Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Café, Canela & Chocolate

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Café, Canela & Chocolate

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Confissões de uma médica #20

20.10.18 | Sofia Serrano

Captura de ecrã 2018-10-20, às 20.48.27.png

 

Quando era interna do primeiro ano da especialidade, um dos médicos mais velhos com quem eu fazia urgências disse-me que, na realidade, o nosso trabalho mais importante era saber esperar. Obstetricia vem do latim obstetrix, que significa “estar ao lado”. Não valia a pena apressarmos as coisas nem sermos demasiado interventivos.

Eu tinha o entusiasmo de um interno recém chegado à especialidade, queria ajudar, fazer, marcar a diferença. Ele apontou para um banco que estava na sala de parto e disse-me que aquele era um dos nosso melhores amigos. Disse-me para respirar fundo e para me sentar. Estar ali a vigiar, ter paciência, esperar.

Na verdade, a maioria dos partos precisam de muito pouco dos médicos e enfermeiros, porque mãe e bebé sabem o que fazer. Por isso, ao longo do tempo, fui aprendendo a ter paciência. Se tudo estiver bem, temos de dar tempo ao tempo. E a parte boa é sermos recompensados com o choro forte de um bebé saudável e o sorriso incondicional dos recém pais 🍀

(a foto sou eu, apanhada desprevenida de salto alto por um trabalho de parto na última noite, um daqueles mesmo bonitos)