semana 
  8. Confissões de uma médica #4 
  9. Coisas que se aprendem quando nasce o segundo filho 
  10. Esta coisa de sermos mães velhas

Espero que 2016 seja um ano maravilhoso para todos!

Obrigada por estarem desse lado e por fazerem parte deste cantinho que é o Café, Canela & Chocolate!

 

image.jpeg

 

Para começar bem o ano

31.12.15 | Sofia Serrano

Hoje é o último dia do ano.

Há quem goste de uma entrada no ano nova mais calma, mas por todo o lado há festa, com petiscos entre amigos - e aproveitamos esta altura do ano para provar aquele doce que habitualmente evitamos, para beber mais um copo de champanhe, para nos deliciarmos com a mesa de queijos. Afinal de contas, são dias de festa.

E depois, para começarmos bem o ano, o melhor é começar de forma saudável. Exercício físico, água como bebida de eleição, comer alimentos com muitas vitaminas, fazer uma alimentação equilibrada.

 

A pensar em quem gosta de começar bem o ano, e depois dos saborosos excessos gastronómicos, o Hotel Faro  preparou um brunch especial para o primeiro domingo do ano (3 de janeiro) : em parceria com a nutricionista Lillian Barros, autora dos livros “Sumos e águas Detox” e “Sopas, saladas e chás detox”, vai ter um buffet de receitas detox deliciosas, entre outras surpresas.

 

Vamos experimentar e começar 2016 de forma saudável?

 

unnamed-2.jpg

 

 

Preparados para a passagem de ano?

30.12.15 | Sofia Serrano

O ano passado passei a meia noite a trabalhar. 

Foi uma entrada no novo ano especial, porque ajudei a nascer um dos primeiros bebés do ano, e por isso, foi uma urgência que não vou esquecer tão facilmente.

 

Este ano, as coisas vão ser diferentes.

Vamos passar a última noite do ano como mais gostamos, em família.

Vamos ter uma maravilhosa vista para o Oceano Atlântico, num hotel que adoramos, e vamo-nos vestir a rigor. 

E com o brilho do fogo de artifício a iluminar o mar, vamos comer as doze passas, beber champanhe, e desejar que 2016 esteja recheado de coisas boas.

 

Vamos estar por aqui nos próximos dias.

 

Captura de ecrã 2015-12-30, às 18.50.47.png

 Vestido La Redoute

 

 

 

Confissões de uma médica #11: o ano velho

29.12.15 | Sofia Serrano

Não faço listas de decisões para o ano novo.

Gosto de andar com calma e tranquilidade, saborear os dias sem grandes planos.

Talvez porque a vida nos vai ensinando que cada dia é imprevisível, e que tudo pode acontecer - um dia péssimo pode-se transformar em maravilhoso, um dia que tinha tudo para ser o melhor de sempre pode subitamente tornar-se no pior.

Mas quando começam a chegar os últimos dias do ano, apetece espreitar por cima do ombro para o que passou. E 2015 foi um ano de mudanças, e por isso, não me vou esquecer dele tão rapidamente. 

Foi o ano em que, depois de 10 anos a trabalhar no SNS, a dar muito (quase todo) o meu tempo ao trabalho que eu amo, resolvi tirar a bata gasta do hospital, deixar de passar noites e dias sem descansar para conseguir que nada falhasse, deixar o sítio onde fui interna (onde continuava a ser tratada como interna) e arriscar novos projectos. Abrir as asas. Dar aquele salto de coragem, sem medo, porque a sorte protege os audazes.

Foi o ano em que decidi que queria continuar sempre a amar o que fazia, e por isso decidi mudar. 

Foi o ano em que decidi que precisava de mais tempo para mim, para os meus filhos para a minha família para podermos, todos juntos, ser felizes - e aproveitar a vida, que passa num instante. Em que decidi que precisava, efectivamente, de ser mãe, e não só alguém que os vai levar e buscar à escola, sem tempo para brincar, conversar, cozinhar, ler ou andar de bicicleta na rua.

Foi o ano em que o blog continuou a crescer, ficou mais forte, tornou-se parte integrante da minha vida, aqueceu-me a alma e o coração por me levar a tantas pessoas e as trazer até mim, nesta teia virtual que é a internet.

O ano em que acreditei que um sonho se pode realizar - que se vai realizar, em breve (uma das surpresas para 2016!)

