Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Café, Canela & Chocolate

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Café, Canela & Chocolate

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

20.07.19

Confissões de uma médica: e a Sofia, onde anda?


Sofia Serrano

Imagem1.png

 

Hoje de madrugada estava a lavar a cara na casa de banho do hospital, depois de uma urgência de 24 horas. Reparei nas olheiras e olhos cansados, no cabelo desgrenhado. Zero glamour (raramente uso maquilhagem no trabalho e muito menos colares, anéis e pulseiras porque nunca sei quando é preciso esfregar as mãos e os braços até ao cotovelo com uma daquelas esponjas desinfectantes e entrar numa sala de bloco operatório para uma cirurgia urgente ou um parto).  Com ar de quem precisa de descansar depois de uma série de horas de trabalho.

Estava a contemplar a minha imagem refletida no espelho e a pensar : de onde saiu a Sofia Serrano? Aquela que aparece na capa do "Confissões de uma Médica"? A médica perfeitamente maquilhada e de cabelo esticado, que vai ao programa da Fátima Lopes e da Cristina Ferreira? Que aparece em produções na revista Activa e dá entrevistas para a Visão?

Claramente, a Sofia Serrano surge por artes mágicas - através da transformação de fotógrafos talentosos como o Pau Storch e do brilho das make-up artists como a Ana Pereira ou a Raquel Batalha. Através das luzes da TV e das cabeleireiras que sabem sempre como ficamos melhor aos olhos dos outros. A Sofia Serrano está nas redes sociais com ar impecável e nas capas dos livros a sorrir.

Debaixo da make-up e da magia dos meios de comunicação social está simplesmente a médica de olheiras, que também tem dois filhos para cuidar e anda sempre a correr de um lado para o outro para conseguir cumprir o horário das consultas e não falhar no ginásio nem nos compromissos com a família e amigos. 

 

Isto deixa-me sempre a pensar que o que vemos nos meios de comunicação social e nas redes sociais é mesmo apenas uma pequena parte de nós: a parte bonita, no seu melhor ângulo, cuidadosamente estudada para agradar.  Seres humanos mais ou menos reais.

E as verdadeiras pessoas estão por aí, ao nosso lado no autocarro, no supermercado, nos corredores dos hospitais. Com pouca maquilhagem e nem sempre no seu melhor, mas a viver a sua vida da melhor maneira possível, enfretando os desafios sem os retoques do photoshop, os filtros do instagram ou  a cobertura da maquilhagem perfeita.

 

1 comentário

Comentar post