Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Duas colheradas de Nutella


Há dias que são assim.
Levantamo-nos e não há electricidade, porque a tempestade manda mais e viver (quase) no campo tem destas coisas. Subitamente, tudo se torna mais difícil - já nem sei o que fazer sem electricidade, não há microondas para aquecer o leite, nada de batedeira para os meus sumos detox. E pior que tudo, nada de café. Portanto avizinhava-se um dia complicado - quase que podia ser segunda-feira. 
Lá saímos de casa em modo semi-atrasado, com guarda-chuvas e galochas. Miúdos felizes com chuva, queriam era ficar a saltar nas pocinhas (mais atraso, portanto).
Fila para entrar na cidade, fila para circular na cidade, chuva à farta. Mãe com dois miúdos, duas mochilas e um guarda-chuva - e duas escolas diferentes. E só com duas mãos. Depois de alguma ginástica, lá se orientou tudo. E depois, claro, mãe atrasada e sem conseguir arranjar estacionamento, no preciso momento em que a chuva triplica de intensidade.
Resumo da manhã: atrasos, água e nada de café. Curiosamente, o ritmo foi o mesmo todo o dia - pouco tempo, muita coisa para fazer. E quando chega finalmente o fim do dia e penso "Agora sim, vou-me sentar sossegada no sofá e beber o meu café!"...não há café em casa.

É só para avisar que fui buscar o frasco da Nutella.
(não, isto não é publicidade, é mesmo sexta-feira)


3 comentários

Comentar post