Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Café, Canela & Chocolate

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Café, Canela & Chocolate

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

11.04.19

Confissões de uma médica: as expectativas da gravidez e parto perfeitos


Sofia Serrano

cirur.png

As expectativas são coisas difíceis de gerir. Semente que germinam e crescem sem aviso prévio e nos condicionam em cada passo. Criamos expectativas toda a vida: do que vamos ser, do que vão ser as outras pessoas para nós, de como queremos viver.

Em particular na gravidez, as expectativas podem ser difíceis de gerir.

É muito fácil imaginar uma gravidez bonita e tranquila, um parto natural rápido, um bebé perfeito. É o que vemos no instagram e nas revistas, nas redes sociais.

 

Mas as expectativas não nos preparam para uma gravidez na cama por contrações antes do tempo, para vómitos constantes, para um parto arrastado e um nascimento por cesariana porque o bebé não estava bem posicionado. Não nos preparam para que o corpo mude, para que não responda como nós imaginamos. Não nos prepara para não suportarmos a dor nem para conhecermos o nosso bebé no frio de um bloco operatório.

 

Quando se trata de gravidez, eu gosto de pensar que temos de regular as expectativas do nível “perfeição de instagram” para o nível “correu tudo bem com o bebé e a mãe”.

É duro fazermos este ajuste, a nossa natureza pede-nos sempre o que idealizámos.

 

Mas no final, o mais importante é mãe e bebé estarem bem - mesmo que isso signifique um parto por cesariana ao fim de muitas horas de trabalho na tentativa de um parto normal como se sonhou.

2 comentários

Comentar post