Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Café, Canela & Chocolate

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Café, Canela & Chocolate

21
Mai18

Como é que consegues fazer tudo?


Sofia Serrano

Oiço esta perguntas muitas vezes. 

E a resposta é simples: não consigo. Não vale a pena estar com paninhos quentes.

Apesar de me tentar desdobrar em mil-e-um-papéis (como quase toda a gente!), a maior parte dos dias sinto que precisava de mais horas, mais paciência, mais energia.

E muitas vezes decido focar-me nas coisas mais importantes. Os miúdos são a prioridade - e os dias são muito orientados para ter algum tempo com eles. Preparar lanches e mochilas, ajudar a estudar, levar à escola. Tratar dores de cabeça e de barriga, secar lágrimas e aplaudir conquistas. Ir buscar à escola, levar às atividades extra-curriculares. Levar a comer um gelado. Ajudar nos banhos, ler histórias de adormecer.

Mas o meu trabalho também é a minha paixão e sou daquelas que não consigo dizer que não a mais uma consulta - porque se fosse eu do outro lado, numa situação de urgência, também queria poder ficar bem rapidamente. Ou acabo por demorar mais numa consulta porque preciso mesmo de ouvir o que aquela mulher me está a contar  (que é o motivo real para ter vindo a uma consulta de ginecologia) e afinal, só de a ouvir e tentar compreender posso ajudar mais que a prescrever um medicamento qualquer. Muitas vezes saio mais tarde, não tenho hora de almoço e esqueço-me de ir à casa de banho. Mas tento fazer o melhor possível e tenho a sensação que precisava de mais tempo.

E o livro? E o blog? E tempo para namorar? 

Vou tentando encaixar isto tudo ao longo do dia - e da noite. Nem sempre consigo e há momentos melhores que outros.

Há dias em que chego a casa e percebo que precisava de arrumar o quarto deles (daquelas arrumações a sério!), que tenho uma série de máquinas de roupa para fazer, que a cozinha continua de pantanas desde esta manhã, que a roupa de inverno ainda está por arrumar...e que o fim de semana desapareceu misteriosamente e daqui em nada estamos em agosto.

Antes de entrar em depressão, sento-me no sofá com um copo de vinho ou um café - e decido que preciso de um momento para mim para depois retomar as rédeas desta vida acelerada que todos temos.

Não, não consigo fazer tudo.

Mas dou o meu melhor - e às vezes preciso de deixar a casa desarrumada e ir dar um mergulho à praia para recuperar energias.

 (e prometo que estou a tentar responder a todos os mails, entrevistas e questões dos grupos de facebook e que vou publicar uma série de posts em atraso com as nossas escapadinhas de fim de semana, assim que der conta do monte de roupa para lavar cá de casa!)

 

IMG_9860.jpg

 

IMG_9883.jpg

IMG_9854.jpg

(isto foi domingo, horas antes de cair uma chuvada brutal - soube tãaaaaao bem!)

 

22
Set17

Olá fim de semana!


Sofia Serrano

IMG_9170.JPG

 

Adoro setembro, mas é um mês complicado e trabalhoso. Há o regresso às aulas e ao trabalho, o regresso às rotinas. Há  que comprar material escolar novo e roupa nova porque tudo deixou de servir. Há que reorganizar horários entre pais e filhos, escolas e atividades extra-curriculares. Afinar rotinas, entre o "hoje levo eu" e o "amanhã vais tu buscar". Arranjar tempor para voltar ao ginásio.

 

Uma família nos dias que correm tem de ser uma máquina bem oleada, caso contrário não temos tempo para nós. Cumprir horários e obrigações, e aproveitar o tempo que resta.

 

Setembro é o mês das afinações. 

E é por isso que sexta feira é dia de chegar a casa mais cedo e abrir um bom tinto.

04
Mai17

Coisas que uma mãe deve ensinar a um filho


Sofia Serrano

 

Dia da Mãe (8).JPG

 

Queremos que o nosso miúdo seja mesmo um príncipe encantado? Então, não nos podemos esquecer disto:



1. Ensiná-lo a dizer o que sente. Expressar os sentimentos é das coisas mais importantes para que cresça bem e feliz.


2. Incentivá-lo em todas as coisas. Assim, ele vai acreditar em si e querer sempre ir mais além.


3. Ensiná-lo a tratar da roupa. Deixá-lo ajudar a levar a roupa para a máquina, a estender a roupa, a guardar a mesma. Ajudar nas tarefas domésticas é importante.


4. Ler para ele e ler com ele. A imaginação cresce com a leitura.


5. Incentivá-lo a dançar. Crianças que dançam vão ser adultos felizes.

6. Assegurarmo-nos que ele tem como exemplo homens e mulheres que se destacaram pela sua inteligência, determinação e integridade e não só pelos músculos ou beleza. Para além do Hulk, também lhes devemos apresentar o Einstein.


7. Ensiná-lo a ser educado: por favor, obrigado, bom dia, até mais logo. Para que ele ajude a tornar este mundo num lugar melhor.