Foi o ano em que levamos os miúdos a acampar, em que fomos à neve, conhecemos o Mickey na Disneyland Paris e viajamos por Portugal em sítios maravilhosos.

Foi o ano em que o meu querido mano mais novo descobriu a CR7, a galáxia mais longínqua e me deixou orgulhosa (e está nomeado para personalidade do ano, a votos aqui).

O ano em que voltamos a descobrir que brincar na rua e conhecer os vizinhos é o melhor do mundo, que comer saudável, escolher alimentos biológicos e não processados ajuda-nos a ser mais saudáveis, que termos tempo para parar e apreciar a vida torna-nos mais felizes.

2015 foi um ano em cheio. 

E apesar de não fazer planos nem listas de resoluções para o ano que aí vem, acredito que 2016 vai estar recheado de coisas boas. Basta querermos ser felizes, e fazermos as escolhas certas.

Que 2016 seja o melhor de sempre.

 

12435210_10153810830019764_83822170_o.jpg

 Foto: Pau Storch

 

 

 

 

 

 

 

Resultados dos passatempos!

27.12.15 | Sofia Serrano

Com o Natal, os doces e presentes, o blog ficou um bocadinho mais esquecido.

Mas apesar da demora, cá está o resultados dos passatempos:

 

Passatempo Mustela

As frases mais originais foram escritas por:

Andreia Pombal

Maria Manuela

Paula M. Mota

Parabéns! Podem escolher 3 produtos da nova linha de grávida da Mustela!

Por favor enviem mail para msofiaserrano@gmail.com com a vossa escolha.

 

Passatempo Pista de Gelo no Fórum Algarve

Margarida Pires!

Parabéns!

Por favor, envie Mail para msofiaserrano@gmail.com com o nr do cartão de cidadão para poder levantar os bilhetes no balcão de informações do Fórum Algarve.

 

Boas Festas!

 

 

 

Sim, o Pai Natal existe!

25.12.15 | Sofia Serrano

Deixaram-lhe um copo de leite, bolachinhas e cenouras para as renas - e foram dormir, na esperança de ele aparecer.

E às 06:00, o miúdo entra de rompante no quarto dos pais, a gritar "Ele veio, ele veio!"

Voltou para o quarto para acordar a irmã. Havia dois presentes.

E foi assim que tivemos corridas de patins e trotinete desde madrugada - e o dia promete!

Feliz Natal!

 

image.jpeg

 Estamos no instagram, aqui.

 

Feliz Natal!

24.12.15 | Sofia Serrano

Desejamos a todos um Natal cheio de esperança, amor e paz. Que possamos estar junto dos que mais gostamos, que as conversas se prolonguem até tarde e que haja muita, muita alegria.
Feliz Natal e um maravilhoso 2016!

(vamos estar pelo instagram pelos próximos dias)

 

natal2016.png

 

É quase Natal - vamos patinar e ajudar!

22.12.15 | Sofia Serrano

Estamos em contagem decrescente para o Natal!

Surpreendentemente, até temos os presentes organizados aqui por casa, o que faz com que possamos aproveitar estes dias em família. Depois da nossa aventura na pista de Gelo do Forum Montijo, queremos muito repetir esta aventura - por isso, patinar está nos planos para os próximos dias.

Boas notícias: há uma pista de gelo no Forum Algarve!

Sim, e é uma pista solidária, já que quem patinar pode ajudar uma de 3 instituições: a PRAVI, o Refúgio Aboim Ascensão e a Associação Portuguesa de Paralisia Cerebral. Por cada bilhete de entrada (2euros), recebe-se um "Golden Ticket" no valor de 1 euro, que se pode oferecer a uma das instituições.

 

unnamed-3.jpg

 

 

 

 

 

Carta ao Pai Natal

20.12.15 | Sofia Serrano

Querido Pai Natal,

Espero que estejas bem.

Não demasiado atarefado ou stressado com o aproximar da tua data de maior trabalho. Espero que tenhas tido tempo e tranquilidade para planear as tuas boas ações de Dezembro, que tenhas tido ajuda nas tuas tarefas e que entregar presentes continue a ser o que tu gostas de fazer.

Continuo a acreditar em ti.

