Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Não vou comprar presentes de Natal.


Não comprei nem um único presente de Natal - nem vou comprar. 
Vou fazer biscoitos para oferecer, com os miúdos. 
Não estou a pensar em enfiar-me num qualquer espaço comercial, a abarrotar de caras desconhecidas, com o único objectivo de se encherem de sacos e embrulhos e dizerem "Já está!". Não quero embrulhos desprovidos de significado, só para serem rasgados e trocados à primeira oportunidade por algo que precisamos mesmo (ou então não).
Não ando a pensar em "Kits de Natal" nem para mim, nem para os miúdos e para o marido - vamos escolher uma roupa entre as que temos para usar nestes dias de festa em família, e vamos escolher outras para dar a quem precisa. Não estou em stress com ementas e decorações de Natal, porque não preciso de ter a mesa mais gira para aparecer nas fotografias. 

Estou contente por estarmos no Natal. Por poder estar este ano com a minha família - que muitas vezes é um acontecimento impossível, pelo trabalho. 
Fico feliz por cada vez que a M. ouve na rádio ou na TV incentivo às compras de Natal, dizer "Então e a família e o amor, mãe? Esquecem-se sempre disso! Não percebo! Não são as "coisas" que interessam, é estarmos juntos!". Sei que não pediram nada ao Pai Natal e que só têm a expectativa que ele venha, por se terem portado bem, e que lhes deixe qualquer coisa.

É quase Natal e estou tranquila. 
E feliz por estarmos juntos e termos saúde.

(Um bom fim de semana para todos e obrigada por lerem estes meus desabafos.)

20 comentários

Comentar post

Pág. 1/2