8. Dar-lhe algo em que acreditar. Mesmo nas alturas difíceis, para que ele saiba que tem pessoas que o amam mais que tudo e que vão sempre fazer tudo por ele.


9. Ensiná-lo que é preciso ser meiguinho, mesmo que ele seja o nosso menino irrequieto: com os bebés, com os animais, com outras crianças, com os sentimentos, com o mundo.


10. Deixá-lo sujar-se e estragar as roupas. Faz parte do crescimento dos rapazes, não vale a pena andarmos zangados - e dentro em breve ele cresce e tudo passa.


11. Jogar com ele futebol. Ou aprender os nomes dos carros da série preferida dele. Para que ele saiba que estamos na vida dele a sério, não somos só observadores.


12. Deixá-lo brincar na rua. Desligar a televisão, os computadores, deixar o telemóvel a carregar e brincar com ele, lá fora. É quase mágico, brincar na rua, explorar, andar de bicicleta.


13. Deixá-lo perder. É uma chatice perder. Mas não se pode ganhar sempre. Na vida, ele vai ter derrotas. E é preciso aprender a lidar com elas. Devemos explicar que é mesmo assim, umas vezes ganhamos, outras perdemos....mas não devemos nunca desistir.


14. Dar-lhe oportunidade de ajudar outros. Não obrigar, mas sim mostrar que pode ajudar - e devemos ser nós o exemplo. Darmos a outras famílias roupas que já não usamos, ajudar os vizinhos nas mudanças, partilhar.


15. Lembrar-lhe que a prática leva à perfeição. E que isto não se aplica só ao futebol, a desenhar ou a ler, mas a outras coisas do dia-a-dia, como fazer a cama ou cozinhar.


16. Responder sempre quando ele pergunta "Porquê?". E se não soubermos a resposta, procurar com ele uma resposta. Para que ele perceba que devemos sempre procurar respostas para as nossas dúvidas.


17. Construir castelos com ele. Ou transformar a sala num acampamento, com lençóis entre sofás e almofadas no chão. As coisas do dia-a-dia têm um potencial mágico e ele vai-se lembrar disso para o resto da vida.


18. Levá-lo a sítios novos. Conhecer novos lugares e pessoas expande o horizonte - e o coração.


19. Beijá-lo. Sempre, muitas vezes. As mães de rapazes sabem que eles são agitados e muito brutos a brincar a maior parte do dia - mas têm um lado meigo e charmoso que nos derrete. E adoram os beijios da mãe, sempre.


20. Ser o seu porto seguro. Mostrar-lhe que a mãe vai ser sempre o porto seguro dele. Quando está doente, quando está feliz, quando está nervoso. Mesmo quando crescer, casar e tiver filhos. A mãe será sempre a mãe e estará sempre lá, para o melhor e para o pior.

 

 

09
Abr17

Sobre o filme "Bailarina"


Sofia Serrano

IMG_9122.JPG

 

O filme de animação "Bailarina" chega aos cinemas a 27 de abril, mas tivemos o privilégio de assistir à antestreia.

Uma tarde especial nos cinemas UCI do El Corte Inglês, que começou com a magia do ballet, com um bailado maravilhoso que encantou todos os presentes. Depois conhecemos as caras que dão voz ao filme e Mia Rose e Miguel Cristovinho dos DAMA, que dão voz às personagens principais, intrerpretaram ao vivo o tema principal do filme - fui partilhando alguns momentos no nosso instagram, aqui.

 

"Bailarina" conta a história de uma menina órfã, que sonha ser bailarina, e do seu amigo inventor. Juntos, fogem do orfanato onde viviam para Paris, onde acreditam que podem realizar os seus sonhos.

O filme mostra a persistência, esforço e sacrifício que são necessários para podermos efetivamente realizar os nossos sonhos.

É lindo, muito emocionante, mas também divertido, e com uma magia e força extraordinária.

A não perder!

 

IMG_9123.JPG

IMG_9124.JPG

 

21
Set16

8 coisas que vão fazer os nossos filhos felizes


Sofia Serrano

_DSC0635.jpg

Foto : Pau Storch

 

Os nossos filhos são o melhor do mundo.

E há pequenas coisas que os ajudam a crescer felizes, e que eles nunca vão esquecer (e crianças felizes significam pais felizes e famílias felizes!):

 

1. Serem acordados por um beijo e um sorriso dos pais - mesmo nos dias mais difíceis.


2. Termos, todos os dias, tempo para eles - mesmo que sejam só 10 minutos, mas 10 minutos só deles. Para brincar com as bonecas, construir legos, jogar às escondidas ou fazer corridas de carrinho. Ou só para conversar.

 

3. Ouvi-los. Ter paciência para ouvir o que eles nos querem contar e ajudá-los sempre que preciso. Às vezes só é mesmo preciso ouvir.