Que vives num cantinho no pólo Norte, numa casa no meio da neve, numa clareira rodeada de pinheiros nórdicos. Com renas simpáticas que correm por ali em liberdade e que no dia 24 se disponibilizam para conduzir o trenó pelos ares. Imagino-te na tua casa acolhedora, a viver os dias com tranquilidade, com uma lareira que te aquece quando regressas dos teus passeios pela floresta, a partilhar os momentos com a Mãe Natal. A receber visitas para um chá dos duendes que te ajudam na tua oficina de brinquedos. E a espreitar a tua bola mágica, onde consegues ver tudo o que se passa no mundo, e saber quais são os meninos que precisam mesmo de um presente especial este natal.

Sei que recebes todas as cartas que os meninos escrevem com pedidos para o Natal. Que analisas um a um, que ponderas no que é realmente importante. E sei que acabas por delegar nos pais e nos familiares dessas crianças muitas dessas coisas. Mas nunca te esqueces de quem realmente precisa.
Lembro-me de ser pequena e de estar à tua espera.

 

 

 

5273a7433c3449d539599de0b2ed0dc8.jpg

 

 

 

São as mães que curam as gripes

17.12.15 | Sofia Serrano

Muita coisa se poderia dizer sobre uma gripe.

E se me tivessem pedido para falar sobre gripe na semana passada, eu falava da parte científica, que inclui vírus, 3-4 dias de febre alta, dor no corpo, arrepios, tosse, falta de apetite. E sublinhava que o que é preciso é ficar em casa, baixar a febre, hidratar e esperar que passe, que é mesmo assim a vida.

Mas eis que a maldita gripe resolveu instalar-se por aqui. Começou pela miúda, no dia seguinte ficou o mais pequeno e depois os pais - a nossa primeira gripe familiar. Não sei bem qual é a letra da gripe este ano, mas é das chatas.

Uma autêntica festa. Em particular porque ter duas crianças com febre alta e a precisar de tomar xaropes para baixar a febre de 4/4h, em horários diferentes, é coisa para levar uma mãe quase à loucura. Já para não falar de ranhos e tosses, e de eu e eles fechados em casa quase uma semana. 

A parte boa é que as mães têm um super-poder qualquer que faz com que tenham de ter sempre extra-energia para tratar dos filhos - e por isso, as gripes das mães são coisas leves. E são os mimos e a paciência para dar água, para refrescar a testa, para ler uma história, para dizer que tudo vai passar rápido, que curam as gripes. Não, aqui os antibióticos não mandam nem curam nada, apesar de haver momentos em que tudo pareceria imensamente mais fácil se com uma colher mágica de antibiótico tudo voltasse ao normal mais depressa.

São as mães. As mães é que curam as gripes.

 

E depois de uma semana fechada em casa, devia, pelo menos, ter direito a uns bilhetes para o Star Wars - ouviste, R.? 

 

 

_DSC0355.jpg

 

Grávidas com pele perfeita

15.12.15 | Sofia Serrano

À medida que o bebé e a barriga crescem, vai crescendo também a probabilidade de aparecerem as pouco simpáticas estrias. Já se sabe que a parte genética conta muito mas também há algumas coisas que se podem fazer para evitar o seu aparecimento.
Ficam aqui algumas dicas, que resultaram comigo (duas gravidezes e estrias nem vê-las!) e que costumo aconselhar às minhas grávidas:

 

baby-booties.jpg

 

1. Beber muita água e ter uma alimentação saudável e equilibrada- ajuda a manter a pele hidratada e a que se mantenha saudável e brilhante.

2. Controlar o aumento de peso - aumentos de peso muito acentuados e muito rápidos são meio caminho andado para os "tracinhos" na barriga. Por isso, cuidado com o peso ( o aumento recomendado na gravidez é entre 9 e 12 kg).E claro que grávidas de gémeos terão mais probabilidade de estrias, porque a barriga vai ficar maior - há que redobrar cuidados!

3. Cuidar da pele - com cremes anti-estrias e outros para hidratar, proteger, dar resistência. Aqui o truque é começar a aplicá-los ainda antes da barriga começar a crescer, para a pele se manter com uma boa elasticidade, e manter a sua aplicação depois do parto, até voltarem ao peso habitual. Aplicar de manhã, depois do banho e à noite. 

4. Usar cinta ou faixa de gravidez - muita gente não gosta, acha que faz calor ou sente-se desconfortável, mas o facto é que a cinta e a faixa ajudam a suportar o peso da barriga em crescimento e conferem mais resistência à pele, diminuindo a probabilidade de aparecimento de estrias. Para além disso também permitem um reforço da zona lombar e melhor distribuição do peso extra, diminuindo as dores de costas. 

 

 

 

Pág. 1/3