Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Café, Canela & Chocolate

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Café, Canela & Chocolate

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

16
Abr14

O que muda numa casa com a chegada dos filhos


Sofia Serrano

Eu gosto de ver revistas de decoração e sou capaz de passar horas no pinterest em busca de inspiração para a decoração da casa - coisas do estilo simples, com um toque de romantismo. Tudo muito bonito e arrumadinho.
E já se sabe que com o passar do tempo vamos encontrando as peças certas, aquelas que ficam mesmo bem na sala, e no quarto, e no escritório. Vamos transformando a nossa casa à nossa medida até nos sentirmos perfeitamente bem lá. 


Até que...nascem os nossos filhos. 

E pronto, aí temos o mega ciclone doméstico, e repentinamente (no meio de fraldas e chuchas e brinquedos) deixamos de reconhecer a nossa casinha-ultra-arrumada-e-decorada.


É verdade, não somos só nós que mudamos com a maternidade. Cá por casa, muita coisa mudou:


1. Toda a casa se tornou num quarto de brinquedos gigante. Não vale a pena resistir e explicar que o quarto deles é que é o local certo para brincar, porque em poucos segundos, há carrinhos e barbies, desde a banheira ao escritório. 

A nossa solução cá por casa? Mais vale conformarmo-nos e arranjar uns baús ou caixas giras, para cada divisão, para arrumar tudo (que em caso de visitas inesperadas, são super úteis para largar toda a tralha e ter uma casa com aspecto arrumado).

2. Aquele conceito "este é o meu quarto e a minha cama" "aquele é o teu" é para esquecer. Ninguém mete na cabeça de um miúdo pequeno que o quarto dele não é o dos pais (pelo menos no cá de casa). Portanto, o filme por aqui é: "P., vamos dormir?" - e rapidamente temos um miúdo deitado entre a almofada da mãe e do pai, a fingir-se de profundamente adormecido. (segue-se aquele ar fofinho e quando se dá por ela já temos lá a M. também e de repente, já não há espaço para os verdadeiros proprietários da cama).


3. A maravilhosa banheira, onde passávamos horas em banhos de imersão, onde havia velas e sais, tem agora CARRADAS de brinquedos (uns mais subaquáticos que outros), que são sempre poucos na hora do banho. Em suma, a banheira passa a ser a piscina olímpica deles, e os pais são expulsos para o duche rápido na casa de banho mini. Já para não falar que todo o corredor se torna potencialmente num afluente do rio Tejo cada vez que tomam banho.


4. A televisão da sala deixa de ser propriedade comum e passa a ter um horário específico para utilização dos adultos, que é como quem diz "quando os miúdos vão dormir". De resto, a nossa tranquila sala, onde liamos romances deitados no sofá, passa a ser uma sala de cinema, com restos de bolachas nas almofadas e sessão continua de filmes de princesas, carros e rucas (para além de se transformar num recinto de corridas para triciclos).


5. A cozinha tem de ser reorganizada para albergar pratos inquebráveis, talheres às cores, esterilizadores de biberons e toneladas de bolachas e iogurtes e a cadeira de papa passa a fazer parte da decoração.


6. Nunca há silêncio em casa (só mesmo se estiverem os dois a dormir). Há sempre risos, cantorias, choros e birras, brinquedos que apitam e barulho de desenhos animados. E já sabemos que o silêncio é sinal que estão a aprontar alguma. 


E sim, a casa nunca mais volta a ser a mesma. Nem a vida. Sem eles tudo parece estranhamente arrumadinho e silencioso. Sem piada nenhuma. É por isso que a minha decoração preferida cá para casa são mesmo os meus filhos.




11 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Pesquisar

Bem-vindos!

Olá! Sou a M. Sofia Serrano S., Ginecologista-Obstetra, mãe de dois miúdos maravilhosos, apaixonada por escrita. Adoro café, canela e chocolate e aproveitar as coisas boas da vida! Neste blog partilho as nossas aventuras em família, os desafios de ser mãe, dicas para as grávidas e tudo o que é fundamental saber sobre a saúde da mulher. Também conto algumas das aventuras dos hospitais e partilho um bocadinho deste mundo da medicina. Fiquem por aqui!

Sigam-me

Contactos

msofiaserrano@gmail.com

Novo Livro

Os meus livros

Captura de ecrã 2016-09-20, às 20.46.51.png

Comprar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D