 

4. Ensiná-los: a dizer "por favor" e "obrigada". Ensiná-los o respeito, pelos outros e por nós próprios.

 

19
Mar16

O trabalho mais importante do mundo


Sofia Serrano

DSC_0095.JPG

Há muitas coisas que tem de ser a mãe. Mas o amor pelo pai é uma coisa maravilhosa. E quando os vou buscar à escola, já perguntam se o pai já estará em casa. Para lhe contarem as aventuras do dia, para mostrar as cartas novas da coleção, para brincarem. É o pai que ensina a jogar à bola, que brinca com as caricas que andamos a guardar religiosamente, que joga ao berlinde. Que se esconde melhor quando andamos pela casa a brincar às escondidas. Que os atira ao ar para os fazer rir à gargalhada e os apanha em segurança.

 

 

09
Mar16

Um filho bem comportado? O nome importa.


Sofia Serrano

image.jpeg

 

 

Escolher o nome para o filho é das tarefas mais difíceis para os futuros pais. Há quem encontre rapidamente um nome que ambos adoram, mas depois há o significado do nome, a letra porque começa e o possível lugar na escola, a opinião da família e tantos outros factores. Agora surge uma nova variável nesta escolha: foi feito um estudo para perceber quais os nomes mais frequentes nas crianças "bem comportadas" e quais os nomes mais frequentes dos "pestinhas".

 

Um sistema de recompensa chamado School Stickers pediu a cerca de 60.000 crianças para gravarem digitalmente os adesivos que receberam na escola para bom comportamento. Foi depois monitorizado o comportamento das crianças com base num milhão de entradas e, depois de analisar os dados, divulgou uma “lista rebelde” das crianças com maior probabilidade de se comportarem mal.

 

Top 10 das Meninas mal-comportadas

1. Alice

2. Sofia

3. Beatriz

4. Laura

5. Júlia

6. Ágata

7. Gabriela

8. Rafaela

9. Sara

10. Ana

 

Top 10 dos Meninos mal-comportados

1. Vasco

2. Artur

3. Gabriel

4. Bernardo

5. Guilherme

6. Pedro

7. Miguel

8. Gustavo

9. Henrique

10. Rafael

 

Top 10 das Meninas bem-comportadas

1. Bruna

2. Isabel

3. Mariana

4. Juliana

5. Diana

6. Débora

7. Jessica

8. Raquel

9. Joana

10. Érica

 

Top 10 dos Meninos bem-comportados

1. David

2. Nuno

3. Daniel

4. Eduardo

5. Bruno

6. Tiago

7. João

8. Samuel

9. Diogo

10. Hugo

 

 

Confirmam?

Por aqui tenho um Pedro e uma Mariana, e parece-me que ambos têm dias em que são perfeitos anjinhos, e outras alturas deixam-me os cabelos em pé :)

 

05
Fev16

Felizes no Carnaval


Sofia Serrano

DSC_0255.jpgDSC_0191.JPG

DSC_0063.JPG

 

Adoram o Carnaval.

Ou melhor, adoram vestir-se das personagens que mais gostam, de preferência todos os dias. Mas estes são dias especiais. E ir para a escola brincar é do melhor que há.

Ele foi de homem aranha, ela decidiu que ia ser a Anna, do Frozen (Fever). O fato dela foi comprado na Disneystore nas promoções de natal, o dele foi no Pingo Doce. A mãe fez o penteado e a maquilhagem, e de resto, foi a imaginação deles.

Felicidade, é o que estas fotos mostram. E que a fantasia e a imaginação vivam para sempre.

 

 

 

03
Fev16

Está a chegar o Carnaval!


Sofia Serrano

Todos os dias, o mais pequeno acorda a perguntar: "É hoje?"

Ele só quer que chegue depressa o dia em que pode ir mascarado para a escola. A miúda também anda em grande excitação, porque diz que é o dia preferido dela - máscaras e brincadeira todo o dia tornam a escola no lugar mais maravilhoso de sempre.

As máscaras já estão escolhidas. Ambos adoram vestir-se das personagem preferidas, por isso, há super-heróis e princesas prontos para sair do armário na sexta feira - se bem que aqui por casa todos os dias são bons para soltar a imaginação e para se vestirem com as roupas de carnaval.

E por aí, quais vão ser as máscaras dos miúdos?

Se ainda não sabem do que vestir os mais pequenos para os próximos dias de brincadeira, aqui ficam algumas ideias:

image.jpeg

image.jpeg

image.jpeg

image.jpeg

image.jpeg

image.jpeg

image.jpeg

 

Novo Livro

Bem-vindos!

Olá! Sou a M. Sofia Serrano S., Ginecologista-Obstetra, mãe de dois miúdos maravilhosos, apaixonada por escrita. Adoro café, canela e chocolate e aproveitar as coisas boas da vida! Neste blog partilho as nossas aventuras em família, os desafios de ser mãe, dicas para as grávidas e tudo o que é fundamental saber sobre a saúde da mulher. Também conto algumas das aventuras dos hospitais e partilho um bocadinho deste mundo da medicina. Fiquem por aqui!

Os meus livros

Captura de ecrã 2016-09-20, às 20.46.51.png

Comprar

Contactos

msofiaserrano@gmail.com

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.