Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Cirurgiã, Investigadora e Mãe: Ana Rita Matos

Chama-se Ana Rita Matos.
Nasceu e cresceu em Lisboa, rodeada do mimo dos avós , que lhe moldaram a vida e com os quais aprendeu um bocadinho de tudo. Herdou o sentido de humor , exigência e entrega ao trabalho dos pais, que nunca se esqueceram do beijo de boa-noite à filha.
Foi uma excelente aluna de escolas públicas e chegou a ganhar um prémio de jovens cientistas, que lhe permitiu ir a Milão à final europeia do concurso. 
No regresso, conheceu os resultados das colocações do acesso ao Ensino Superior: ficou em Psicologia, mas era Medicina o seu sonho. Não desistiu e pôs mãos à obra. 
No ano seguinte concorreu outra vez e conseguiu entrar.



Foi no Hospital de Santa Maria, onde estudou, que fez o seu primeiro "banco", viu o seu primeiro parto, a sua primeira cirurgia. Onde passou a passagem de ano, de 1998 para 1999, no início da faculdade. 
Onde descobriu que era ali que queria passar muitos anos.
Praticamente viveu no hospital, entre livros, bancos e cirurgias. 
Entregou-se de corpo e alma. 
Chegava a faltar às aulas para ir para o bloco operatório, participava em projectos de investigação. Descobriu que era ali que queria estar.
No fim do curso casou e engravidou durante o internato geral, mas nada lhe abrandou o ritmo ou a paixão pela cirurgia. 
Entrou em Cirurgia Cárdio-Torácica, numa das duas vagas do país, quando a filha tinha 2 semanas.
A adrenalina da Cirurgia tornou-se num vício.
Mas não parou por aqui.






Enquanto fazia a especialidade de Cirurgia Cárdio-Torácica, para além de ter tido o seu segundo filho, concorreu ao Programa de Formação Médica Avançada da Gulbenkian - e entrou.
Agora está em Londres, no King's College, a viver mais um desafio. E os filhos também.
No mesmo dia, é capaz de despir o fato de bloco, correr para o cabeleireiro, vestir-se de gala para um jantar na embaixada e voltar a seguir para o hospital para ficar de banco até ao dia seguinte.
Acredita em Deus, adora viajar e fotografia, gosta de comer bolos acabados de fazer com amigos.
E acredita que podemos fazer tudo...se o desejarmos o suficiente.




(fotos de Ana Rita Matos)


Espreitem também no facebook a página do "Café, Canela & Chocolate" e façam like!

5 comentários

Comentar post