Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Esvaziar o frigorífico (e um beijinho para o meu mano)

Ter dois miúdos em casa dá cabo das finanças a qualquer um. E temo que isto vá piorar. 
Para além da fashion-victim cá de casa (leia-se M.) que PRECISA mesmo de todos os vestidos-e-sapatos-e-colares-e-pulseiras-e-fatos-de-banho e coisas do género que vê, agora o mais pequeno é uma máquina devoradora de comida. 
Mais precisamente de iogurtes. 


Portanto, a tarefa diária dos adultos cá de casa é carregar iogurtes para o frigorífico e, num passe de mágica, no dia seguinte já se acabaram. Líquidos, sólidos, com aromas ou pedaços, com bonecada ou sem bonecada - tudo marcha. Já para não falar de bananas, morangos e outros itens que tais, que se evaporam em pouco tempo. 
E sim, ainda me lembro do meu irmão em plena adolescência, que ao pequeno almoço devorava uma caixa de cereais com litro e meio de leite, e ao lanche comia 6 iogurtes (pelo menos). E o sobrinho P. suspeito que vai pelo mesmo caminho. Pronto, o que me consola é que ele hoje é um rapaz giro e assim a dar para o esperto (vá, um bocadinho mais que a irmã!).

Em resumo: um beijinho para o meu mano, que hoje é dia dos irmãos...e senhores da Danone, Mimosa, Nestlé, Pingo Doce, Jumbo, Continente e afins, estejam ABSOLUTAMENTE à vontade para nos enviarem todo o tipo de iogurtes, que aqui por casa há crianças dispostas a bater o record do Guiness de iogurtes ;)




3 comentários

Comentar post