Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

O arrastão (ou como fazer compras-express na loja do chinês)

Já experimentaram entrar com um carrinho de bebé numa loja chinesa, daquelas que têm TUDO?
É um verdadeiro desafio, porque para caber tudo e mais alguma coisa em poucos metros quadrados, os corredores só têm a largura suficiente para alguém com o índice de massa corporal da Kate Moss passar. Mas é assim que se encontram cotonetes, insufláveis para a praia e cartões de memória para máquinas fotográficas, tudo junto num só sítio. 
Portanto, quando precisamos de alguma coisa que não se encontra em mais lado nenhum, é procurar no chinês (claro que não me vou debruçar aqui sobre a qualidade dos produtos).
Mas aventura, aventura, é tentar entrar com o carrinho de bebé. Com o P. lá dentro. É um verdadeiro exercício de destreza, que devia dar equivalência a pilotar um avião a jacto por entre um desfiladeiro.E quando passo pela caixa, sem encontrar o que procurava, na direcção da saída, sou abordada pela senhora chinesa com um "Vai levále tudo?". Perante o meu ar de incompreensão, a senhora aponta para o P. no carrinho, com cabides de tops com lantejolas e saídas de praia nas duas mãos, e um ar felicíssimo.
(pronto, se calhar não devia ter passado com o carrinho pelo corredor da roupa, que o P. recolheu com as duas mãos tipo arrastão - now what?)



Para seguir o Café, Canela & Chocolate no Facebook é aqui.

2 comentários

Comentar post