Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Segredos de mãe #4: pele atópica

Eu tenho a pele muito seca, e o P. e a M. também desde pequenos. Pensávamos que até seria pele atópica  mas tem melhorado com o tempo.  Não fazia ideia disso quando nasceram, e tinha comprado um monte de cremes e gel de banho de marcas conhecidas, com aqueles perfumes para bebé.  Rapidamente percebi que a pele deles não ia lá assim.  Não hidratava, ficavam com a pele vermelha e rugosa. Lá fui experimentando imensas marcas, retirando tudo o que tinha cheiros e às tantas (...)

Segredos de mãe #3: Crosta láctea

A altura do puerpério é das coisas mais complicadas na vida da mulher - e não, não é só teoria, porque eu já passei por isso e sei do que falo.  A nossa atenção está toda virada para o nosso bebé, as hormonas andam descontroladas, dormimos mal...e qualquer coisa nos deixa (...)

Segredos de mãe #2: para não perder pitada

Não sei se sou só eu, mas tenho frequentemente receio de me esquecer de coisas, no meio da correria do dia a dia, como por exemplo as datas das vacinas deles (juro que agora está tudo em dia!). Entre os meus bancos, levar à escola, buscar da escola, supermercados,  jantares e etc, não dá para termos cabeça para tudo. E pronto, como vivemos numa era de tecnologia, temos de a aproveitar. O telemóvel hoje em dia é um dos nossos melhores amigos, e agora também nos ajuda com as (...)

Segredos de mãe #1 : arnica

Desde que nos tornamos pais, que a nossa vida dá uma volta: um amor maior enche-nos o coração, mas a vida muda completamente. Deixamos de ter sonos descansados e rotinas organizadas, em que conseguíamos comer refeições a horas (e comer comida quente!) e passar tempo sentados no sofá a ler uma revista ao final do dia, para passarmos a centrar o nosso mundo neles.  E miúdos são miúdos: são fofinhos e queridos, com gracinhas e saídas de nos deixar de sorriso de orelha a orelha, (...)