Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Café, Canela & Chocolate

O site da autora Sofia Serrano. Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Café, Canela & Chocolate

O site da autora Sofia Serrano. Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Grávidas #12: gémeos

Avatar do autor , 02.03.13

As gravidezes de gémeos são cada vez mais frequentes.
Muito porque a infertilidade associada ao estilo de vida actual faz com que cada vez mais casais recorram às técnicas de reprodução medicamente assistidas, como a FIV (fertilização in vitro), que tem mais probabilidade de fetos múltiplos, dependendo do número de embriões transferidos.
Mas também há famílias com tendência para ter gémeos.
E claro, noutros casos ter gémeos é uma surpresa absoluta!

As gravidezes de gémeos têm algumas particularidades.
Em primeiro lugar, é importante saber quantas placentas e quantas bolsas existem.
Podemos ter gravidezes gemelares:
- monocoriónicas monoamnióticas (uma placenta e uma bolsa)
- monocoriónicas e biamnióticas (uma placenta e duas bolsas)
- bicoriónica biamniótica ( duas placentas e duas bolsas)

Todas as gravidezes de gémeos são consideradas gravidez de risco e exigem uma vigilância por um obstetra. É mais provável os gémeos nascerem por volta das 37 semanas ou antes. É também mais provável existirem complicações durante a gravidez, como a ameaça de parto pré-termo, a diabetes gestacional ou alterações da tensão arterial.
As consultas vão ser mais frequentes que numa gravidez normal, e também as ecografias.
E é sempre bom contactar os grupos de pais de gémeos para algum apoio em termos psicológicos e de logística, porque tudo vai ser a dobrar depois do parto.

Estes foram alguns famosos que tiveram gémeos, lembram-se?














Para seguir o Café, Canela & Chocolate no Facebook é aqui.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

2 comentários

Comentar post