Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Confissões de uma médica (I)

Quando era pequena, não queria serbailarina, ou cantora. Quando era pequena, ficava horas a olharpara as estrelas, lia livros sobre constelações, sonhava com planetasdistantes. Quando era pequena, sonhava em ser astronauta. Achava que devia sera melhor profissão do Mundo, a mais aventureira e fascinante. Por isso, decidi que era isso que ia ser.Astronauta. Portanto, ia para a NASA e depois daí logose via.Ou se não fosse astronauta, então queria serviajante do tempo - que podia (...)

E depois de uma urgência de 24 horas....

Por definição, as minhas urgencias são agitadas. Nessas 24horas, há sempre uma série de acontecimentos, uns mais previsíveis que outros - mas é para isso que lá estamos. Uns partos mais rápidos que outros, emergências ginecológicas, muita agitação nas admissões com uma série de gente para ver. Depois, há outros dias em que as primeiras 12 horas são uma calmaria absoluta e nada se passa. Nessas vezes, toda a equipa começa a ficar inquieta, porque ficamos com a sensação (...)

Eu não quero ser uma Ellis Grey

Conheço uma Meredith Grey.  Não a actriz da famosa série, mas um caso muitíssimo parecido ao que inspirou Shonda Rhimes a criar a personagem. Uma filha que na realidade quase não teve mãe, porque a mãe, excepcional no seu trabalho, dedicava-se a 100% à Medicina. E no meio da sua azáfama diária, pouco via a filha, que cresceu numa adolescência rebelde e acabou ela própria por decidir ser médica - com a consciência de que não iria querer ser uma mãe como a sua. Agora, a (...)

7 coisas que é preciso ter para se ser médico

                                          Não sei se escolher ser médico tem a ver com a vocação ou se é simplesmente uma opção, que pode estar relacionada com mil-e-um motivos, desde o económico ( que não é, nem de longe, nem de perto a remuneração que (...)

Surpresas desta vida de médica

Tenho sorte em fazer o que faço.  Em amar a sério esta coisa de ser obstetra, apesar de passar noites acordadas, de ter situações de adrenalina extrema e de andar muitas vezes com o coração nas mãos - ou corações, porque quando tratamos de grávidas temos (...)

Vida de médica

Cheguei finalmente a casa e estou a comer uma salada de frango.  Isto provavelmente nem interessa nada, mas apercebo-me agora que já não sei se estou a almoçar, a lanchar, ou noutra refeição qualquer. Isto porque as terças-feiras são sempre dia da grávida para mim - as 24 (...)

Nascer a sul

Esta é a altura do ano em que toda a gente vem para sul. O sitio mais desejado, com praia, mar, e sol, e animação. Esta é a altura do ano para as férias no algarve - e sim, está cá muuuuita gente. E este cantinho a sul de portugal é tão bom, que até os pequenos que cá vêm nas barrigas das mães resolvem nascer mais cedo, para aproveitar estes dias. Parabéns aos bebés que nasceram nas últimas 24 horas a sul, muitos deles tinham os pais planeado que eles nascessem (...)

Os médicos também vão à casa de banho

Juro. Entre outras coisas. E também há médicas, ao invés do médico-tipo que vive na nossa mente, que é homem, de cabelo grisalho, com gravata e estetoscópio e ar sério. Há medicas, que podem ter um ar de miúdas (mas já são especialista) e que podem ter unhas pintadas de rosa e pulseiras de elásticos. E terem filhos. E para além de também irem à casa de banho e comerem, também têm de atender telefonemas da escola dos mesmos e resolver problemas domésticos - que as (...)

A minha vida podia dar um episódio da Anatomia de Grey #1

Aposto que quem gosta (como eu)de ver a Anatomia de Grey, não acredita que metade das coisas que lá acontecem sejam reais. Ou pelo menos é muito pouco provável que aconteçam. Não, não. Num hospital, tudo pode acontecer. Principalmente à noite. Portanto está uma pessoa muito sossegada no seu papel de obstetra a ver grávidas às 4 da manhã, quando repentinamente pode irromper por ali dentro um segurança com ar alucinado, de luvas azuis calçadas, em busca de alguém que anda a (...)